[FP] - Christina Sharen Molinsky

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] - Christina Sharen Molinsky

Mensagem por Christina Sharen Molinsky em Ter 17 Fev 2015 - 3:20

Dear, Diary
━━━━━━━━━━━━━━━━━━
Today I'll Kill that bitch, perhabs...


Nome: Christina Sharen Molinsky.

Idade: 16.

Naturalidade: Jacksonville, Florida.

Sexualidade: Hetero.

História: Querido diário, é ilógico que eu te chame de diário sendo que nunca que escrevi essa droga antes e na verdade não sei se voltarei a escrever, mas sou obrigada a fazê-lo já que minha mãe é uma pervertida e por causa disso eu sou obrigada a passar uma hora por dia na sala de uma velha simpática que me serve café e biscoitos. Okay, talvez não seja tão ruim assim, confesso que estou adorando ver a Dulce, minha psicóloga que eu acho que lerá isso é um amor. Mas eu acho que na verdade eu deveria escrever como tive que visita-la. Vamos tentar de novo.
Querido diário, estou aqui para lhe contar como descobri da forma mais trágica possível que minha mãe era produtora de filmes pornôs. Era um lindo dia de verão, mamãe havia me deixado na porta da escola como sempre e eu logo me encontrei com Tessa e Lari. Como em qualquer dia normal as garotas falavam de meninos e música e The Vampire Diaries. Meu sobrenome "Molinsky" é herdado apenas da minha mãe, pois como talvez seja importante mencionar, sou fruto de reprodução independente, ou pelo menos ela diz isso. Confesso que tenho certas dúvidas em acreditar depois do acontecido. Mas você deve estar se perguntando o que aconteceu (OMG eu realmente preciso de uma psicóloga depois disso, acabo de sugerir que meu diário está perguntando algo! Dulce, resolva isso)
Enfim, Aconteceu que eu tenho o mesmo sobrenome que minha mãe que é produtora de filmes pornográficos e escondia esse segredinho de mim. Eu sabia que ela trabalhava com cinema, mas não com cinema pornô. Porém eu estava no meu último ano do colégio, numa sala com muitos garotos e garotos veem muito pornô, pornô que têm créditos e créditos que têm o nome da produtora, que é minha mãe.
OKay, já ficou bem claro, logo algum engraçadinho percebeu que Molinsky era Molinsky e veio fazer piadinhas, aquele nome era da minha mãe, aquele logo era o dos arquivos que minha mãe usava pra trabalhar, eu poderia ter levado numa boa, mas logo a escola inteira estava apontando pra mim e o fato de não conhecer meu pai não ajudava em nada, de Kid Bengala a Jhonny Rappid. Sério! Sugeriram que Jhonny Rappid transou com minha mãe! Como se isso fosse possível!
Minha mãe entrou em desespero e me mandou pra cá, estamo em Lima, Ohio, agora, querido diário. Moramos com minha tia Mandy, acho minha mãe uma louca por fazer isso, ou talvez tia Mandy tenha mudado muito nos anos em que estiveram afastadas. Morar com Mandy é como morar com uma amiga ou morar sozinha. Quer dizer, ela me compra comida e paga as contas todas, mantém a casa limpa e faz todas as coisas que alguém precisa fazer, mas não me obriga a nada, chega a ser assustador ter toda essa liberdade. Tirando as consultas diárias com Dulce, a isso ela me obriga a ir, mas sempre culpando minha mãe. Não que eu ache ruim.
Amanhã começo na escola nova, Querido Diário, deseje-me boa sorte!
P.S.: Fiz aquilo de tratar o diário feito um humano de novo
------------------------------------------------------------------------------

AUDIÇÃO

Alunos caminhando pelos corredores como se fossem os donos da escola, uniformes de líder de torcida e jaquetas do time de futebol se destacando entre os mortais, isso era o Ensino Médio! Eu estava completamente perdida até que ouvi o sinal tocar, meus horários indicavam que esse primeiro tempo seria vago, não que isso fosse algo bom, encarar os corredores vazios só fazia com que eu me sentisse ainda mais perdida. Pensei então em aproveitar o tempo para fazer um reconhecimento de território, liguei o IPod no aleatório e Your Body da minha chará Aguilera começou a tocar, eu caminhava pelos corredores cantarolando baixo quando me deparei com uma porta lateral com os dizeres "Auditório April Roodes", música parecia sair de lá, o que se misturando ao som dos fones. Pausei a voz de Aguilera e percebi qua Alguém cantava Adele lá dentro, a porta havia dado para as coxias do palco, de lá eu fiquei assistindo a garota que cantava Daydreamer para um grupo de outras garotas.
Quando a menina que parecia estar bem nervosa terminou o grupo que se encontrava um pouco espalhado pela primeiras fileiras do auditória perguntou se havia mais alguém. Por que não? Pensei caminhando até o centro do palco. Um Holofote se encontrava aceso sobre mim dando um brilho desbotado ao roxo do meu cabelo. Olá, meu nome é Christina e vou Your Body... da Christina. Alguns risinhos soaram entre as garotas devido a enorme coincidência dos nomes, mas eu quase não tinha escolha, era a última música que eu tinha ouvido e a única que eu lembraria a letra assim de repente.

Eu não tinha combinado nada com a banda, mas pra minha sorte os rapazes era incríveis e logo a batida que antes eu ouvira no meu IPod começou a soar pelo auditório. Minha voz se juntava aos intrumentos com firmeza, minha mão envolvia o microfone, e meus olhos encaravam as garotas sentadas ali, apesar de a franja ter soltado e cobrir parte deles.

I came here tonight to get you out of my mind
I'm gonna take what I find, uh oh, yeah
So open the box, don't need no key I'm unlocked
And I won't tell you to stop, uh oh, yeah


Arranquei o microfone do pedestal e balancei a cabeça pra franja sair da frente do rosto enquanto caminhava para um lado do palco apontando para a frente, meus ombros balançavam no segundo "Hey boy" e eu me virava passando a caminhar para o outro lado até voltar para o centro do palco, aonde minhas mãos subiam por meu pescoço enquanto meus olhos se fechavam em "let's get walkin" enquanto minha voz perdia força, se tornando quase um sussurro.

Hey boy
I don't need to know where you've been
All I need to know is you
And no need for talking
Hey boy
So don't even tell me your name
All I need to know is whose place
And let's get walkin'


Alguns passos firmes para a frente no mesmo ritmo marcado em que as palavras do "All I wanna do" saiam da minha boca e então minha cabeça se balançava para um lado e para o outro como que buscando fôlego para segurar aqueles "oooh's". Apontava para a frente e trazia a mão para junto do peito em "it", elas então corriam pelos meus cabelos desfazendo o coque que prendia minhas madeixas curtas.

All I wanna do is love your body
Oooooh ooooh oooooh oooooooh
Tonight's your lucky night, I know you want it
Oooooh ooooh oooooh oooooooh

All I wanna do is love your body
Oooooh ooooh oooooh oooooooh
Tonight's your lucky night, I know you want it
Oooooh ooooh oooooh oooooooh

Bagunçava meu cabelo e balançava a cabeça como um astro de rock, minha perna esquerda batia no palco fazendo meu corpo chacoalhar no ritmo da música, a letra não fazia muito juz ao momento, talvez eu não fizesse muito o estilo Christina, sentia que banda tinha notado isso, a música tomava uma base mais pesada que a original, mais a bateria se destacava dos intrumentos de percussão o que fez um sorriso surgir no meu rosto.

It's true what you heard, I am a freak, I'm disturbed
So come on and give me your worst, uh oh, yeah
We're moving faster than slow
If you don't know where to go
I'll finish off on my own, uh oh, yeah


Com uma mão levantada e um comecei a dar saltos movendo meu quadril de um lado ao outro, até ficar de costas para as garotas, puxei o cabelo que cobria minha nuca enquanto as palavras saiam num tom mais lento, então num rodopio rápido voltei a ficar de frente para o público uma piscadela acompanhando o "faster than slow" e caminhava pra frente me dando socos no ar nos "uh oh, yeah"

Hey boy
I don't need to know where you've been
All I need to know is you
And no need for talking
Hey boy
So don't even tell me your name
All I need to know is whose place
And let's get walkin'


Com a cabeça levemente inclinada para trás meus olhos alcançavam as garotas que assistiam a apresentação, minha voz soava um pouco grogue, apesar de eu estar completamente sóbria. Minha mão descia por minha barriga como se estivesse exibindo meu corpo para o tal "boy".

All I wanna do is love your body
Oooooh ooooh oooooh oooooooh
Tonight's your lucky night, I know you want it
Oooooh ooooh oooooh oooooooh

All I wanna do is love your body
Oooooh ooooh oooooh oooooooh
Tonight's your lucky night, I know you want it
Oooooh ooooh oooooh oooooooh

Nesses versos dei tudo de mim, minha voz soava em sua potência máxima, me curvava para frente nos "Oooh's", olhos fechados, mãos apertadas junto ao peito, sentia suor escorrer por minha testa.

I think you already know my name
I think you already know my name

Então tudo acabou e eu fiquei ali esperando pra ver o que acontecia, me toquei que nem sabia por que estava cantando, podia ser o um teste pra peça do colégio ou talvez um daqueles show de talentos idiotas.

"money, power and glory. sisters breast of madness".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] - Christina Sharen Molinsky

Mensagem por Isabelle Leotta em Qua 18 Fev 2015 - 22:51



Aprovado!
Cara, se você ta entrando aqui provavelmente é viado ou gosta de botar as aranhas pra brigar, mas não se preocupe, essa é nossa especialidade. Caso seja um hétero boa sorte pra continuar assim nos próximos meses. Enfim, boa sorte no LUTW, prometo que é um lugar mágico de unicórnios e arco-íris e que você vai gostar e entrar na macumba que não deixa os membros sairem.------------------------------
Hétero, se eu não soubesse que tu é o rei da parada gay até estranharia uma garota hétero aqui Timótio. Mas vamos lá, cê ta usando a porra da Osborne, eu adoro ela, acho ela uma deusa entre os mortais e depois da Joan ela era minha favorita em Fashion Police (R.I.P Joan), mas eu queria que usasse a Kylie Jenner x.x
A MÃE DELA É PRODUTORA DE PORNÔS? EU POSSO APARECER EM UM PORNÔ? POSSO? POSSO? DEUS QUE EMOÇAUM! Esse negócio de diário e tals foi meio adolescente revolts que escuta Simple Plan e se acha a própria princesa de Ébano, mas continuemos...
Sua audição foi bem conceitual alternativa emocore hardcore não é? Chegar do nada e cantar Your Body. Work girl!
Enfim, cê já sabe que ta aprovado mesmo, curte ai viado.

Se divirta, tente não ficar louco nem virar um falsa coral e se quiser qualquer coisa pode falar comigo! rsrs


Bem vinda ao puteiro!








____________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum