Campo de treino das Cheerleaders

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Stalker em Seg 15 Set 2014 - 20:49

Campo de treino das Cheerleaders

É muito similar ao ginásio, porém possui uma cor mais escura e chega a ser um pouco menor. É exclusivo para as Cheerios. Sendo em local aberto, é arejado e bem iluminado, os treinos sempre ocorrem pelo período diurno. A treinadora das líderes de torcida tem total controle do ginásio, e fora ela mesmo que pedirá a construção deste.   

____________________



The your ghost, the ur image. I'm the stalker!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Jane Winchester em Ter 9 Dez 2014 - 20:36


Cheerios


Era hoje a minha audiçäo para as Cheerios, o grupo de cheerleand do Mckinley. Estava um pouco nervosa andava a ensaiar a dias a fio para que corresse bem.

Quando cheguamos no Mckinley fui logo em direçäo ao campo de treino das Cheerios, já lá estaväo uma data de pessoas para as mesmas audiçöes, a contar com as Cheerios sempre de olho em quem entrava ali. Pousei a minha mala e comecei a fazer os alongamentos ao lado da minha irmä Mitchie que tambem estava a fazer as audiçöes. Logo passado uns minutos fui a primeira a ser chamada, me cheguei à frente e me apresentei. Depois me cheguei ao radio e pus uma música da Taylor Swift " Shake it off". Comecei com pequenos e básicos passos de dança e derrepente parti para um salto tuque seguido de um mortal para trás e parei de pé pronta para fazer a roda.

Estava ficando cansada e intimidada pois os olhos daquelas raparigas lindas e poderosas parecia que me estavam a atacar... Mas continuei com a audiçao, via claramente a capitä a escrever tudo numa folha enquanto dava olhadas para mim, tentei näo parecer uma menininha amedrontada por isso dava um sorriso largo e jogadas no cabelo para me abestrair do resto.
Até agora todu estava a correr, todos os saltos tinham sido bem executados por isso comecei com mais dos saltos.

Na parte "shake, shake, shake, shake, shake
I shake it off, I shake it off,..." eu dei um salto x seguido de um salto toca pés e uns passos básicos de dança
No final dei pique, a espargata e  dei novamente um salto simples para trás e acabei com as mäos na cintura e um sorriso largo para tentar desfarçar o cansaço. Agradeci e fui me trocar e esperar para ver o resto das audiçöes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Angel Winchester em Qua 10 Dez 2014 - 1:08





Cheerios






Acordei bem cedo, eu e a minha irmã Jane tinhamos nós inscrito para as audições das líderes de torcida do McKinley, as cheerios, estava muito feliz e confiante. Ser uma cheerio será muito importante para mim, além de ser mais popular na escola, isso também irá me ajudar para entrar na faculdade, ajeitava minha roupa estilo esportista , e logo saímos de casa, felizmente não chegamos atrasadas, tinha muita gente lá e as líderes nós olhavam de maneira estranha e tenebrosa, tinha que continuar forte, a minha irmã foi a primeira a ser chamada e ela arrasou, depois me alonguei levemente para ficar mais flexível, logo escuto meu nome ''Mitchie Winchester'', me levanto e vou até o rádio  aonde eu coloco um pendrive com uma música bem conhecida ''Heart Attack'', a música começava a ecoar por todo o lugar e eu já executava a batida certa, ''Tem que ser forte Mitchie você consegue''

Putting my defenses up
‘Cause I don't wanna fall in love
If I ever did that
I think I'd have a heart attack

Comecei virada para trás, e conforme a música começava a ecoar por todo o ginásio, fazia alguns passos de hip hop bem organizados e aparentemente simples, mas a cada rítimo conseguia expressar o que eu sentia, a vontade de dançar ia crescendo mais e mais, após isso observei que haviam duas camas elásticas posicionadas para eu fazer uma sequência de pulos, dei uma leve piscada demonstrando a minha parte teatral, logo fazia um salto duplo com leveza e tranquilidade, não queria que aquele teste fosse algo rápido e sem graça, após essa sequência, fazia com muita empolgações alguns mix's com uns passos mais clássicos que eu havia aprendido quando mais nova, continuava executando a série que eu havia planejado.

Never put my love out on the line
Never said yes to the right guy
Never had trouble getting what I want
But when it comes to you, I'm never good enough
When I don't care
I can play 'em like a Ken doll
Won't wash my hair
Then make 'em bounce like a basketball

Continuei a fazer a série coreográfica, primeiro um mortal para trás, depois alguns passos de danças que exigiam bastante qualidade, eu olhei de canto de olho e vi algumas cheerios rindo, não me importei com o que elas pensavam, então decidi ''provocar-las'' com o meu olhar para elas, as seis cheerios haviam aceitado esse convite, como já era de se esperar, logo pulei de uma cama elástica, de costas para as pessoas e dei um mortal duplo, após isso eu e as cheerios fizemos  uma pequena pirâmide composta de três cheerios cada uma, as líderes adquiriram nessa tática por um pequeno tempo, depois todas as líderes de torcida ao mesmo tempo tinham que fazer um salto que era de 360 graus e todas chegaram com harmonia e sem erros para prosseguirem a música, tiveram muitos passos de dança break, além das caras que traziam vários fatores como a teatricalidade , carisma, elas provocaram bastante enquanto coreografarmos ( claro que sem mostrar a vulgaridade ou ficar um tanto quanto obsceno), depois todas elas ''caíram'' no chão enquanto executavam passos de dança, que era um ''mix '' entre o pop e o hip-hop.

Putting my defenses up
‘Cause I don't wanna fall in love
If I ever did that
I think I'd have a heart attack

Never put my love out on the line
Never said yes to the right guy
Never had trouble getting what I want
But when it comes to you, I'm never good enough
When I don't care
I can play 'em like a Ken doll
Won't wash my hair
Then make 'em bounce like a basketball

Apesar daquilo ser um número de dança, porque não sutilmente mostrar a minha voz poderosa, eu sabia como harmonizar os dois, a dança e o canto, minha voz estava naturalmente bonita e acrescentava mais atitude enquanto eu dançava vários passos mostrando além de habilidade, também conseguia fazer os dois, colocando emoção e determinação, enquanto cantava de uma forma ''falada com rítimo'' ''Won't wash my hair, then make 'em bounce like a basketball'' fazia alguns movimentos de dança que possuíam um ''quê'' de sensualidade ao estilo totalmente ''street'', logo depois de maneira não muito complicada, as pirâmides se alternavam, ora estavam as duas juntas e hora estavam separadas e eu sempre com diversas acrobacias continuava a fazer um número bem limpo, podia não conhecer muito do universo das cheerios, mas sabia o que eu queria, aproveitei que as pirâmides estavam juntas e dei um salto bem preciso e rápido. Depois o fim da ''segunda parte da performance'', já na superfície eu estava na frente liderando com um toque diferente, enquanto elas dançavam aquela parte, estava meio complicado para todas , todavia aquela parte havia sido um sucesso, continuavam dando um segmento a música, apesar delas terem seguido a coreografia original com harmonia conseguiram dar UM TOQUE primordial, certamente para não ficar apenas um plágio, o que ficou bastante original (deixando a marca de todas ali) . Depois disso me preparava para uma fase de transição da performance, enquanto todas ''caíam no chão''...

But you
Make me wanna act like a girl
Paint my nails and wear high heels
Yes, you
Make me so nervous
That I just can't hold your hand

You make me glow
But I cover up
Won't let it show
So I'm putting my defenses up
'Cause I don't wanna fall in love
If I ever did that
I think I'd have a heart attack
I think I'd have a heart attack
I think I'd have a heart attack

Never break a sweat for the other guys
When ya come around, I get paralyzed
And every time I try to be myself
It comes out wrong, like a cry for help
It's just not fair
Pain's more trouble than it all is worth
I gasp for air
It feels so good, but you know it hurts


Enquanto todas caíam no chão, muitos acharam que a música já estava chegando ao final, na verdade eu estava dentro de um canhão que tinha lá no ginásio, logo entrei dentro dele, as pessoas se perguntavam o que era aquilo, o surgimento de um talento que é um diamante bruto que só precisava ser lapidado e bem na parte do refrão da música, que havia sido levemente editada, para que não fosse tão demorado a ponto da capitã do time acabar bocejando de tanto tédio e simplesmente não me avaliar por caso de estar com sono, após ser lançada pelo canhão me veio um surto de adrenalina, e após disso já conseguia preparar um salto em uma das camas elásticas, alternava saltos com algumas acrobacias e alguns dos aparelhos usados na ginástica rítmica, como uma fita delicada, que conseguia usar com tranquilidade enquanto fazia alguns truques considerados adoráveis e delicados e depois disso ao chegar com precisão no solo continuava usando a fita para deixar a apresentação mais brilhante e completa.Após isso peguei algumas ''maçãs'', e eu utilizava para fazer rolamentos e cambalhotas durante a música, com muita coordenação não fiz a asneira de eu errar tudo, era notório que eu tinha comigo um repertório fruto de alguns anos de ginástica, logo após isso fazia alguns movimentos ondulatórios que percorria por todo o meu corpo e acompanhava o movimento dos meus braços.




The feelings got lost in my lungs
They're burning, I'd rather be numb
And there's no one else to blame
So scared I'll take off and run
I'm flying too close to the sun
And I burst into flames

De um jeito maravilhoso a música já estava chegando ao final, as pessoas que estavam assistindo aproveitavam muito, e então ao meu sinal todas as cheerios fizeram uma pirâmide em seguida fazíamos alguns passos bem sincronizados e mantínhamos total originalidade, ao entrar nessa parte tão decisiva as cheerios já se encontravam atrás de mim dançando bem levemente, eu fiz o chamado pivot em que eu fiz uma rotação de 360º sobre um pé, depois disso arranjei fôlego para enquanto a letra já estava atingindo o seu ápice fiz um salto bem bonito e marcante chamado de salto cabriole, que surpreendia algumas das cheerios que não achavam que eu iria conseguir fazer aquele salto, cada vez mais empolgada continuava a dançar e com meu foco que também estava na dança foi tudo mais legal que eu imaginava.

You make me glow
But I cover up
Won't let it show
So I'm putting my defenses up
'Cause I don't wanna fall in love
If I ever did that
I think I'd have a heart attack
I think I'd have a heart attack
I think I'd have a heart attack

Depois disso arranjei fôlego para enquanto a letra já estava atingindo o seu ápice fiz um salto bem bonito e marcante chamado de salto cabriole, que surpreendia algumas das cheerios que não achavam que eu iria conseguir fazer aquele salto, cada vez mais empolgada continuava a dançar e com meu foco que também estava na dança foi tudo mais legal que eu imaginava.Depois disso voltei a pirâmide original contando com seis animadoras de torcida, comigo no topo sorria novamente, e pegava minha fita que estava comigo e a movimentei como se fosse um bastão bastante usado, tentava me desafiar o máximo nessa tentativa, depois fiz um movimento em ''v'' que surgiu como um elemento surpresa e olhei novamente para o público com um sorriso feliz no rosto, fiz algumas cambalhotas da maneira menos simples que consegui pensar, e depois disso fui pouco a pouco terminando a dança, e com minha estalada de dedos voltamos a posição inicial de 2 pirâmides separadas e logo eu fechei os olhos e cantei da maneira mais potente e forte do que eu poderia imaginar ''I think I'd have a heart attack'', sorri feliz e agradeci a todos e eu me sentia bem feliz pois havia colocado minha alma naquele teste.



Thank's for @Lovatic, CG


____________________

Angel
Winchester
Adult-Photographer-Chemisty Teacher- ♥️
Angel Winchester
@CupacakeGraphics

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Isabelle Leotta em Qua 10 Dez 2014 - 13:26


 




Into the blue...
Is here that I will find you?


Se eu dissesse que estava intimidada pelas garotas que faziam os testes para as Cheerios estaria mentindo, o padrão não estava muito alto e sabia que poderia fazer melhor do que as outras garotas que já havia visto. Fazer teste para o grupo de líderes de torcida não havia sido algo planejado, eu nunca fui do tipo esportivo, mas ao ver o cartaz anunciando os testes e algumas garotas com um ego maior que o everest dizendo que iriam passar senti um desejo de mostrar que eu também poderia passar e ser melhor do que elas, quando eu vi já tinha me inscrito em tal teste.
Não passei muito tempo ensaiando, mas havia feito ginástica na minha infância e estava confiante que o pouco tempo relembrando tinha sido o suficiente. Ensaiar para este teste consumia um tempo que eu não disponha naquele momento, com as troubletones e o material curricular era difícil encaixar outra atividade extra-curricular. Não utilizaria ninguém na minha apresentação, havia visto algumas pessoas utilizando cheerios para ajudar em seus testes, mas era um teste individual, queria passar pelas minhas habilidades sozinha.
Era a minha vez, posicionei uma pequena cama-elástica baixa porém longa que proporcionaria saltos altos. Fui até uma das garotas que cuidavam do som e lhe dei um pendrive com a música que executaria na rotina. Andei para a frente da cama-elástica e me posicionei colocando ambas as mãos em minha cintura, olhei para a garota que havia falando anteriormente e acenei com a cabeça dando um sinal para reproduzir a canção.
I drew the smile upon my face
I paved the road that would one day leave me lonely
No angels too good to fall from grace
If she let go of whatever keeps her holy

Estendi meu braço esquerdo para a frente e levantei lentamente para o alto assim que iniciou o primeiro verso, fechei a mão e desci com o mesmo braço na frente de meu rosto parando ao tocar meu ombro direito com as pontas dos dedos de minha mão esquerda. Desci com a mesma mão pelos meus seios até tocar novamente a cintura, balancei a parte superior de meu corpo para os lados antes de me inclinar estendendo o braço direito para o chão tocando-o com as pontas dos dedos levantando em seguida.
But I’m still here holding on so tight
To everything that I left behind
I don’t care if this world is mine
Cause this is all I know

Fiz um giro suave antes de dar um passo lento para frente logo após ter feito o mesmo na direção oposta, girei novamente e levei ambas as mãos ao meu estomago subindo-as por cima de meus seios até tocar a minha face com as pontas de meus dedos, girei a cabeça duas vezes rodopiando com todo o corpo em seguida.
When I got my back up against the wall
Don’t need no one to rescue me
Cause I ain't waiting up for no miracle
Yeah, tonight I’m running free

Levantei ambos os braços flexionados em movimentos ritmados dando um passo firme para frente curvei meu tronco para frente erguendo-o rapidamente. O ritmo da coreografia era algo que não poderia perder então me concentrei bastante em não perder o tempo dos passos. Andei um passo para a direita segurando na aba da minha camisa, levantei minha perna direita ligeiramente e dei dois pequenos chutes na diagonal para baixo sem perder o equilíbrio. Ao sentir ambos os pés tocarem o chão andei para a frente batendo palmas três vezes dando um mortal para trás assim que a terceira palma soou.
Into the blue, into the blue
With nothing to lose, into the blue

Pisei com uma de minhas pernas na minha frente para não perder o equilíbrio após o mortal. Cruzei os braços na frente dos meus seios tocando os meus ombros com as pontas dos dedos, abri os braços lentamente estendendo-os para a frente antes de abrir totalmente. Deixei o braço direito estendido dando um passo para trás estendendo o braço esquerdo em seguida dando outro passo para trás, fiz o mesmo movimento duas vezes antes de dar um mortal para a frente parando em uma posição que as líderes de torcida faziam chamada High V.
I’m not ashamed of all my mistakes
Cause through the cold
I still kept the fire burning
These memories that I can’t erase
Always remind me I’m on an endless journey

Passei uma das minhas mãos na frente de meu rosto em um movimento rápido fazendo o mesmo com a outra em seguida, cruzei ambos os braços na frente de meus seios e girei a cabeça lentamente descendo as mãos para a cintura. Ao tocar com ambas as mãos em minha cintura movimentei os quadris para os lados duas vezes curvando o torso em seguida deixando os meus cabelos na frente de meu rosto enquanto levantava puxando a cabeça para trás depois fazendo os cabelos voltarem a posição anterior. Andei pelo ginásio fazendo rodopios rápidos indo para o lado da cama-elástica.
But I’m still here holding on too tight
To everything I left behind
I don’t care if this world is mine
Cause this is all I know

Toquei com as pontas dos dedos a cama-elástica do meu lado e desci até o chão lentamente, ao terminar  levantei empinando a bunda para trás jogando o cabelo para trás ainda curvada com as pontas dos dedos tocando a cama-elástica. Girei ao redor da cama elástica e ao chegar no final da estrofe coloquei um de meus pés em cima do objeto, subindo em cima com cuidado para não saltar ainda. Eu queria ser uma flyer e como não queria usar outras pessoas no meu teste era assim que iria mostrar minhas habilidades no ar.
When I got my back up against the wall
Don’t need no one to rescue me
Cause I ain't waiting up for no miracle
Yeah, tonight I’m running free

Realizei primeiramente um salto básico das líderes de torcida que já havia visto ser executado, pulei na cama-elástica e abri os braços encolhendo as pernas rapidamente, estendi as pernas a tempo de tocar a cama-elástica e pulei novamente dessa vez fazendo uma cambalhota para trás com o corpo totalmente encolhido. Senti o impulso maior ao tocar os pés no elástico e subi para um salto ainda maior fazendo um salto Tuck.
Into the blue, into the blue
With nothing to lose
Into the blue

Dei pequenos saltos involuntários depois do último enquanto esperava o elástico parar de balançar, fiz uma posição de Low V fazendo a posição de touchdown em seguida. Respirei fundo no início do último verso e dei um breve pulo para dar impulso, voltando a tocar o elástico com os pés rapidamente dando outro salto bastante alto que se chamava Pike. A canção terminava e dei um salto para fora da cama elástica dando um mortal para a frente parando em posição de High V. Havia me esforçado naquela apresentação, sorri em direção a treinadora das líderes de torcida e me afastei para beber água e esperar o resultado.


Tags: Tryouts || Wear: This || By:


____________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Savannah M. White em Qua 10 Dez 2014 - 20:56



Audição paraCheerios

Com Ninguém  MUSIC   vestindo
Acordei mais cedo aquele dia já que era minha audição para ser Cheerleaders em Ohio, no Mckinley  e depois de tomar meu banho e me arrumar para o 1ºdia como tal ,  justamente nesse dia eu estaria muito nervosa , será que eu conseguiria? Cheguei ao colégio e depois de escutar a capitã de que teríamos que nós dar o máximo e eu não queria passar vergonha a frente d todos, fiquei esperando me chamarem e me preparei para começar, ao ouvir a musica : We Found love e comecei a dançar e faço mortais com o decorrer da musica e no refrão fiz um mortal , tentando mostrar meu melhor e eu não deixava transparecer que eu estou nervosa e tentando não deixar nada estragar esse dia , era importante pra mim , eu queria ser aceita, era o mínimo que eu poderia fazer , eu tinha que fazer tudo dar  certo para não me fazer passar vergonha e ser ridicularizada por todos e isso com certeza pesaria em mim ,todas me olharam me intimidando, elas eram experientes menos eu , a  novata , continuei a dançar e ao sorrir sem deixar parecer que estava nervosa e com medo de alguma coisa der errado , continuei meus movimentos e tentando não errar nada e eu não me envergonhar na frente de praticamente toda a escola , isso era inaceitável , eu não vivia com minha mãe , era só o meu pai e mesmo assim ele continuava rigoroso com seu julgamento e se soubesse que sua filhinha tinha o humilhado na frente de todos, com certeza teríamos que nós mudar pela 37 ª vez , não era novidade a mudança mas o olhar de humilhação de meu pai com certeza era pior ,muito pior que qualquer outra coisa no mundo , continuei com os movimentos tentando não errar com meu pai e com todos , isso com certeza me assombraria sempre ,  continuei os movimentos na esperança de que eu iria me sair bem e ninguém me humilharia e o olhar de superioridade ajudava muito nessas horas inclusive quando se está ansiosa e com medo do que lhe pode acontecer se errar , a cada segundo meu coração parava e voltava a bater sem nem esperar eu tentar me acalmar , isso se tornava uma angustia muito boba , mas muito rápido a cada segundo e eu olhava para os lados na esperança de que alguém pudesse me mostrar um sinal de que estava fazendo tudo certo mas isso não acontecia e me deixava cada vez mais nervosa mas eu não deixava parecer que eu estava nervosa e  ao terminar sorrindo e saio indo me sentar ao lado das garotas.



@thanks


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Ez D'eshua em Qui 11 Dez 2014 - 17:11



Froot


2



"Ai, corre!" Ez acordou num salto. Seus olhos negros se perdiam diante do seu armário com um batalhão de pares de tênis, era tanta para um estilo único que ficava difícil de escolher. E ele não havia tomado uma decisão muito simples, pegara um par azul e depois de respirar fundo - era como desejar boa sorte a sí mesmo - o colocaria.

Ele parecia ser o único menino que havia se inscrito para a audição; era um pouco vergonhoso para ele ser visto num lugar repleto de garotas a sua volta. A fila não parecia ser muito grande e aos poucos a hora dele se apresentar se aproximava. Ez havia feito aulas de dança na sua terceira viagem pra Coréia do Sul, onde se juntou a um grupo de colegas que dançavam incrivelmente bem, menos ele.

- EzPung D'eshua? - Chamou uma voz que, por incrível que pareça, pronunciara da forma correta.

Forçou um sorriso na face e se dirigiu ao centro do campo. O seu número precisava de uma outra líder de torcida, que entrou ao seu lado. Mandou uma piscadela para um grupo de garotas que se aglomeravam próximas a caixa de som e colocaram a versão instrumental da música 'Froot' pra tocar.

O coreano deus alguns passos de distância da líder de torcida e com ambas as mãos livres, ordenou com a balançar da cabeça para a garota dar início a um curta corrida. As palmas do menino seguraram a cintura da líder de torcida no momento em que ela se aproximou dele e usufruindo um pouco de sua força, levou ela ao ar, girando por exatos três segundos com ela suspendida.

Colocou a garota ao chão, balançando os braços devido a força usada. Era hora de dar inicio a segunda parte; agachou-se entrelaçando os dedos da mão direita nos da esquerda e novamente ordenara a menina a dar início a uma corrida. Esperando na mesma posição a garota se aproximar, tinha de admitir que estava  esperançoso já que não tinha visto muitas pessoas se inscreverem como base. A garota colocou os pés nas mãos de Ez e com um impulso para o alto, ele levantava seu corpo junto com o da líder de torcida, que    a soltou por ser um pouco pesada, mesmo assim levantando-a no ar e segurando-a pela cintura, repetindo a mesma habilidade anterior só que sem girar.

Ele não tinha mais coisas para mostrar, já que bases necessitavam mais da força e ele já havia a demonstrado. Agradeceu a líder de torcida e andejou ao bebedouro mais próximo.

____________________


other asian


Wish me luck, I'm gonna need it

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qui 11 Dez 2014 - 22:08


— problem
I know I shouldn't ever call back.


Depois de um longo dia de provas, a parte mais trabalhosa estava prestes a acontecer. Pelo menos, era isso o que achava. Já chegando ao campo de treino, ouvi um burburinho. Cinco novas pessoas estavam dispostas a fazerem o teste dessa vez. Uma alegria espontânea surgiu em mim, a qual ignorei. Não fazia questão de mais gente na equipe, mas, quanto mais, melhor. Não reclamaria. Estava esperando que se atrasariam, mas já estavam todos lá, a minha espera. Sorri, já dando-lhes ponto por serem pontuais. Uma cadeira havia sido deixada bem a frente do campo, onde usariam o espaço para o teste. Percorri o caminho que faltava para chegar no local, e me sentei. Peguei a prancheta que havia pedido para deixarem lá, vendo os nomes anotados por ordem de chegada, portanto, a ordem de apresentações. Chamei o primeiro nome, e tão rápida fora a garota, que eu tinha começado a piscar os olhos algumas vezes, como se tivesse me teletransportado para outra dimensão e só voltado no fim da apresentação dela. Eu estava demente ou algo assim? Resolvi olhar para o lado, e igual a mim, as outras cheerios estavam desnorteadas.

"Não vou nem perguntar se ela vai continuar." Era tudo o que eu conseguia pensar no momento. Respirei fundo, vendo a próxima garota se levantar.

Comecei a tossir. Tinha ficado com a boca aberta de mais e uma grande quantidade de ar havia entrado em meus pulmões, mais do que o necessário. Eu queria aparatar dali, e entrar no maior buraco do mundo e só sair, quando aquelas pessoas gritassem que estavam desistindo. "Pelo amor de Deus!" Ouvi algumas cheerios rirem, e as repreendi. Não estava vendo nada bom, mas ainda sim, isso não era motivo para risos paralelos. Todos tinham suas dificuldades, apesar de que a dessas pessoas estavam superando quaisquer que já pudesse ter visto.

A próxima apresentação fora de fato, a melhor entre as outras já feitas. A garota de olhos claros sabia definitivamente o que estava fazendo, apesar de parecer que estava fazendo o teste por fazer. Já tinha lhe visto pela escola e em algumas festas, e lembrava que sua personalidade era bastante... Forte. Consegui assistir a performance sem expressões catatônicas ou engasgos. Ela tinha sido boa. Finalizou, e estava claro, mesmo sem dizer nada, que ela ocuparia o cargo de flyer, já que suas habilidades ainda não treinadas eram muito melhores que a da cheerio atual. "Quando treinar, ela será uma das melhores da equipe." Finalizou a linha de pensamentos, no mesmo momento em que a apresentação da garota se encerrava.

A seguinte fora tão desestimulante, que a vontade que meu deu, foi de desistir do cargo de capitã e abandonar a equipe. Não tinha nem o que falar. Minha expressão de incredulidade deveria ser tão grande, que até eu podia sentir o vento passar por minha boca, que novamente estava escancarada.

Água! — Pedi, desesperada. Precisava de água para conseguir engolir tudo aquilo melhor.

Já estava começando a despertar meu lado religioso, levando-o ao extremo de todas as formas, onde pediria para que aquela tortura acabasse logo, em troca de algum ato piedoso ou de idas constantes a igreja para me redimir, quando o último garoto finalmente se levantou. Seu teste havia sido mediano. Ele tinha talento, mas faltara o principal. A música. Ele havia usado instrumental. Era até aceitável, e reconhecê-lo na equipe sendo um dos poucos garotos, seria algo difícil, já que estava com um pé atrás. Suspirei, me levantando depois de tomar um gole de água.

De verdade, estou passando mal. Nunca vi nada desse tipo. Perdoem-me se soa rude, mas o único teste aceitável, foi de... — Olhou o nome no papel. — Isabelle Leotta e  EzPung D'eshua. — Limpou a garganta.

Algumas cheerios começaram a conversar, o que de fato, me deu espaço para respirar fundo e pensar seriamente no que dizer àqueles cinco.

Vou ser bem breve, detesto rodeios. — Moveu a cabeça para o lado rapidamente. — Os dois citados anteriormente foram os únicos admitidos na equipe. — Olhou para Isabelle e Ez, os cumprimentado pelo olhar.


_________________________ ▲▲▲▲▲▲ _________________________


JANE WINCHESTER: Um teste, requer um post digno de um. Como uma apresentação, ou seja, se for fazer só um pedaço, de dois um: Preferir não fazer ou fazer aceitavelmente descrito, detalhado e bem designado. Você fez um pedaço, com mais descrição de rapariga, do que com o teste. Se tentar novamente, use uma boa parte da música e descreva as partes e não só um pedaço. Use a dramaticidade que fora exigida nas regras no tópico de inscrição, fora o que faltou em seu post. Soma = 40 pontos por introdução. 40/70 pontos atingidos. TESTE NÃO ACEITO.

MITCHIE WINCHESTER: Seu teste poderia ser aceito, se você tivesse detalhado as partes da música por estrofe, e não deixado pra postar ela inteira e detalhar depois. Você pode pegar esse teste se quiser tentar de novo, e editar, será mais fácil tanto para eu avaliar, como para você, que não terá que refazer um do 0. Soma = 40 pontos de introdução + 5 de descrição. 45/70 pontos atingidos. Sem falar que seu template me deixou mais cega, que cego no escuro. e-é TESTE NÃO ACEITO.

ISABELLE LEOTTA: Não preciso nem comentar que foi o melhor teste. A música bem dividida, descrita por partes em ordem cronológica, e com tanta posição que por um momento me perdi aqui no kamasutra. 40 pontos por introdução + 20 por organização + 30 por descrições bem formuladas. 90/70 pontos. TESTE ACEITO.

SAMANTHA DO NOME GRANDE: Seu teste faltou tudo. Desde espaçamento de parágrafos, até pontos finais. Não é por ser uma postagem online, que as normas da língua portuguesa serão deixadas de lado. Pontuações corretas são NECESSÁRIAS para a coerência de um texto, e eu li o seu correndo, parando apenas de vírgula em vírgula. Também faltou o principal em um teste de líder de torcida. A música. Você citou no post, e o.k, de acordo. Mas faltou copiá-las na postagem e ir descrevendo. Não é só chegar e dizer que fez mortal e pirueta. Se for tentar um novo teste, dê uma lida sobre cheerios na wikipédia, e vamos ver no que dá! Se precisar de ajuda, consulte outras pessoas, se preciso. 20 pontos por tentativa. 20/70 pontos. TESTE NÃO ACEITO.

EZ D'ESHUA: Ez, gostei do seu teste. E admiro sua capacidade de ser um garoto, e querer fazer parte de um grupo com dominância feminina. O que de fato não me deixou satisfeita, foi a parte musical. Você driblou bem a detalhação de suas movimentações, mas faltou a música. Não aceitaria seu teste por ter usado instrumental, porém, por não ter colocado nas regras que era obrigatório o uso da música citada, resolvi ignorar este fato, mas nos treinos vou exigir que coloque. 70 pontos. 70/70 pontos. TESTE ACEITO.

Teste das Cheerios ▼ UNIFORME ▼ NOTES; Chama o xamu que eu tô desmaiada.

template coded by always and forever of atf


____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Ter 6 Jan 2015 - 22:45



unexpected presence
Enquanto formavam a pirâmide, minha cabeça latejava. As cheerios estavam me dando muita dor de cabeça desde o sumiço de Hanna e SanClair. Com exceção de Brittany e Santana, todos estavam indo de mal a pior. Já tinha tentado novas técnicas, mudar passos, mais nada parecia funcionar. Chegou o momento em que a frustração havia me dominado, e eu não queria mais me inconformar com nada disso. Tinha a preocupação voltada para a competição que se aproximava, e justamente as garotas que estavam indo bem no treino, eram minhas concorrentes.

Chega por hoje! — Peguei o megafone, e diferente de Sue, não berrei.

Desanimadas, as novatas rumaram para o vestiário, logo em seguida, as veteranas. Antes de ir, guardei as coisas e fui levá-las para a sala de apetrechos, vulga sala da treinadora, que estava vazia a uma boa quantidade de dias. Voltei, indo diretamente para o vestiário. O falatório estava grande, o que fez minha dor de cabeça aumentar. Eu ainda tinha aula no clube glee, o que não ajudaria em nada. A tarefa da semana era fazer algo sobre Madonna, o que não me agradava nem um pouco. Já tinha feito algo dela, mas de fato, não era uma apreciadora da múmia do pop.

Ao finalizar meu banho e a troca do uniforme, guardei minha mochila dentro do meu armário, pegando o livro de história para seguir meu caminho, quando uma figura interessante chamou minha atenção. O estádio já estava sozinho, com exceção de nós duas. Rachel parecia assustada, como sempre, o que me fez respirar fundo. Hoje eu não estava para dramas. Tinha certeza que havia uma veia saltada em minha testa, o que era apenas impressão, já que realmente não havia. Esse era o preço da dor. As vezes, você poderia se iludir facilmente.

O que faz aqui, Rachel? — Perguntei, séria.

Estava de pé, em frente as arquibancadas, o que me fez subir até dois andares abaixo dela. E mesmo assim, podia jurar que estava quase do seu tamanho. Esperei por sua resposta, arqueando uma das sobrancelhas assim que ouvi o primeiro relato vindo dela.

— the stars are at your fingertips.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Rachel Berry em Ter 6 Jan 2015 - 23:09


New Friend

It's better get a new friend than have no one



"E
u ainda não sabia bem o que havia ido fazer ali. Provavelmente todos me odiavam, assim como no Gleee Club E no resto da escola. Creio que só Finn,meus pais e Mr.Schue não me odiava - ainda. Assisti ao treino pensando em como elas ficavam ótimas dançando, em como o movimento de uma complementava o da outra. Elas eram como uma enorme máquina,onde uma precisava da outra. Eu sempre era a peça que sobrava, e portanto era jogada de canto. Suspiro. Sem notar, o treino havia acabado e as garotas já haviam ido se trocar. Decidi esperar mais um pouco pois não queria chegar cedo demais ao Glee Club, pior que ser a excluída era ser a "nerd" do grupo.
Uma voz me tira dos meus pensamentos e eu me levanto,assustada. Sabia que era proibido eu estar ali, e temi que fosse ser suspensa. Vejo Dianna à minha frente. A garota parecia séria,estressada e prestes aa matar alguém. Minhas mãos tremiam,porém sorri.
- Oi Dianna...Não quis atrapalhar vocês. Vim assistir ao treino. Aqui ao menos eu não tenho de suportar os xingamentos e risadinhas...O campo é um bom lugar para pensar. - dou de ombros, envergonhada. - Desculpe. Sei que não deveria estar aqui. Não quero ganhar mais hostilidade do que a minha cota diária no Glee Club.



Tags: Aqui | Notas: Aqui | Ouvindo: Aqui | Vestindo: Link aqui


Coded By:@Lila!| For: @MDD

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Ter 6 Jan 2015 - 23:53



unexpected presence
Rachel preocupou-se em se desculpar, primeiro. O que não me surpreendeu. Não sei o que ela fazia para tantas pessoas desgostarem dela, na escola. Claro, fora a pose de drama queen que costumava mostrar, a garota dava indícios de ser alguém bem solitário. Okay, todos tinham seus defeitos e Rachel era como uma pessoa qualquer. Sempre educada, gostava de ajudar as pessoas do Glee, e era uma das vozes principais do coral, a que muitas vezes nos salvava. Era difícil odiá-la vendo como estava agora, e depois de pensar em tantas coisas prováveis sobre Rachel Berry.

Não sei se você vem aqui com frequência, mais... As pessoas não ligam para essa regra. E nós não nos importamos em ter uma platéia. — soltei um suspiro pesado.

Ela havia se levantado, provando minha dedução de que estava assustada com minha presença. E bom, suas falas seguintes me fizeram ter um súbito sentimento de raiva. Rachel nem ninguém mereciam ser tratados de forma hostil. O problema, é que tudo no Mckinley era movido por status social, e Rachel estava muito abaixo do que poderia imaginar.

Sim, é um ótimo lugar para se pensar quando Sue não está por perto. — comentei.

Resolvi responder apenas isso, e deixar a parte sobre hostilidades em um canto longe dali. Como havia pensado antes, não queria nada com dramas para o restante do meu dia. O que me surpreendia, era o fato de que o tão falado e generoso Finn Hudson, namorado dela, não estava consigo para lhe dar apoio.

— the stars are at your fingertips.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Rachel Berry em Qua 7 Jan 2015 - 0:58


New Friend

It's better get a new friend than have no one



"S
orrio gentilmente com as palavras dela,agradecendo.
- Venho assisti-las ás vezes,me parecem sempre tão unidas e honestamente sempre adorei as cheerios. Ainda bem que não incomodo aqui.
Ouço suas proximas palavras e rio,divertida. Sue realmente poderia ser um problema.
- Sue atormenta vocês também? Como ela é com as cheerios? - pergunto,curiosa,aproximando-me da garota. Achava que podia confiar nela. - Não sei porque todos me odeiam... - suspiro e olho o chão,com uma tristeza nítida no rosto.

Tags: Aqui | Notas: Aqui | Ouvindo: Aqui | Vestindo: Link aqui


Coded By:@Lila!| For: @MDD

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qua 7 Jan 2015 - 13:47



unexpected presence
Respirar fundo estava se tornando quase como um vício para momentos nervosos. Olhei para Rachel, depois que me sentei em um dos bancos da arquibancada. Estava passando uma brisa agradável, tanto, que me fez fechar os olhos por alguns momentos. Soltei o ar que estava prendendo. Ainda faltava mais de vinte minutos para o sinal tocar e termos que ir para o clube glee.

Somos treinadas para sermos perfeitas, por isso, existe sincronia em tudo. Menos quando tenho que treinar novatas. — comentei.

Desprendi a liga que estava no cabelo, que estava molhado. Deixei meus olhos vagarem para outro lugar, evitando ter que encarar a expressão comovente de Rachel Berry. Se fosse outro dia, provavelmente eu já teria lhe dito algumas coisas ruins e lhe mandado embora. Mais hoje, eu estava sem paciência até mesmo para me aguentar. E se tem algo que eu não sou, é hipócrita. Não julgava ninguém sem conhecer, e nem mesmo depois disso.

Sue é totalmente maluca. Mesmo quando fazemos tudo certinho, ela implica em nos tirar do sério. — deixei no ar o restante do comentário.

Afinal, todos conheciam Sue Sylvester. Passei os dedos por meus cabelos, resmungando internamente. Ouvi o tom de voz vacilante da baixinha a dois andares a minha frente, e me forcei a manter os olhos longe dela. O que não foi por muito tempo, já que segundos após a tentativa, estava lhe encarando.

Você deveria se importar menos com isso, Rachel. As pessoas tem o costume de desmoralizar as outras, as que lhe assustam por seu potencial. E isso, com certeza você tem, ao contrário desses hipócritas daqui. — continuei a lhe encarar.

Com certeza, parte do ódio que sentiam por Rachel, se dava ao fato de que eles sabiam que ela chegaria a algum lugar, e seria um lugar importante, levando em conta o seu talento.






— the stars are at your fingertips.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Rachel Berry em Qua 7 Jan 2015 - 16:39


New Friend

It's better get a new friend than have no one



"S
ento-me novamente, observando-a. Ela estava dois bancos abaixo de mim, o que me dava a sensação de - uma vez na vida - ser mais alta que alguém. Esse pensamento me faz sorrir. Com o tempo aprendi a não ligar para o que diziam sobre a minha altura,porém o mesmo não acontecia em relação aos outros xingamentos. Ouço o comentário da garota sobre a perfeição das cheerios e concordo.
- Vocês são incríveis. Mas devo estar certa ao pensar que não seria bem vinda entre vocês,pelo menos por algumas pessoas. - sorrio,pensando em Sue e em Santana. O próximo comentário de Dianna foi sobre Sue - ironicamente - e eu rio novamente. - Será que nada a Sue um pouco mais feliz? Poderíamos tentar! - lanço um olhar divertido à ela,tentando atrair seu olhar para mim. Seu próximo comentário me comove e eu mordo o lábio inferior olhando-a nos olhos. Aproximo - me mais dela, sentando -me à sua frente com um sorriso agradecido nos lábios.
- Obrigada Dianna. É difícil não me importar com o que a Kitty, por exemplo, diz. Você também tem talento para o canto e para a dança. Creio que a verei em Julliard ou em outra academia famosa um dia. E, sabe, adoraria ser sua amiga. Se eu puder, é claro.- sorrio, tentando ser simpática com a garota. De repente, uma ideia me surge na mente e eu a olho com expectativa e animação.
- Ei, e se fizéssemos um dueto para a tarefa do ND dessa semana? Poderíamos cantar Hung Up, que é ótima para dançar e nós duas conseguiríamos cantar. - falo animadamente explicando a minha ideia. Ela concorda, e a melodia de introdução da música se inicia enquanto descíamos as escadas até o campo e a saída. Enquanto nos dirigíamos para a sala do ND lado a lado, canto com um andar confiante e olhar desafiador pelos corredores. Hora de deixar para trás a postura de 'odiada da escola'. Hora de ser mais forte que nunca.
Time goes by so slowly
Time goes by so slowly
Time goes by so slowly

--------Mudança de Cenário - Sala do ND ------------




Tags: Aqui | Notas: Aqui | Ouvindo: Aqui | Vestindo: Link aqui


Coded By:@Lila!| For: @MDD

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qua 7 Jan 2015 - 18:26



unexpected presence
Rachel era uma pessoa curiosa, podia reparar isso ao olhá-la melhor. Em seus pequenos gestos, mover as mãos constantemente ou morder os lábios lhe davam um tom mais sexy do que ela realmente aparentava. Desde pequena eu tinha aprendido a não subestimar a beleza de cada ser humano, e que isso realmente não importava mais que seu caráter. E Rachel tinha ambas as coisas. Lembrava bem dos comentários de Kitty sobre seu nariz ou algo parecido na sala do coral. Achava desnecessário a pose de vadia da loira, e por muitas vezes fez notas mentais de que aquilo estava acabando com a beleza dela.

Então, a menina falou algo sobre Sue. Não me nego a pensar se algo realmente poderia fazer Sue feliz ou pelo menos, menos amarga. Não tinha o menor interesse em saber o por quê de a mulher ter se tornado uma megera loira, apenas ignorava os gritos e tentava monitorar as cheerios para receberem a menor quantidade de gritos por treino. Respirando fundo mais uma vez, abri um sorriso de canto com os elogios. Eu queria mesmo ir para Julliard, mas duvidada dos meus talentos, se tinha mesmo potencial para a melhor universidade de dança do mundo.

Obrigada, Rachel. E... Vamos com calma, certo? Acho que não seria normal uma cheerio ser amiga de uma pessoa como você do nada. Mais saiba que não vou te agredir com comentários maldosos nem nada do tipo. Acho desnecessário. — comentei.

E então, minutos depois, Rachel propõe um dueto. Éramos uma das mais presentes no coral, certo que eu era melhor na dança do quê no canto, mas sabia o bastante para não passar vergonha ou fazer nada errado. Afinal, três anos no clube glee haviam servido para algo útil, além de aperfeiçoar minhas habilidades de coreografa. E sem nem esperar uma resposta, ela se levantou e saiu andando com aquele olhar confiante e pisadas fortes dignas de uma drama queen.

Podia ouvir no fundo de minha mente as batidas de Hung Up, sempre contagiante. E junto a profundidade do volume, estava a vontade de fazer um dueto com Rachel, e matar a curiosidade de saber como seria uma parceria musical nossa. Indo atrás dela, pude ver o mar de cheerios se aglomerando, enquanto ainda de cabelos soltos, eu andava - quase desfilando - pelos corredores, e em um devido momento, dei um salto, girando meu corpo em torno dele mesmo. Era notório a diferença entre os olhares que lançavam de mim para Rachel, o que fora ignorado por mim.

Every little thing that you say or do
I'm hung up
I'm hung up on you
Waiting for your call
Baby, night and day
I'm fed up
I'm tired of waiting on you!

Comecei a cantar assim que Rachel passara pela porta de entrada do Glee, atraindo olhares. A primeira linha fora cantada por mim, sendo seguida por nossas duas vozes juntas, para voltar a ser um solo meu. Estávamos com as mãos na cintura, movendo apenas os ombros em ritmo a música, o que não durou por muito tempo. Flexionamos nossos quadris para trás, e a parte superior para frente, deixando uma mão na cintura e o outro braço esticado para frente. Eu apontava para Sam, enquanto Rachel focalizou Finn.

Demos vários para frente, ela indo até ele erguendo os braços para cima, mostrando a Rachel desperta e animada das performances que eu preferia ver, do quê a garota infeliz de minutos atrás. Desviando minha atenção dela enquanto continuava a cantar, subi as escadas de onde se encontravam as cadeiras e passei para perto de Demétrio, tocando seus ombros com as duas mãos.

Time goes by so slowly for those who wait
No time to hesitate
Those who run seem to have all the fun
I'm caught up
I don't know what to do.

Time goes by so slowly
Time goes by so slowly
Time goes by so slowly
I don't know what to do

Me abaixei um pouco para cantar ao lado de seu rosto. Sentia falta de interagir com ele, que estava mais desaparecido do que nunca, desde a festa de Halloween. Já era ano novo e ele estava calado de mais. Resolvi quebrar o "gelo" agora, tentando restaurar nossa amizade, a qual eu não deixaria de lado em hipótese alguma. Passei por ele, mais uma vez girando o corpo, tomando cuidado para não colidir com ninguém.

{Troca de cena - CAMPO DE TREINO DAS CHEERIOS}
Dianna & Rachel ~ Hung Up performance

Ao parar o giro, estava no campo de treino mais uma vez, com Rachel ao meu lado, e todos os membros do glee nas arquibancadas, animados com o início do que seria um bom dueto. Joguei os braços para frente, e o quadril para trás, mexendo-o para os lados rapidamente, para depois rebolar, flexionando um pouco os joelhos para dar rápidas passadas para os lados, após a movimentação anterior. Rachel pareceu captar meus passos e me acompanhou sem nenhum dificuldade, o que me fez abrir um sorriso gigante. Ao começar a repetir o Time goes by so slowly, dei outro giro, e por agora, estávamos nos corredores do Mckinley, chamando a atenção de todos que estavam no local, esbanjando uma sensualidade não abusiva com um tom de diversão. Me virei para a baixinha, batendo um high five com ela, lhe dando todo o espaço para que prosseguisse, finalizando minha parte com o i don't know what to do.

— the stars are at your fingertips.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Rachel Berry em Qui 8 Jan 2015 - 17:06


New Friend

It's better get a new friend than have no one



"D
urante toda a parte de Dianna acompanho seus passos sem dificuldades e me mantenho perto de Finn, dançando para ele. Amava quando ele me olhava como se eu fosse a coisa mais linda de seu mundo - o que eu esperava que fosse mesmo.  Após o nosso high five desço meu tronco subitamente, parando com os joelhos bem flexionados e minhas mãos em minhas coxas. Eu impulsionava meu corpo para cima e para baixo rapidamente algumas vezes, apoiada nas pontas dos pés. Jogo a cabeça para o lado,fazendo meus cabelos voarem naquela direção. Giro meu corpo apoiando-me no joelho esquerdo usando-o para me levantar.
Every little thing that you say or do
I'm hung up
I'm hung up on you

Giro,e estamos de volta ao campo das cheerios. Algumas delas estavam atrás de nós,imitando nossos passos e nos ajudando na dança. Minha mão esquerda estava fechada em punho e levanto este mesmo braço com 'soquinhos' no ar, jogando o quadril para os lados a cada 'soquinho' dado. As cheerios e Dianna me acompanharam nesta parte.
Waiting for your call
Baby, night and day
I'm fed up
I'm tired of waiting on you

Termino minha parte em'I'm tired of waiting on you' com uma perna flexionada,a mão esquerda na cintura e a outra mão apontando diretamente para Dianna com um sorriso divertido e provocador.

Tags: Aqui | Notas: Aqui | Ouvindo: Aqui | Vestindo: Link aqui


Coded By:@Lila!| For: @MDD

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qui 8 Jan 2015 - 21:09



unexpected presence
Para algo totalmente inesperado e dentro do tema semanal do clube glee, Rachel e eu estávamos nos dando muito bem. Era exatamente assim que eu imaginava um dueto entre nós duas, na verdade, estava se saindo melhor que a encomenda. Era justamente por isso que preferia os momentos que aconteciam em sua forma natural. Enquanto ela fazia seus passos, em volta de Finn, não pude deixar de revirar os olhos. Eles não combinavam em nada. Rachel claramente chegaria a algum lugar, enquanto Finn... Por mais boa pessoa que ele fosse, as vezes, isso não era tudo. Todos sonhavam com um destino fora de Ohio, em um lugar em que poderiam ter sucesso sem perda de tempo. Mais Finn... Parecia perdido no tempo.

Deixando isso para lá, meu corpo e o de Rachel haviam passado por mudanças. Vestidas com uma roupa diferente. Estávamos com uma meia blusa de mangas longas como segunda pele em tom de preto, com um uniforme vermelho do mckinley. Daria um ótimo modelo novo para as cheerleaders. A saia continuava a mesma, com exceção do detalhe branco, que havia sido substituído pelo preto. Me movi para o lado, chamando a atenção dos outros colegas do coral, que nos acompanhavam atrás, enquanto as cheerios, Rachel e eu, dominávamos o campo. Ao cantar o "ring ring ring", começamos a formar uma pirâmide. Temi que Rachel não soubesse subir, mas, como ela havia dito que observava os treinos constantemente, ela poderia ter noção do que fazer e não fazer. De toda forma, fiz com que ela escalasse primeiro, lhe dando cobertura atrás. Com sucesso, chegamos ao topo. Ficamos as duas em cima, e logo descemos. Um tom de dramaticidade foi adicionado, assim que um canhão de confete explodiu atrás de nós, e fomos lançadas para trás, numa cama elástica.

Ring ring ring, goes the telephone
The lights are on, but there's no one home
Tick tick tock, it's a quarter to two
And I'm done
I'm hanging up on you

I can't keep on waiting for you
I know that you're still hesitating

As outras cheerios tomaram suas posições, girando a cama, enquanto nós dávamos piruetas aleatórias. Descemos, dando carreirinhas sincronizadas, dando saltos no meio da corrida, e contagiando os outros membros uma outra vez. Ao cantar o "i can't keep on waiting for you", Rachel me acompanhou, e trocamos de lugar. Ela vindo para a direita e eu passando para a esquerda. Dei continuidade, deixando para ela o restante da canção. Finais eram sempre melhores, com um tom de Rachel Berry. Ou era bom, bom de mais, ou não prestavam. Eu preferia acreditar que ela fecharia da melhor maneira possível. Ou caso contrário, meus conceitos e postura com ela mudariam drasticamente.

— the stars are at your fingertips.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Rachel Berry em Sab 10 Jan 2015 - 1:30


New Friend

It's better get a new friend than have no one



"E
u sinceramente não acreditava que conseguria fazer a pirâmide,mas,para a minha total surpresa consegui. E consegui também seguir os passos de Dianna com perfeição,surpreendendo a mim e a ela. Nossos corpos se moviam com habilidade, uma sempre complementando o movimento da outra. Nosso dueto com certeza era o melhor do século!
Jogo os braços para traz,segurando minhas próprias mãos atrás da cabeça. Coloco uma das mãos à frente do meu rosto,descendo-a pelo meio dos seios até a barriga. Este movimento acontecia enquanto eu descia novamente ao chão (no mesmo ritmo da mão) e me apoiava nos pés novamente. Giro a cabeça,fazendo meus cabelos voarem,em seguida apoiando-me com as mãos no chão e ficando em pé novamente. Isso acontecia enquanto eu cantava uma das estrofes mantendo a voz mais alta,acompanhada de um olhar provocador em direção à platéia. O 'me' e o segundo verso foram estendidos,dando um tom mais dramático à estrofe.
Don't cry for me
'Cause I'll find my way
You'll wake up one day
But it'll be too late

Viro-me de lado e estendo a perna direita à frente,mantendo-a meio flexionada.Levanto o braço esquerdo e estico a perna direita,em seguida alternando para abaixar o braço e flexionar a perna, utilizando a outra perna como apoio. Dou um passo para frente e em seguida viro-me de costas,voltando aquele mesmo passo para trás e virando-me de frente novamente. Jogo os braços para cima e flexiono ambas as penas,rebolando naquela posição descendo alguns centímetros e logo depois subindo novamente.
Every little thing that you say or do
I'm hung up
I'm hung up on you

Jogo os braços para frente e abro bem as pernas,movendo quadril e ombros,em seguida jogando meu tronco para a direita com a cabeça abaixada. Após a 'jogada' coloco meus braços atrás da cabeça e os desço para a cintura pelas laterais do meu corpo. Repito o movimento de braços e pernas da estrofe anterior e me jogo de joelhos no chão no término da música,levantando a cabeça subitamente depois,jogando os cabelos para trás. Um sorriso sedutor brincava em meus lábios. Eu apostava que tínhamos sido perfeitas.
Waiting for your call
Baby, night and day
I'm fed up
I'm tired of waiting on you

A música termina e eu olho para Dianna. Ela havia me acompanhado em todos os passos,assim como as cheerios. Fora tudo perfeito. Nos levantamos e batemos outro high five antes de sairmos dali como as divas que éramos.

Tags: Aqui | Notas: Aqui | Ouvindo: Aqui | Vestindo: Link aqui


Coded By:@Lila!| For: @MDD

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de treino das Cheerleaders

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum