Chalé Principal

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Chalé Principal

Mensagem por Stalker em Qua 24 Dez 2014 - 22:12

VENOMOUS CAMPING

O Venomous Camping é uma propriedade privada, exclusiva para festejos. Enorme, tem suporte igual à um campo de futebol, mas contém outras subdivisões. Tem a área da piscina, uma outra área para a montagem das barracas, um chalé expandido para servir de depósito de comes e bebes, e um outro para uso seletivo.

Locado para sediar ao Baile de Inverno de Lima, Ohio, a noite de gala mais prestigiada de toda a cidade. Todo o camping fora devidamente decorado de modo inteiramente invernal, tudo parece tão surreal e deslumbrante que qualquer um se sentiria sortudo o bastante para estar numa festa como aquela. O requinte já é claro desde a entrada ao Venomous, onde Valet's estão prontamente postos para atender aqueles que chegam de carros; um extenso tapete de um tonalidade bastante clara do azul e parcialmente coberto pela neve artificial - que caia em diversos pontos estratégicos da estrutura do acampamento - direciona aos recém-chegados para o grandioso espaço de um chalé que tinha todo o seu exterior revestido em pelos tecidos trançados das cores alvas do inverno. Um exclusivo fotografo do jornal local os aguarda logo na entrada do chalé, pronto para retirar uma foto dos casais que chegam, estas podendo ir para nas capas dos jornais da cidade. Os holofotes brancos e fortes que tomavam a entrada eram presentes no exterior do chalé, entretanto em minoria. Holofotes de cores frias também tomar conta do cenário exuberante. A neve pode ser vista por todos os cantos, seja ela nos brilhos presentes nos assentos espalhados pelo lugar, ou na estrutura do palco numa das extremidades. Além da cascata de neve artificial que também caia por ali, dominando por completo a pista de dança que tomava todo o centro do chalé. Na esquerda do palco, havia uma cabine com todos os equipamentos para o DJ convocado para animar o evento, e ao seu lado, um tanto que mais afastado, uma mesa enorme com bebidas e comidas de todos os tipos. No salão, fios invisíveis de nylon estão amarrados, dando suporte a cordões com flocos de neve e alguns visgos em lugares surpresas para a diversão daqueles que acreditavam na tradição natalina.  

____________________



The your ghost, the ur image. I'm the stalker!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Lucian K. Gauss em Qui 25 Dez 2014 - 23:39




Let it go


O baile, ai meu Deus, eu estava tão ansioso, eu pensei que nunca tinha me sentido tão nervoso até aquele momento do convite, mas agora parecia pior, eu já vestia meu Shakti Tailor, meu cabelo estava penteado de uma forma um tanto firme pra trás, no bolso interno do paletó jazia uma máscara em tom prateado, que combinava traços delicados com um acabamento rústico. Minhas mãos soavam sobre o volante da caminhonete, no banco ao meu lado havia uma pequeno buquê de tulipas amarelas, um buque pequeno, sem ornamentos, apenas 9 flores embrulhadas em seda rosada e amarradas com um fita branca.
Uma olhada básica no retrovisor, passo a mão pelo queixo, aonde obviamente não havia crescido barba alguma desde a última meia hora e com as flores na mão desço do carro caminhando até a porta da república rouxinol e tocando a campainha. Poucos segundos de espera e logo ele surge, lindo como ninguém mais consegue ser. - Uau - digo levando uma mão a parte de trás da cabeça e sem que percebesse acabava estragando o cabelo tão perfeitamente penteado - Eh… São pra você! - digo lhe entregando o buquê, seguimos juntos então para o carro e até a festa.
...
Após deixar o carro aos cuidados de um dos funcionários do camping pude finalmente me dar conta de tudo o que havia sido feito naquele lugar, era como se Elsa tivesse entrado na TPM por ali, tudo estava magicamente branco, cristais se mostravam pendurados em peças cobertas de neve artificial, o chão, os tecidos trançados em tons invernais, tudo absolutamente perfeito. Tirei a máscara do bolso puxando o elástico e a ajeitei no rosto, sorri para Mikhaël e fiz um gesto apontando para o centro do salão, o lugar ainda não se encontrava muito cheio, o que nos permitia caminhar sem muita dificuldade por todo o chalé - O que acha de uma bebida?- Dizia fazendo um gesto de cabeça na direção da mesa de drinks.


valeu @ carol!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Isabelle Leotta em Sex 26 Dez 2014 - 2:20



"Drifting apart like two sheets of ice, my love, frozen hearts growing colder with time. There's no heat from our mouths, please take me back to my rich youth and we were in flames..."
Winter Ball

O convite para o baile tinha sido algo inesperado para mim, eu não conhecia Nicholas há muito tempo, mas uma estranha amizade tinha sido formada entre mim e o garoto. Não esperava nada mais do que amizade com ele e tinha deixado claro para ele que não passaria disso, mas não havia nada de errado em acompanha-lo para o baile de natal que ocorreria e seria melhor do que ir sozinha para ficar bêbada. Tinha passado toda a tarde para me arrumar, mesmo que não estivesse interessada em Nicholas sabia o quão o garoto era belo e desejado e queria estar ao menos a sua altura durante essa noite. Depois de procurar bastante em várias lojas havia encontrado um vestido que me agradara, ele era de um tom negro como a escuridão da noite com detalhes de rosas em um tom de azul escuro, tinha ficado muito bom em mim e eu sabia que era perfeito para a noite. Preferi manter meus cabelos quase solto apenas prendendo uma pequena parte. Como era um baile de máscaras optei por uma máscara delicada em um branco com detalhes em azul bastante delicados que ficou muito bem com o vestido. Uma bela bolsa, um par de sapatos, joias e uma maquiagem tinham sido tudo para complementar o visual. Esperar Nicholas foi quase uma tortura, eu detestava esperar qualquer pessoa e apesar dele não estar atrasado esperar dar a hora marcada não me agradava nada.
Ele chegou cinco minutos antes da hora e desci as escadas rapidamente, gritei para o meu pai que estava saindo e percebi que Hyuna mais uma vez não estava em casa, não tinha visto muito a coreana ultimamente e apesar de estranhar não estava reclamando. Nicholas estava realmente belo aquela noite mais do que normalmente e arqueei a sobrancelha ao ver o garoto. Enquanto ele dirigia um silêncio confortável estava no carro e não reclamei, eu não gostava de falar besteiras quando um silêncio poderia existir e gostava de como ele entendia isso.
xxx
Ok, aquilo definitivamente era um grande baile, primeiro os funcionários cuidando do carro e aquela decoração excessiva, eu me sentia em um cenário de Frozen naquele grande salão. Forcei um sorriso ao jornalista tirar a minha foto com Nicholas, achava tudo aquilo um pouco ridículo, mas não tinha nada melhor do que fazer. Aqueles cristais no teto me fizeram pensar no que aconteceria caso um deles caísse na cabeça de alguém, com tantos acidentes em Ohio não me surpreenderia se ocorresse outro. Suspirei e olhei para o lado encarando o rosto de Nicholas. - Eu acho que é mais um baile de inverno do que de natal, com essa decoração e tantos membros de corais não vou duvidar se uma apresentação de Let It Go de Frozen começar acontecer. - Disse revirando os olhos ao terminar a frase.
clothes: this # tags:  Nicholas Hertfordshire # others: Nothing # Thanks Maay From TPO.

____________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Nicholas A. Hertfordshire em Sex 26 Dez 2014 - 3:24



Nicholas Angelus Hertfordshire
I’m just another Angel
O que mais original que um Baile de Inverno? Na Inglaterra chamávamos bailes assim de Yule Balls, bailes que comemoram o solstício de Inverno, a fartura da colheita e o bom ano. Realmente tinha sido um ano bastante interessante. O convite que eu recebera me dava direito a convidar qualquer pessoa para o tal evento. Pensei em Mary e Hanna, a me acompanharem mas as duas já tinham seus pares. Recentemente, eu e Isabelle tínhamos estabelecido uma interessante relação. Começamos com total indiferença, para implicância mútua, ódio profundo, implicância aberta, coleguismo, e  estaríamos caminhando para uma tranquila amizade por assim dizer. A convidei para o baile. E foi realmente inesperada a reação dela. Ela aceitou.

No dia do evento, eu ainda estava desarrumado de cueca sobre minha cama olhando o que ia vestir. Eu não acreditava que estava solteiro e indo ao baile com Isabelle Leotta, o mundo dava voltas. Não que ela não fosse linda, por que era. Não que ela não fosse deliciosamente provocante, por que meu senso de controle não sabia discernir. Ela tinha olhos magnéticos, sorriso misterioso, e um corpo sensual. A vertigem ao seu lado, podia até misturar essas coisas que daria no mesmo. Olhos misteriosos, Sorriso sensual e corpo Magnético, ou mesmo; Olhos sensuais, sorriso magnético e corpo misterioso. Não importava a ordem... o resultado era a bela guria que eu via abrindo a porta para mim.

Como um bom Inglês eu cheguei adiantado. Quando a olhei fiquei sem palavras. Ela estava linda, eu ajeitei minha gravata pigarreando e organizando minhas ideias. Reaprender a falar era um passo inteligente a se fazer. - Você está linda. - consegui formar a frase.

Ela arqueou a sobrancelha e eu sorri. Ofereci o braço e caminhamos até meu carro. Dirigindo o silêncio se estabeleceu entre nós, apesar de lançar-lhe olhares para ela e receber alguns olhares. Apesar de tudo, sabia que não ficaríamos, só aproveitaríamos a presença um do outro naquele baile.

Assim que chegamos a decoração do branco excessivo me cegou. Coloquei a mascara branca e seguimos para o salão. Tiraram uma foto nossa, e mesmo tentando fazer minha visão voltar ao foco vi como tudo estava bem arrumado para remontar o Musical Frozen. E eu não estranharia se alguém de um baile feito de Corais egocêntricos começasse a cantar e dar piruetas a lá Vocal Adrenaline. Incrivelmente, Ela tirou as palavras de meus pensamentos. O comentário inteligente me fez sorrir. - Sim, eu concordo, eu estou esperando algo como Disney On Ice aqui. Todo mundo se acha princesa Disney, e olha que nem estava falando só das gurias. - falei em tom sarcástico.

Peguei duas taças de uma bebida azul, que identifiquei como Lagoa azul, e entreguei uma taça para Isabelle. - Bem, saúde, srta. Leotta. Que nossa noite seja tão deslumbrante quanto seus olhos, e tão interessantes quanto seu senso de humor. Diria, se me permite o atrevimento...que o fim desta noite seja tão sexy quanto sua malícia natural. - digo brindando a ela.

Vestindo:
Spoiler:



____________________

I'm here without you baby. But you're still on my lonely mind. I think about you baby. And I dream about you all the time. I'm here without you baby. But you're still with me in my dreams. And tonight, it's only you and me... The miles just keep rolling.As the people leave their way to say hello. I've heard this life is overrated. But I hope that this. gets better as we go...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Isabelle Leotta em Sex 26 Dez 2014 - 3:53



"Drifting apart like two sheets of ice, my love, frozen hearts growing colder with time. There's no heat from our mouths, please take me back to my rich youth and we were in flames..."
Winter Ball

Nicholas era encantador até demais, eu poderia até preferir garotas, mas seria louca se não pensasse que o garoto que me acompanhara não era um enorme pedaço de mal caminho ou o mal caminho inteiro. Depois de superar os lados ruins de sua personalidade obviamente ele se tornava uma pessoa bem desejável. Encarei o líquido azulado dentro da taça que ele me deu, nunca gostei muito dessas bebidas de bailes, nenhuma delas eram tão fortes quanto o que estava acostumada.
Brindei com o rapaz formando um sorriso malicioso nos lábios após tomar um gole rápido da bebida e estava surpresa ao sentir o gosto de vodca um pouco fraco, porém perceptível no drink. - Saúde para você também Sr. Nicholas. Acho que com a sua companhia não é possível que a noite fique tediosa, pois terei algo  belo para encarar. - Assim que as palavras saíram de meus lábios pisquei atrevidamente por trás da máscara na direção do rapaz e levei novamente a taça aos lábios bebendo outro gole. - Mas se por ventura ficar em algum momento você sempre pode fazer um cover da Madonna e me divertir. - Uma risada escapuliu de minha boca ao me referir ao apelido que havia dado ao rapaz em nossas pequenas brigas por todos quererem ser como ele assim como a Madonna e o próprio rapaz agir como uma diva.
Encarei a pista de dança vendo alguns casais tentando dançar de um jeito um pouco ridículo e não pude deixar de rir um pouco mais alto ao ver um garoto pisar no pé de sua acompanhante. Se o baile fosse ruim eu sempre poderia contar com a falta de jeito das pessoas para me divertir. Olhei para Nicholas com os cantos dos olhos. - Você não deveria procurar algum de seus seguidores para fazer uma apresentação de Erotica intima? - Perguntei curiosa do porque o garoto não estar se atacando com qualquer pessoa nos cantos escuros daquele baile, se é que existia um com tantos cristais e branco no salão.
clothes: this # tags:  Nicholas Hertfordshire # others: Nothing # Thanks Maay From TPO.

____________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Nicholas A. Hertfordshire em Sex 26 Dez 2014 - 4:28



Nicholas Angelus Hertfordshire
I’m just another Angel
Seu sorriso derretia as gelerias, e uma aquecimento global acontecia dentro do meu Smoking branco. Partes de mim declaravam guerra e rebeldia. Sorri ao ve-la sorrindo. Ela me fez um cumprimento o que me fez rir. - Que a noite então seja um misto de tédio, ação e divertimento. - ela piscou e tomou mais um gole da bebida. - Bem, Que tenha diversão, mesmo vendo esses casais dançando, tédio para que você tenha alguma desculpa para me dar atenção. - digo me aproximando dela. - e ação para que a combustão entre nós exploda tudo. - digo sorrindo.

Ela desconversou, sorriu e disse que eu poderia fazer um cover da Madonna. Ela me chamava assim, admito que apesar de ter odiado o apelido no começo, hoje eu até gostava. Madonna era alguém a se admirar. Me aproximei mais ainda, e segurei sua cintura puxando-a a mim. Simulei a a dança de valsa que tocava no salão. Sussurrei em seu ouvido. - Só não poderei performar Like a Virgin, já sabe né. Sou meio experiente demais... - digo sorrindo.

Me solto dela e pego outra taça de bebida. Ela então perguntou sobre os meus casos e rolos. - Bem, sim. Eu também acho que eu poderia estar por ai me dando bem, mas ninguém parece mais me querer. Acho que perdi o jeito. - digo olhando os casais tomo um gole. - Ultimamente, nem resfriado... - digo com o olhar vago.



____________________

I'm here without you baby. But you're still on my lonely mind. I think about you baby. And I dream about you all the time. I'm here without you baby. But you're still with me in my dreams. And tonight, it's only you and me... The miles just keep rolling.As the people leave their way to say hello. I've heard this life is overrated. But I hope that this. gets better as we go...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Isabelle Leotta em Sex 26 Dez 2014 - 4:48



"Drifting apart like two sheets of ice, my love, frozen hearts growing colder with time. There's no heat from our mouths, please take me back to my rich youth and we were in flames..."
Winter Ball

Ok, eu não sabia se estava ficando louca ou algo parecido, mas eu podia apostar que Nicholas estava flertando comigo e sinceramente eu estava adorando aquilo. Tudo bem que eu não costumava ficar com garotos, mas ter Nicholas Hertfordshire diante de mim com aqueles belos olhos azuis e sorriso sedutor era meio difícil de resistir. Quando ele sussurrou em meu ouvido me deu arrepios, a voz dele parecia que tinha mel ou algo parecido, acho que estava começando a compreender o sucesso do rapaz com garotos e garotas.
Coloquei a taça em minha mão na bandeja do garçom que passava e peguei outra cheia com o mesmo líquido azul da anterior. - Desculpe em minha relutância em acreditar que você não está pegando nem resfriado com essa aparência. - Me virei em sua direção olhando-o da cabeça até os pés. Passei a língua por entre meus lábios e tentei me focar em olhar nos seus olhos, não pensar em pensamentos nada inocentes como os que passavam em minha cabeça.
Tomei um longo gole do líquido azul em minha taça e encostei minha mão contra o peitoral do rapaz. - Você é uma doce e perigosa tentação Nicholas Hertfordshire. - Murmurei em um tom baixo porém audível para ele e desci minha mão de seu peitoral até a sua barriga afastando-a em seguida. - Além disso com pessoas experientes é melhor, pode haver uma troca de experiências não é? - Perguntei sorrindo maliciosamente ao arquear a sobrancelha sugestivamente, não pude me conter de retribuir o flerte dele, nós dois eramos pessoas que apreciavamos de flertar por natureza e era divertido fazer isso com alguém como Nicholas.
clothes: this # tags:  Nicholas Hertfordshire # others: Nothing # Thanks Maay From TPO.

____________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Nicholas A. Hertfordshire em Sex 26 Dez 2014 - 5:26



Nicholas Angelus Hertfordshire
I’m just another Angel
Vamos admitir que Nicholas e Isabelle juntos no baile é a coisa mais estranha que Ohio poderia ver. A jovem era forte, determinada e isso eu já percebera nas nossas batalhas verbais. O que eu não percebera era o quanto aquela moça era encantadoramente hipnótica. A beleza de menina somada a aura de garota má, tinham um efeito eletrizante em qualquer um. Era comum que rapazes e moças virassem seus rosto para vê-la, e mais esforços para tê-la. Seu perfume era delicioso.

Ela se serviu de outra taça e me fez um comentário. Eu acordei de seus olhos sorri. - Apesar da fama, as vezes fico realmente solteiro. Não que eu goste disso. A carência bate, e minha cama parece mais fria que a decoração da festa. Mas admito que as vezes, tenho calores de corpos nela. Com menos frequência que antes ou que eu gostaria. - Sorrio olhando para ela e ajeito uma mexa de seu cabelo. - Mas sobre a aparência, você é linda e não vejo você namorando com ninguém.

Ela me olha de um jeito que me senti uma presa perante a uma feroz leoa. Lábios famintos, e deliciosamente convidativos. Ela levou a taça aos lábios. Sua mão recostou em meu peito. Até o jeit que ela falava meu nome me fazia arrepiar. Ela passava a mão sobre meu peito e seguiu até minha barriga. Estava hipnotizado, perdido em seu perfume, perdido em seus gestos, perdido e afogado nos seus mistérios.

Ela fala de troca de experiencias, o que me faz piscar e acordar. Ela ergueu a sobrancelha mais uma vez. Mordi os lábios virando todo o conteúdo da minha taça. Aquele jogo era para dois. - Não vejo por que não. Olho o decote de seu vestido de forma nem tão pura assim. Seguro sua mão e a puxo para mais perto. Começamos a dançar. Me posiciono em suas costas passando a mão sobre seu ventre. - Sabe, a dúvida também me aflige, não sou apenas eu que está sozinho. - digo em seus ouvidos seguindo a música lenta, pressionando meu corpo contra o dela. Meu nariz sobrepassa seu pescoço sentindo seu aroma. - Me diga senhorita Leotta, a bem da verdade, dever ser mais experiente do que um pobre garotinho estrangeiro como eu. - Digo virando-a rapidamente ficamos cara-a-cara. Sorrio me aproximando de seus lábios. - E como você disse que sou uma tentação, as pessoas tendem as evitar... Eu diria que você não é a tentação, você é o próprio pecado da luxúria, por mais que seja pecaminosamente atraente, é impossível não desejar. - sussurro com um sorriso. A música acaba e eu distancio nossos corpos.



____________________

I'm here without you baby. But you're still on my lonely mind. I think about you baby. And I dream about you all the time. I'm here without you baby. But you're still with me in my dreams. And tonight, it's only you and me... The miles just keep rolling.As the people leave their way to say hello. I've heard this life is overrated. But I hope that this. gets better as we go...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Blossom S. Delacour em Sex 26 Dez 2014 - 9:40


This could be the start of something...
Let it... Dance(?)
A mensagem tinha sido entregue. Todas as Hamonizers tinham sido convidadas. Era o furor no coral. "Quais seriam os vestidos? Os sapatos? Me faz a maquilhagem?" - Eram as perguntas que soavam na sala. Permanecia sentada olhando em frente, totalmemte longe da conversa que se fazia ouvir. De uma coisa era certa, se fosse, iria sem par.


---------------------&----------------------


O dia passou rápido e o momento estava prestes a chegar. Meu cabelo estava no ponto máximo com sua cor roxeada. A Mrs. Blackwood tinha feito um ótimo trabalho como sempre me faz. Era normal mudar a cor de cabelo em cada semana? Para mim era. De vermelho a laranja, de azul a verde. Meu cabelo já teve tantas cores, que atualmente tornava-se difícil escolher qual a cor ideal.
Obtei dessa vez por escolher um roxo escuro mas sobresaltado, contrastando assim com o conjunto do top e da saia que levaria vestido. Uns tacões negros e uns acessórios da Dollar, faziam-se acompanhar com o principal. Não queria nada estravagante e a minha elegância do momento, não era apropriada para o frio, mas era forte o suficiente para aguentar a brisa gélida da noite... acho.

Em poucos instantes cheguei á Festa. Uma decoração bastante peculiar para uma época como aquela. Fui bem recebida á entrada por um garçom de cor escurinha que me servia uma taça de Licor Coraçau Blue. Sorri delicadamente apanhando no conteudo com elegância e dando uns 2 pequenos goles sentindo o alcool arder ao de leve minha garganta. Olhei em volta vendo alguém do meu coral... Mas nada. Aquele seria um baile para recordar... Algo me dizia.



DRESS: HERE
Copyright © 2014 All Rights Reserved for Lotus Graphics

____________________

@
Everyone needs
an
advantage in life.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Ghail C. Mudder em Sex 26 Dez 2014 - 12:15

Winter Masquerade
LOCAL ♯ Camping Venomous;

COM ♯ Liam

VESTINDO ♯ Terno máscara

LYCRIS ♯ Give me love
As luzes passavam pelo para-brisa da BMW branca, meus olhos estavam fixos a estrada, a mesma estrada que passei quase que um ano atrás e me levou para um quase fim trágico. Era absurdo a ironia daquele retorno para o Camping que quase tirou minha vida, mas, como eu havia prometido para mim, passado ficaria para trás.
Estávamos calados, Liam praticamente selou seus lábios não deixando uma palavra se quer vir a ser emitido por sua boca, eu fiquei com a atenção total na estrada e controlando o limite de velocidade, o trauma ainda estava me assombrando e por isso fiquei a seguir as regras da estrada...

Estacionei o carro na garagem, destravei as portas e o garoto saiu, estranhamente permaneci dentro do veículo respirando fundo, o volante parecia estar colado nas minhas mãos o transe só passou quando a porta do passageiro novamente se abriu e a voz do rapaz finalmente se mostrava a invadir meus ouvidos, olhei para ele meio que perdido e ri.
- Me desculpa, lembranças ruins... - me contorci me virando para trás pegando a minha máscara e sai do banco do motorista, fechei a porta e acionei o alarme, coloquei meu disfarce me tornando um mascarado e olhei para Liam que fazia o mesmo:
- Que essa noite não se encerre com acidentes. - começamos a caminhar para dentro do local junto com mais alguns que chegavam naquele momento.

O salão estava lindo, a decoração impecável e as pessoas também estavam bem vestidas, o jovem meu lado me acompanhava para encontrar uma mesa para que pudéssemos nos fixar, dentre minha caminhada pelo salão senti meu celular vibrar e então peguei meu iPhone 6 e abri a mensagem que era de um número desconhecido:
" Parabéns!
Você foi selecionado para fazer parte do corpo de Coral da escola Carmel High School - Vocal Adrenaline.
Compareça ao Instituto para completar sua matrícula e assim começar sua participação letiva.

Att - Direção Carmel High School."
Olhei para Liam o abraçando feliz com a mensagem que havia recebido, senti que ele se retraiu e ficou assustado, mas então lhe disse:
- Passei! Estou no Vocal Adrenaline... - o abracei novamente e assim que um garçom passou peguei duas taças de champanhe. - Um brinde a essa notícia! - ergui minha taça e toquei suavemente com a dele fazendo um barulho bem agudo, causa do choque entre cristais. Beberiquei e assim continuamos a caminhar.
Sentamos em uma mesa com seis lugares e então nos fixamos ali.




____________________

...try to be yourself...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Mikhaël Souniére em Sex 26 Dez 2014 - 12:49




frost dance!


i'm not just waiting
i’m walking to find you
Oh, droga! Atrasado, novamente. Não havia uma vez que não me atrasasse para algo que considerasse importante. Tudo que colocava em meu corpo me incomodava, os ternos, os penteados, até mesmo a cor da gravata. Era a maior idiotice, mas simplesmente não conseguia conter minha ansiedade. Graças a esse maldito estado emocional — que finalmente depois de ter achado alguém legal e que me fizera um convite incrivelmente fofo —, acabaria me atrasando. Tentei não pensar em vacilar com ele, visualizando meu corpo dentro dos últimos dois ternos que ainda faltavam para ser provados. Acabei por escolher o preto com pequenas listras em vertical. O vesti o mais rápido que pude, arrumando logo o cabelo, o qual fora divido na lateral e completamente empapado pelo gel. Minhas mãos suavam vagamente, ansiedade, nervosismo, tudo se misturando em um ser só. Estava pronto, mesmo que um pouco alem do horário. A sorte fora de que ele ainda não havia chegado. Trânsito talvez? Poderia ser. Pelo menos aquilo me daria uma chance de estar completamente pronto para ele. Puxei os dois últimos itens que faltavam e sai do meu quarto, fechando-o.

Enquanto descia a escada, via alguns dos garotos rodando de um lado para o outro. Ansiosos ou mesmo se preparando para irem buscarem seus pares. Pois ao contrário deles, eu havia sido o único que seria buscado. Sorri ao final dela, ouvindo a campainha em seguida. Corri em direção a porta como uma criança, fuzilando todos os outros com um olhos que praticamente dizia: "eu sou vou atender, então saiam de perto!". Compus-me, girando a maçaneta e dando de encontro com a pessoa esperada. Lucian estava ainda mais magnífico que o normal. —Uau. — Ri quando comentamos igualmente quanto a aparência um do outro. Ambos parecíamos um tanto constrangidos, mas ele ainda parecia um pouco mais descontraído que eu. Estendeu um pequeno pacote com um buquê de tulipas amarelas. Peguei de imediato, aproximando-me dele e dando um pequeno beijo em seu rosto como agradecimento. — Espera um pouco. — Pedi ao me afastar, buscando os dois itens que trouxera lá de cima. O primeiro, era máscara negra, nem decorada com detalhes da sua cor. Já o segundo tratava de um caixa transparente com um pequeno conjunto de lírios tão azuis quanto seus olhos. Colocou na lapela de seu terno, sorrindo ao final. Segurei sua mão, puxando-o para que pudéssemos ir.

[...]


Assim que chegamos ao acampamento, seguimos direto em direção ao chalé principal. A decoração externa era simples, mas a interna era a mais linda que podia se imaginar. Era um exemplo de explosão gelada. Alguns podiam julgar exagerado, mas para mim, sem sombra de dúvidas era perfeita toda a decoração. Parando de admirar a decoração, fiz o mesmo que o moreno que me acompanhava; colocamos as máscaras, nós entreolhando. Finalmente seguimos ao centro do salão, passando com facilidade pela ausência de pessoas. Nós sentamos durante pouco tempo. — Eu aceito, eu acho. — Levantei da cadeira, querendo acompanhá-lo ao ir buscar algumas bebidas.
wearing: this and this | with: lu
(c)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Liam Patrick St James em Sex 26 Dez 2014 - 13:13

Tyler era um rapaz tão belo, tão jovem mas com tantos acontecimentos em sua vida, fiquei em completo silêncio durante todo o percurso de carro até aqui, eu estava estranho, não era normal eu agir assim diante uma pessoa, assim que sai do carro loco coloquei minha máscara, algo referente a máscara do Fantasma da Opera, cobriria apenas metade do meu rosto, máscaras me davam agonia, na verdade tocar no meu rosto já me dava agonia. 


Após entrarmos no salão, estava um pouco distraído com tamanha beleza do lugar, porém fui surpreendido com um abraço do rapaz, dei um leve sorriso porém não o retribui, Tyler havia passado na audição do VA, eu tinha ficado feliz por isso, ter pessoas novas no coral me animavam um pouco e me ajudavam a esquecer um pouco de que eu era irmão do Jesse, que para mim não passava de um fardo.- Parabéns Tyler. - disse dando alguns tapas em suas costas como forma de parabenização. - Isso vamos beber! - beber era o meu ponto fraco da história, mas isso era uma festa e não podia deixar passar uma oportunidade destas, assim que fizemos o nosso brinde virei a taça de uma só vez, com um largo sorriso encarei Tyler por alguns segundos.- Mais uma? - levantei a taça já vazia para o rapaz.
.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Stephen Adam Thompson em Sex 26 Dez 2014 - 13:17

Winter Masquerade
When you were listening to that song on that drive with the people you love most in this world. And in this moment, I swear, we are infinite.✖
Just happens !
Winter Masquerade... uma ótimo oportunidade para voltar a realidade. Depois de vários acontecimentos Stephen se excluíra de tudo e de todos, sua casa tornara-se sua prisão, e seus pensamentos sua culpa. Nada que fizesse ou quisesse poderia apagar aquilo que ele não havia feito, a culpa de não ter ajudado ou pelo menos comparecido o mutilava, o jovem audacioso e cheio de vida que sempre fora tornou-se um boneco vivo, sem alegria e sem sonhos.

A lua pairava sobre a cabeça do mesmo, este já estava arrumado com seu traje a gala, a mascara já em seu rosto, que irônico aquela mascara. Para muitos aquele simples objeto serviria apenas uma parte de suas roupas, mas para Stephen se tornara sua proteção, pois atrás dela jazia um rosto de pura vergonha e arrependimento. A caminhada se tornara longa, Stephen recusara-se a pegar um táxi ou dirigir até a festa, por quê? Pois a pé ele poderia recuar como sempre havia feito. Bastava virar o corpo e retornar a sua casa.

"Hoje não!" Ele pensou. Para ele aquele dia seria diferente, a festa seria sua libertação e a bebida o seu consolo.

Passou meia hora e nem metade do caminho tinha andado, bastou um taxi passar por ele para pega-lo. Estava decidido não iria voltar a trás com sua palavra naquela noite, iria até o fim, iria se diverti e era para a diversão que o táxi o levara.

Ao chegar no acampamento seguiu em direção ao chalé principal, este não ousou olhar para o lado a procura de alguém conhecido, na verdade espera que a mascara que encontrava-se em seu rosto pudesse esconde-lo daqueles conhecidos. Fixou seu olhar na decoração que por sua vez estava perfeita, como sempre. Todas as festas que ira nunca pecaram nesse aspecto, porém a de hoje lhe era mais familiar, pois o frio que caia sobre seus ombros se assemelhava com o frio presente em seu coração. Ele estava em "casa".

- Opa... - Disse ele pegando duas taça de um garçom que acabara de passar por ele. O olhar fuzilador do garçom sobre Stephen só o fizera rir, não seria o garçom que acabaria com sua diversão naquela note, irritado com o olhar este se aproximou do mesmo. - Faça apenas seu trabalho! - Sussurrou em seu ouvido passando por ele e batendo de leve em suas costas.

Os álcool que jazia dentro das duas taças foram devorados com dois goles apenas. Stephen sentira o efeito daquela bebida ao passar por sua garganta, aquele gosto "amargo" e quente o despertara. Sem duvida não demoraria muito para que ele se embriagasse, afinal ele não era de beber. E como não havia um acompanhante a bebida seria este. Seguindo seu caminho ao centro do chalé encontrou mais um garçom. - Whisky ? - Perguntou a este que apontou para uma das taça sobre a bandeja. Stephen sorriu colocando as duas taças que havia pego anteriormente para depois pegar a de Whisky com um sorriso no rosto.

Foi direto a uma pilastra a qual serviu de apoio para vislumbrar a decoração, porém seu olhar se perdeu ao avistar Tyler. Acompanhado.

Clothes

____________________

                17 Anos Warbles Just as long as I breathe, I will remember you.  
Stephen Adam Thompson

TKS CLUMSY @ SA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Ghail C. Mudder em Sex 26 Dez 2014 - 13:40

Winter Masquerade
LOCAL ♯ Camping Venomous;

COM ♯ Liam ~ Stephen

VESTINDO ♯ Terno máscara

LYCRIS ♯ Give me love
Me surpreendi, sim, olhei Liam dar um gole mortal na taça acabando com o líquido apelorado e apenas um segundo, soltei uma risada logo vendo que ele estava rindo e animado com aquilo.
- Uou! - levantei as mãos depois de colocar a taça na mesa. - Espera um pouco... Você passou metade do tempo tentando se mostrar acoado por mim e agora quer se animar? - cruzei meus braços arqueando a sobrancelha esquerda e me escorando no encosto da cadeira. - Você é uma caixa de pandora, senhor Patrick! - novamente soltei uma outra risada e peguei minha taça voltando a bebericar.
- Espero que me desculpe, mas pode se divertir, eu não vou passar mais do que duas taças, se bobear só irei ficar nesta. Estou dirigindo e eu tenho um histórico com bebida e carro no que resultou em um... acidente. - pressionei meus lábios jogando minha cabeça para trás e voltando a olhar para ele. - Deixemos isso pra lá. História longa.
Não pretendia estragar a noite dele, mas não me arriscaria novamente podendo passar por uma situação parecida que a de antes, talvez não poderia ter a mesma sorte de sobreviver, queria curtir a noite com moderação.
- Pode se divertir, ficarei aqui e quando quiser ir embora, estou a disposição...- pisquei pra ele e coloquei a taça agora quase vazia sobre a mesa novamente.

A música estava bem tranquila, não saberia se iria ter uma valsa, mas esperava que não, fiquei a observar o salão e ao longe, próximo a entrada eu vi um ser conhecido, estava com duas taças a mão e parecia focar-se em mim, me levantei da mesa e fiquei inclinando levemente a cabeça de um lado ao outro e então acenei, era Stephen, conhecia aquele cabelo loiro e aquele jeito bem tímido, escorado em uma pilastra.
- Stephen! - levantei a mão chamando sua atenção. Olhei para Liam e o informei: - Um amigo meu, da Dalton, espero que não se importe. - olhei vendo ele se aproximar.
Pensava no quanto ele iria ficar chateado ao saber que iria largar o coral, mas esperava também que ele entendesse o meu motivo.





____________________

...try to be yourself...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Liam Patrick St James em Sex 26 Dez 2014 - 13:56

Abri um largo sorriso mediante as falas do rapaz, é, tinha que concordar as vezes eu era uma caixa de pandora.- Ah qualé, eu dirijo, eu ficar bêbado é muito difícil. - gargalhei brincando com a prudência que o rapaz tinha, eu sei que isso não era motivo de piadas porém para mim o mundo é uma piada. Franzi a testa arqueando ambras sobrancelhas, eu não queria me divertir sozinho, queria me divertir com ele!


Antes que eu pudesse dizer alguma coisa, ele avistou um conhecido, um rapaz da Dalton, me escorando no encosto da cadeira e preenchendo minha taça mais uma vez.- Não tudo bem, i don't care. - peguei minha taça e a virando mais uma vez.
...



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Stephen Adam Thompson em Sex 26 Dez 2014 - 14:14

Winter Masquerade
When you were listening to that song on that drive with the people you love most in this world. And in this moment, I swear, we are infinite.✖
Just happens !
Stephen estava em um conflito interno, seu corpo não mais o respondia, seu olhar que estava sobre seu amigo o fazia corar. Corar? Seu rosto tornou-se a ficar pálido, juntamente com sua expressão de vazio, nada mais importava, apenas a taça de Whisky que segurava. Abaixou o olhar para esta e então sorriu.

Estava pronto para deixar seu encosto e seu amigo quando o viu levantar a mão chamando-o. Naquele momento Stephen se odiou, não estava pronto para aquilo, Tyler era a ultima pessoa que queria ver naquele dia, e por conta do destino ou azar, fora a primeira. Ele voltou a erguer a cabeça e olhou novamente para seu amigo. Porém o sorriso não acompanhou seu rosto como sempre fizera, a expressão vazia que sempre carregava desde o acontecimento o controlava.

A duvida o abateu, ignorar ou aproximar? Seu corpo lhe dizia uma coisa e sua mente outra, porém os dois entraram em um consenso. Este se aproximara de Tyler e seu acompanhante.

- Tyler! - Disse assentindo. Stephen não se aproximou muito, uma distancia de um metro estava entre ele e seu amigo, a culpa e arrependimento preenchia esse espaço. O olhar do jovem desviou para o rapaz ao lado. - Olá. - Cumprimentou.

E ali ficou por um bom tempo parado, Stephen tinha repassado muitas vezes aquele encontro em sua cabeça, ele sabia exatamente o que deveria dizer, ou sabia, pois ao estar pessoalmente na presença de seu amigo tudo que havia ensaiado desaparecera. E o silêncio reinou. Constrangido ele olhou para a taça na mão levando-a a boca e virando-a de uma vez. O liquido desceu queimando em sua garganta e a expressão de "dor" se formou no rosto do mesmo. - Ah! - Sussurrou "ele apreciando" a bebida.

- Quanto tempo Tyler... - Ele começou. A bebida fora a solução para o seu problema, o constrangimento desapareceu e a determinação reapareceu. - Vejo que está bem, só foi um susto o que aconteceu. - Ele sabia que não fora um susto, seu melhor amigo estava em coma e não fizera nada, porém na ignorância fora aonde encontrou a resposta. - Não vai beber muito essa noite, não queremos que aconteça algo parecido. - O próprio não acreditava nas palavras que pronunciava. A ignorância seria o único caminho? Sim.

Colocou a taça vazia na bandeja de um garçom que passou e então pegou outra virando-se para os dois que estava a sua presença. - Um brinde? - Perguntei para ambos erguendo a taça e esperando os dois me acompanharem. - A saudê! - Gritei e virei o Whisky contido nesta.

Clothes

____________________

                17 Anos Warbles Just as long as I breathe, I will remember you.  
Stephen Adam Thompson

TKS CLUMSY @ SA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Lucian K. Gauss em Sex 26 Dez 2014 - 14:53




Let it go


Me sentia bem menos nervoso agora, “calmo” talvez fosse fosse uma palavra forte demais, mas por estar ali com Mikhaël, apesar da pressão de querer fazer tudo certo, impressionar, não assustar, fazer ele se apaixonar por mim e não falar nenhuma besteira, também tinha o fator positivo de eu ter o cara mais lindo da festa comigo, e é claro que isso fazia eu me sentir ao menos um pouco confiante.
Nos levantamos e rumamos em direção a mesa de bebidas, na qual eu servi dois copos de ponche entregando um ao rapaz, lá o som era bem mais alto e quase impossível estabelecer diálogo, pus uma mão em suas costas e juntos caminhamos para qualquer lugar em qua a música não parecesse estar chacoalhando nossos orgãos internos, percebi que mais pessoas chegavam e o salão parecia estar bem cheio agora, olhei pros olhos do rapaz e essa foi uma daquelas horas eu que eu sabia que precisava dizer alguma coisa, mas nada parecia me vir a mente, passei o dedo pelos lírios em minha lapela - Eles são lindos - disse tentando parecer o mais descontraído possível, nem eu tinha certeza se estava falando dos olhos ou dos lírios, acho que na verdade era daquilo que mais me encantava no momento.


Usando isso <3


valeu @ carol!


____________________

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Ghail C. Mudder em Sex 26 Dez 2014 - 16:11

Winter Masquerade
LOCAL ♯ Camping Venomous;

COM ♯ Liam ~Stephen

VESTINDO ♯ Terno máscara

LYCRIS ♯ Give me love
A insistência de Liam me fez beber a minha taça de champanhe de uma vez e logo assim ao passar outro garçom pegava uma nova taça cheia. Ergui mostrando para ele.
- Irei acompanhar só esta, combinados assim. - após falar isso ouvi Stephen chamar pelo meu nome, ele havia chego perto de nós, de mim e Liam, mas senti que estava afastado não sei muito o motivo, ou poderia imaginar?

Depois que sofri o acidente soube de muitos que me visitaram, mas Stephen foi um dos que pensei que iriam que acabou não indo, não o culparia por nada, nem pensaria algo ruim dele, cadaum poderia ter seu motivo, sempre pensei sobre situações do cotidiano. Sobre Timothy, sim, percebi que pra ele a nossa relação não valeu de nada, pois, até hoje se quer teve o incentivo de nem pelo menos dar um "oi" depois que tudo aconteceu. Com ele sim, eu estava um pouco decepcionado.

Me aproximei de Stephen franzindo o cenho:
- Aconteceu alguma coisa? - olhei para Liam logo em seguida e então os apresentei. - Liam, este é Stephen. Stephen este é Liam, um amigo que conheci na confraternização de corais. Estuda na Carmel...
Estranhamente eu sentia que realmente algo estranho estava rondando Stephen, observei ele bebendo seu Whisky de forma avassaladora, como Liam, porém, parecia estar fazendo aquilo como se estivesse jogando na bebida um desabafo.
- Sim, quer dizer, na verdade não foi um susto... Foi real. Sobrevivi e estou aqui, agora não sei o que está se passando com você. Não se preocupe, não vou passar de duas taças.

Estava bastante incomodado com aquilo, Stephen estava mesmo bancando quem ele não era, voltei para perto de Liam e me aproximei de seu ouvido.
- Me dê um instante, volto já... - me virei vendo que o loiro pegava mais um copo, revirei os olhos e antes dele propor saúde o peguei pelo braço sutilmente e o levei para uma certa distância de onde eu e Liam estávamos. Stephen iria me explicar o que estava acontecendo.
- Mas o que está acontecendo? Será que pode me explicar, você não é assim.  - peguei o copo da mão dele colocando sobre a mesa que estava próximo de nós e não havia ninguém nela ainda.
- Estou esperando... - retirei minha máscara para que eu pudesse olhar direto em seus olhos e mostrar para ele que estava sério.




____________________

...try to be yourself...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Mikhaël Souniére em Sex 26 Dez 2014 - 16:17




frost dance!


i'm not just waiting
i’m walking to find you
Nos encaminhamos rumo a mesa onde as bebidas eram depositadas de modo a serem disponível à todos graças as pessoas que serviam quem fosse no local. Ele pegou dois copos, pedindo ao outro que nos servisse. Enquanto isso acontecia, meus olhos, de uma maneira estranha pareciam vidrados nele. Talvez pela sua admirável e atraente beleza ou mesmo pelo jeito fofo e aparentemente carinhoso dele. Realmente não sabia dizer. O pior nem mesmo se tratava de saber distinguir ou não, e sim, de que ele acabasse percebendo a maneira com que eu olhava para ele. Com toda certeza isso me levaria a sentir-me ainda mais constrangido e quieto do que estava. Não era comum agir assim, mas não o conhecia bem. Até ontem, ele nada mais era que um belo garoto do qual eu jamais imaginasse que viria falar comigo. Mas isso aconteceu. Mesmo que através de um papel. O qual desejaria guardar se não tivesse o devolvido. Suspirei como um bobo apaixonado faria ao vê-lo me entregar o copo. Peguei o mesmo e dei a primeira golada para evitar de continuar a observar todos seus gestos à todo momento.

Não demorou muito e saímos de perto da bancada, evitando que toda a música alta e a frequência com que as pessoas vinham chegando nos incomodasse. O caminho ainda que razoavelmente curto, não houvera nenhuma palavra. Era bem provável que por causa do som ainda, mas foi apenas quando sentamos que ouvi sua bela voz novamente. ─ Obrigado! ─ Respondi de imediato, tentando descobrir o que era. Foi quando dei conta de que ele apontava para os lírios que eu havia escolhido. Exatamente da mesma cor de seus olhos. ─ As que escolheu, também são lindas. Amo amarelo. ─ Completei acompanhado de um sorriso. Olhei em seus olhos uma última vez antes de lhe propor uma coisa. ─ É-e-er... Lu, acho que haverá uma outra festa na república depois dessa. Não sei, se não estiver cansado, topa ficar comigo? ─ Bebeu mais um gole, quase engasgando ao perceber o que dissera. ─ Calma. Bem. Ahn. É. Digo, me acompanhar na festa. ─ Como eu era um idiota. Agora ele pensaria o que de mim? Fizera de tudo para não dizer algo idiota e agora me saí isso? Dessa maneira? É, é verdade que eu o queria mais do que como o acompanhante de um baile, mas dizer assim? Droga!
wearing: this and this | with: lu
(c)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Liam Patrick St James em Sex 26 Dez 2014 - 16:45

Após a chegada de outro garoto, comecei a ignorar completamente os dois, tudo que Tyler dizia para mim eu respondia com um leve sorriso e levantava minha taça que sempre estava cheia, resolvi então desviar minha atenção para os convidados da festa, algumas pessoas que eu não conheciam estavam ali como Nicholas, creio que não tenhamos mais nenhum ressentimento de nosso passado.


Tyler me apresentava o jovem rapaz, porém eu não estava tão afim de prestar atenção a conversa de ambos, me virei para o mesmo com um leve sorriso o cumprimentando. - Ah, oi. - e assim dei mais um gole em minha bebida voltando a observar as pessoas que chegavam.
.

[url=▲[/url]


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Stephen Adam Thompson em Sex 26 Dez 2014 - 17:27

Winter Masquerade
When you were listening to that song on that drive with the people you love most in this world. And in this moment, I swear, we are infinite.✖
- Ei - Stephen sussurrou ao sentir seu braço sendo puxado por Tyler, mesmo estando altamente irritado um sorriso se formou nos lábios do rapaz achando graça daquele ato, Tyler estava sendo como um irmão mais velho cuidando do mais novo. A distancia fora crescendo entre Liam e os dois, até que Tyler parou a frente de Stephen. Stephen por sua vez  olhava para seu amigo com uma expressão inocente, ele não havia feito nada, só estava bebendo e o que mais tem nisso? A expressão do seu rosto alterou quando vislumbrou Tyler tirar a mascara e fita-lo, este estava serio, o loiro por outro lado estava bêbado.

Stephen levantou a mão e segurou firme o ombro de seu amigo aproximando seu rosto ao ouvido deste. - Por que você acha que tem algo er..rado? Estou bem! - A sua afirmação saíra um pouco bruta, pois com a mão que segurava Tyler o empurrou dando espaço para este passar e pegar a taça que havia sido tirada dele. - Me deixe beber! - Indagou serio desta vez.

O loiro estava com sorte, pois a mascara apenas que lhe cobria o rosto estava servindo não só como assessório, mas sim como proteção aos verdadeiros sentimentos deste. Ele estava arrependido por tudo que fizera e por tudo que não fizera, e a presença de Tyler a sua frente só piorava tudo. O amigo que Stephen sempre procurou agora era reconhecido como o amigo que deveria ser ignorado para o seu próprio bem. E virou mais uma taça deixando o álcool fazer o seu trabalho.

- Agora me deixe em paz... - Ele sussurrou ao passar pelo amigo.

Quando estava se distanciando ele parou. Ficou olhando para o chão por longos segundos até que se virou tirando a mascara deixando seu rosto a mostra, estava cansado de esconder seus verdadeiros sentimentos. Agora estava totalmente desprotegido e as palavras que se seguiram o fez corar e tremer. - Quer mesmo saber o que está acontecendo? Pois bem te contarei! É que estou me sentindo o pior amigo de todos, sim Tyler, o amigo que nem foi ao seu encontro quando precisou, o amigo que nem ao mesmo estava ao seu lado para lhe proteger, o amigo que não estava presente quando acordou e por fim, aquele que nunca teve a coragem de lhe dizer o que realmente sente! - Ele gritou a ultima parte, pois queria que Tyler escutasse bem oquê Stephen sempre escondera. - Eu te amo! - Dito isso ele se virou e tentou de distanciar.

Stephen estava ciente de que não seria capaz de dizer aquelas palavras sóbrio, a bebida só lhe ajudara a tornar as coisas mais fáceis. - Eu não consegui... não consegui ir ao seu encontro e vê-lo deitado em uma cama quase morto, eu preferi aprisionar-me dentro de casa e silenciar-me até que um dia acordasse, porém a culpa está me matando. Não pensei que seria tão difícil revê-lo, juro que pensei que ao te ver abraçaria-lhe e lhe daria boas vindas, como um amigo faz. - E tudo fora dito, o jovem não esperou uma reação e muito menos uma resposta, virou-se e recolocou a mascara afastando-se.



____________________

                17 Anos Warbles Just as long as I breathe, I will remember you.  
Stephen Adam Thompson

TKS CLUMSY @ SA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Hanna Mensdorff-D. McCain em Sex 26 Dez 2014 - 17:32

Oh my god. Look that face

NOTES

I look like your next mistake?
Hanna está no baile de inverno mascarado. Ela esta na companhia de Timothy Keynes e Aaron Venturi. Ela está vestindo isto e está se sentindo deslumbrante. Snow, snow-white.
"Céus, olhe para você, filha." O timbre emocionado de minha mãe entoou pelo quarto silencioso. Meus olhos, que encaravam a meu próprio reflexo, oscilaram para a figura de minha mãe detrás de mim. Seus olhos brilhavam pelas lágrimas, seus braços cruzados e sorriso reto me fazia lembrar alguém, um alguém bastante familiar quando se apossa de uma postura impassível. — Obrigada, mamãe. — Respondi, tão gélida quão era aquela noite de natal na cidade de Ohio. Era quase impossível acreditar mas no andar de baixo todos os McCains se reuniam para a usual confraternização de final de ano. Elizabeth McCain, a matriarca da família, já dissera estar ansiosa para assistir as suas herdeiras nos deslumbrantes vestidos de baile. E ela não era a única a aguardar por mim e minhas irmãs na sala de estar de nossa mansão, toda a família estava ali, pelo menos os vivos. Sim, isso era de deixar qualquer pessoa nervosa demais; eu até podia sentir o pouco que comi da ceia natalina revirar em meu estômago só em pensar em toda minha parentela encarando-me; David, meu pai. Meus tios e tias, primas e primos. Seus olhares sequer se igualavam aos olhares de outros, a opinião deles realmente valiam algo para mim.

"Querida, todos vão adora-la, você e suas irmãs. Estão lindas." Ouvi minha mãe dizer exatamente o que eu queria ouvir, e tão abruptamente meu celular apitou acima da mesinha de cabeceira, impedindo-me de um momento emocional de mãe e filha. Bip, Bip. Encarei-me no espelho. Podia sentir o peso sustentável do vestido sobre meu corpo. Minha pele mostrava-se pálida e brilhante, entrando num harmonioso contraste com o tom rosado do vestido e o seu genuíno brilho que ia do decote "V" profundo a sua saia longa e graciosa, sequer havia necessidade uma saia com aro, aquela já era rodada o bastante, delicada o bastante. Bip, Bip. Olhei com pressa aos meus cabelos presos num coque perfeitamente unido a uma fina trança loura na lateral de minha cabeça, e minha maquiagem leve. Soprei um beijo com os lábios rosados para o espelho antes de girar e sentir o vestido seguir meu movimento. — Deslumbrante. — Balbuciei. BIP, BIP. Bufei e corri com os pés ainda descalços de encontro ao meu celular, o visor brilhava e nele se lia claramente. "Duas nova mensagem." Era Aaron e Timothy. Abri a primeira, Timothy alertava-me de já está na limousine a caminho da casa de Aaron. A segunda era de Aaron, dizia que estaria a frente de minha casa com Timothy em cerca de cinco minutos. "Excelente." Desabei na cama, minha mãe prontamente ajoelhou-se para por meus sapatos enquanto eu borrifava vorazmente ao meu novo 212 VIP. "Prontinha." Ouvi minha mãe entoar ao se erguer e dar-me a mão para repetir o mesmo. E assim caminhamos para a porta aberta de meu quarto e eu uni-me as minhas duas irmãs na escadaria com pressa. — Sorria e acene. — Murmurei pras duas, arrancando um riso baixo de ambas antes que nossos passos sincronizados tamborilassem sobre o mármore da escadaria e nossas mãos se unissem antes que toda a luz do hall parecesse um grande e ofuscante holofote, assim como os olhares que nos seguiam de toda a família.

***
 

Meu coração batia frenético enquanto meus olhos encaravam através das janelas negras da limousine parada defronte a entrada do acampamento venomous. Sentia os pelos de minha nuca eriçados e minha boca seca demais. Minhas mãos tremiam e meus olhos sequer ousavam piscar, como se num único piscar destes e  todo o cenário se alternasse, substituindo ao brilho e neve tons escuros e teias de aranha. Eu tinha péssimas  recordações daquele lugar e qualquer um que estivesse atento aos jornais nos últimos dois meses saberiam o motivo. A festa de Halloween que fizera-me entrar em coma, não só eu como um outro estudante, Tyler Levine.

Senti um aperto em minha mão e logo o sorriso sereno de Aaron se iluminou em minha mente. Suas palavras encorajadoras uniram-se a de Timothy e fora inevitável não me senti encurralada. Eu não poderia desistir e fugir aquela altura, minhas chances de fuga haviam se dissipado quando ambos apareceram na porta da mansão McCain, belos, sorridentes e mascarados. Aaron por todo o trajeto certificava-se do meu bem estar, ele sabia o que o acampamento significava para mim, era meu melhor amigo, sabia decifrar até um mínimo olhar meu. Timothy por outro lado elogiava-me, a todo instante puxava-me dos devaneios assombrados da noite de outubro para conversas animadas sobre como o baile seria ótimo e aquilo fora de grande ajuda. "Pronta, Srta. McCain?" Ouvi-os dizer em uníssono e nossas risadas tomaram o interior do utilitário antes que a porta se abrisse e eu fosse seguida por eles para fora.

— Não me deixem cair. — Sussurrei, apertando as mãos entrelaçadas aos braços de ambos que tomavam suas posições ao meu lado. Meus olhos corriam a cada canto do grande tapete e a todos que o rondava enquanto atravessávamos. Eu podia ver as expressões de muitos: "Olha só, não é a menina que sofreu um acidente aqui?" "Como ela tem coragem de retornar ao lugar que quase a matou." Babacas! Eu não fugiria do baile, mesmo que houvesse pensando aquilo a pouco. — Vamos, príncipes. Vamos nos divertir. — E o sorriso impassível tomou minha face assim que senti o flash da câmera da entrada do chalé tomar a mim e meus pares.


— Perfeito. — Deixei escapar quando meus olhos fitaram a todo o grandioso chalé decorado com o tema invernal. O holofote branco rondava todo o salão, iluminando a muitos pontos. Uma melodia suave de uma canção recente e bem conhecida entoava pelo salão enquanto eu era guiada por Aaron e Timothy pela escadaria num lento caminhar. Meu olhar iluminado rondava todos os já presentes enquanto eu recebia seus olhares de volta. O sorriso casto tomou meus lábios quando vi a reação de minha chegada, era como se vissem uma fantasma, uma estonteante e corajosa fantasma de volta a vida.

TH

____________________

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Isabelle Leotta em Sex 26 Dez 2014 - 17:59



"Drifting apart like two sheets of ice, my love, frozen hearts growing colder with time. There's no heat from our mouths, please take me back to my rich youth and we were in flames..."
Winter Ball

O tom de sua voz grave me deixava arrepiada, encarava os seus lábios desejando beija-los, sentia-me diante de um leão tendo uma batalha silenciosa esperando o momento certo para atacar ou ser atacada. Suas palavras eram sedutoras como uma canção que me hipnotizava e me puxava cada vez mais, me sentia presa no que Nicholas falava e não tinha certeza se gostaria de escapar. O seu elogio foi lisonjeiro, já havia escutado vários elogios e não ficava mais envergonhada ao escutar algum, mas escutar tal homem como Nicholas me elogiar deixava um gosto especial.
Nunca fui tola ou puritana, sabia que Nicholas havia encarado o meu decote de um jeito que foi tudo menos inocente, não me incomodei com aquilo, gostava de provocar os homens e saber que conseguia provocar ele me agradava. A dança foi breve, estava acostumada a dançar nas diversas festas de minha família, me agradei em saber que o rapaz não era desastrado como a maioria das pessoas no salão. - É complicado encontrar alguém que valha a pena.  - Me conter de formar uma careta quando ele se distanciou foi uma tarefa difícil, mas eu sabia o que ele estava fazendo, era um jogo e eu não iria perder nesse jogo, eu gostava de ganhar e sempre ganhava. - Eu não quero um relacionamento porque não encontrei ninguém que se iguale a mim... Até agora pelo menos. - Disse bebendo o conteúdo da taça em um único gole, entregando-a para um garçom ao esvazia-la.
Uma risada saiu pelos meus lábios das suas palavras sobre ele ser um pobre garoto estrangeiro. Revirei os olhos com um sorriso em meu rosto. - Nicholas, você pode ser tudo menos um pobre garotinho estrangeiro. -  Zombei de suas palavras, ele definitivamente não era nenhum garotinho. - Eu não quero evitar você, eu gosto de coisas perigosas, dão mais emoção. - Fitei seus olhos arqueando uma das sobrancelhas em um tom de desafio. Nicholas Hertfordshire não sabia com quem estava lidando, talvez eu devesse demostrar.
A troca de olhares com Nicholas durou alguns segundos antes de ser interrompida pela comoção que se abateu no salão. Olhei para a entrada curiosa com que pessoa teria causado esse tipo de comoção e me vi encarando Hanna McCain, minha antiga companheira de coral e uma das famosas McCain. Desde que ela tinha sofrido um acidente bem estranho com uma estátua não havia escutado muito sobre ela além dela ter mudado de coral, eu sentia falta de sua presença no coral, ela era uma pessoa bela e engraçada, duas qualidades difíceis de se encontrar em uma pessoa. - Eu sei que ela é linda e está muito mais, mas as pessoas não tem nada melhor para fazer? Achavam que ela tinha morrido? - Revirei os olhos me referindo aos comentários que estavam sendo sussurrados pelo salão. - Isso é irritante. - Disse com raiva, se eu sofresse um acidente definitivamente não gostaria que ficassem sussurrando sobre mim daquele jeito.
clothes: this # tags:  Nicholas Hertfordshire # others: Nothing # Thanks Maay From TPO.

____________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Silver W. Blackheart em Sex 26 Dez 2014 - 18:43



Hot or Cold?


- Espero que apareçam. - falava um dos membros do coral que mandava as palavras para o ar. Baile de Inverno, era a próxima ocupação que todos tinhamos que ter. Não estava minimamente interessado na ideia de ir... Tudo de novo... Outra vez.

Ver pessoas que não quero, beber, e quizá aconteça outra coisa de novo... Algo tipo acidente. Tyler tinha se safo, assim como eu. Ambos com vida. Depois de tudo, uma ou outra vez falamos, nada de mais... Será que ele iria? Não fazia a minima. Só tinha medo da reação de o encarar se novo... Coincidências existem, mas não ia pensar negativo.

----------------------&---------------------

A hora tinha chegado, depois de um bom banho, minha próxima fase foi a cozinha. O Smoke me esperava na cama. Enquanto comi, ponderei mais um pouco sobre o "ir" ou não... Eram 22:00h, marcava o relógio do local, que "tictaqueava" um som agudo por cada segundo. Os pensamentos se misturavam numa sopa de emoções mistas. Borboletas na barriga surgiam nas minhas entranhas... Porquê?
Fechei olhos refletindo. Algumas imagens de um carro desfeito e luzes azuis piscando, eram visíveis na minha mente. Minha mão tremeu e deixei cair o garfo que tinha como destino minha boca. Suspirei me encostando para trás enquanto olhava para o nada. Seria uma decisão difícil...

----------------------&---------------------

A festa era enorme. O barulho das pessoas entrando e saindo, era inacreditavel. Algo que incentiva qualquer um a entrar... Qualquer um, com excessões. Revirei os olhos, e fiz sinal para o taxista avançar. Por fim adentrei numa postura direita com as mãos nos bolsos, respirei fundo e esperei no que aquilo desse.

Olhei em volta, reparei na linda decoração invernesca. Os Flocos de neve, as bebidas azuis, tudo. Estava prefeito e a organizadora tinha concerteza meus fiéis parabéns. Avistei algumas pessoas conhecidas... Umas que não me fizessem diferença, outras que perturbavam meu interior. Sem demonstrar, mantinha um sorriso seco porém simpático no rosto. Não tinha intenções de mostrar minhas fraquezas, era demasiado orgulhoso para tal.

Nicholas estava dançando no meio da pista com alguém, quando seu par parou para avistar outro alguém. Aproveitei o momento para lhe acenar discretamente com a mão, erguendo as sobrancelhas. Continuei a caminhar para a parte do balcão, foi quando avistei ele... Tyler. Baixei o olhar humedecendo os lábios. Queria acreditar que não... Mas sim. Não esperei mais, e antes que ele me visse, sai em meio á multidão observando um garoto fumar maconha enquanto olhava para os lados com medo de ser descoberto. Não mostrei mesericórdia e apanhei no baseado do rapaz, acabando com ele em 5 tragadas seguidas. Lentamente expulsei o fumo pela boca, num fio de fumo com um cheiro peculiar. Joguei fora o pouco que sobrava e falei ao seu ouvido - Acredite... Já tomei coisas piores.- ao mesmo tempo que dizia isto passei umas notas discretamente para o bolso do rapaz e prossegui - Vá buscar o que puder, e traga. Quero curtir essa noite.- este se mostrou confuso perante o meu pedido, mas logo sorriu afirmando com a cabeça e sainda da festa.

Fiquei no canto á espera. Observando o céu inundado de estrelas. Não esperava que ninguém em particular repara-se em mim, mas caso metam papo, faria de conta que não vi nada.
thanks juuub's @ cp!  

____________________

Silver
"I'm feeling myself..."
COPYRIGHT © 2014 ALL RIGHTS RESERVED FOR PERSSON!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Nicholas A. Hertfordshire em Sex 26 Dez 2014 - 18:59



Nicholas Angelus Hertfordshire
I’m just another Angel
Trouble. Deliciosos problemas. Sua pele lisa e sedosa passava uma corrente elétrica pelos meus dedos. Enquanto dançávamos ela falou sobre achar a pessoa certa. Sorri, e concordei com a cabeça. Mais difícil do que parecia. QUando me distanciei vi um brilho mordaz em seus olhos. Por mais que a pai estivesse selada entre nós; Hoje não trocávamos bombas no campo de batalha. Agora, seduziamos um ao outro em um jogo deveras mais perigoso. Isabelle era melhor nisso do que eu isso eu via de longe, mas a minha postura de não desistir dos desafios me deixava em pé para continuar aquele jogo de estratégia, onde um impulso, uma excitação poderia colocar tudo a perder. Mas o que eu tinha a perder? Seus lábios moviam-se de forma sedutora, até o bater de cilios e o piscar dela pareciam feitos para ser uma arma mortal. Os cabelos castanhos avermelhados me lembravam brasa. E era isso que ela era. uma chama que não poderia nunca ser contida. Me sentia um jovem brincando com fogo. Um pequeno vagalume sendo atraído pela luz de seus olhos. Me render seria uma morte deliciosa com o sabor de seus batom. Não tinha dúvidas, os lábios eram mais quentes que os cabelos abrasadores.

Ela falou sobre relacionamentos, de encontrar alguém a sua altura. O que me fez prestar avida atenção. Mas o sorriso veio na cartada final. Ela riu sobre minhas palavras, disse que não era um pobre garotinho dizia não querer me evitar disse que coisas perigosas lhe davam mais emoção. Eu a encarei com um sorriso moderado. Tirei a máscara branca revelando meu rosto. Retirei a gravata, e retirei a parte de cima do smoking. Baguncei os cabelos. Olhei seus olhos e me aproximei. Acariciei suas bochechas com o polegar, descendo até seus lábios. Mordi os meus. Alisei seu queixo. Delicadamente retirei sua máscara para vê-la melhor. - Game Over. - sussurrei de forma grave, sorrindo.  

Foi nesse momento que as luzes do salão voltaram-se para a anfitriã da festa. Aaron e Timmy vinham ao lado de Hanna que parecia uma princesa dos país das maravilhas no inverno. Ela estava linda, deslumbrante. Afinal, aquela era Hanna, minha irmãzinha loira perfeita. Aplaudi, sorrindo, sem antes não lançar um olhar a minha volta. Vi rostos conhecidos. Vi até mesmo Liam, que parecia entediado. Lembrei do convite dele que foi retirado no mesmo dia, diria nos cinco minutos que passaram depois de ser feito. Balancei a cabeça acenando educadamente ao loiro alto.

Escutei como as pessoas falavam de Hanna, muitos faziam comentários nada convenientes. Isa falou algo sobre como aquilo tudo era irritante. Concordei. chegando naquele momento vi Sebastian, ele acenou para mim e fiz um meneio de cumprimento com a cabeça. Me virei tirando do bolso uma máscara negra estilo zorro com fios de prata que pareciam flocos de neve. O inverno não era só branco. Era sombrio, os dias mais escuros eram do inverno. E nunca tinha me vestido com tanto banco e aquilo me irritava. Sorri para Isa e disse que ia pegar bebidas, Isa dissera algo dias antes de dançar com Hanna.

Me enfiei na multidão. Com minha própria nevasca negra, a morte gelada. Pó de diamantes.  



____________________

I'm here without you baby. But you're still on my lonely mind. I think about you baby. And I dream about you all the time. I'm here without you baby. But you're still with me in my dreams. And tonight, it's only you and me... The miles just keep rolling.As the people leave their way to say hello. I've heard this life is overrated. But I hope that this. gets better as we go...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé Principal

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum