[FP] Taylor Mya Flume

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Taylor Mya Flume

Mensagem por Taylor Flume em Ter 24 Fev 2015 - 2:02

Am I only dreaming?
━━━━━━━━━━━━━━━━━━
Eternal Flame


Nome: Taylor Mya Romanov Flume

Idade: 16 anos

Naturalidade: Lima - Ohio

Sexualidade: Heterossexual

História: Taylor Mya Flume é filha de Tatiana Romanov Flume e de Theodoore Flume, irmã de Terence Flume. A família é dona de uma loja de doces, de onde a garota é atendente. Sua mãe, uma russa vinda da região da Sibéria, era modelo e pretendia que a filha seguisse seus passos. Quando Tatiana veio aos Estados Unidos, precisou se manter enquanto a carreira de modelo não dava frutos e os caminhos da vida levaram Tati à Lima - Ohio. O primeiro emprego que tinha conseguido era ser atendente de uma loja de doces. Theodore era o filho do dono da loja e foi assim que os caminhos de Theodore e Tatiana se cruzaram. O rapaz era universitário e tinha em segredo um relacionamento com Thamisa McFeller, uma das loiras mais bonitas do campo universitário. Tatiana vira em Theodore uma chance de não ser mandada de volta para casa quando o visto expirasse. Mantendo a vida dupla, Theo percebeu que ia ser muito agradável manter as duas. Um dia Theo deixou cartas românticas enviadas por Thamisa em cima de uma mesa e Tatiana pegou. Decidida a ser a mulher de Theodore, Tati pegou as cartas e as escondeu. Após a formatura, Thamisa seguiu o lado da arquitetura da família e fora para Los Angeles - Nevada. Sem Thami por perto, Theodore levou o relacionamento com Tatiana adiante. Noivaram e se casaram mas algo entre eles não ia nada bem porque Tatiana tentava e tentava ficar grávida mas não conseguia. Diagnosticada com miomas, a mulher soube que não poderia engravidar enquanto não os tratasse. Desistindo de seu sonho de ser mãe, Tatiana prosseguiu com o tratamento. Três anos depois, em um dia calmo na doceria, a pressão da Sra Flume caiu e sua pele pálida chamou a atenção de seu marido. Juntos foram pro Hospital de onde souberam que estavam esperando um bebê. A vida de Tatiana não poderia ser melhor por ter o homem que "amava" e agora iria realizar o sonho, nada poderia atrapalhar aquele momento. Exceto a volta de Thamisa, o que ocorreu quando Taylor já tinha nascido. O reencontro de Theodore com Thamisa fora inevitável e a paixão reacendeu. O caso amoroso dos dois já estava quase às claras quando Thami também ficou grávida de Theodore, dando a luz a um menino que se chama Terence (nome do avô paterno de Taylor). Após ficar sabendo que a rival também tinha um filho de Theodore, Tatiana fora à casa da rival e a ameaçou. Ameaçada, Thamisa decidiu deixar Terence com o pai, deixando-o no batente da porta com uma carta dizendo: "Mudei de idéia quanto a Ohio e você, não me procure mais." de onde fora retirado pela Taylor, até então com cinco anos. Achando que o bebê fora um presente da oração de todos os dias em que pedia um irmãozinho, a garotinha descartou a carta. Tatiana, ao ver que Terence já estava incluído em sua família, resolveu aceitar que Terence fora criado com Taylor. Taylor resolveu que cantaria ao ver que seu irmão tinha perdido a voz em uma cirurgia para retirar as cordas vocais (atingidas por um tumor). Cresceu protegendo o irmão e cercada de doces, se tornou uma estudante do W.M.H.S. de onde tem uma das maiores notas de sua sala

------------------------------------------------------------------------------

AUDIÇÃO

As audições estavam cheias de gente em filas para serem ouvidas e a reação de algumas pessoas assustava. Algumas saiam chorando, outras estavam com raiva e raríssimas saíam da sala com um sorriso orelha-a-orelha. Taylor olhava pro papel com o número que a identificava e seu sobrenome em letras garrafais, pensava se devia mesmo ir para audição e se não era melhor ficar apenas cantando em seu chuveiro ou no quarto de Terence em seus showzinho particular pro irmão. Estava prestes a rasgar quando ouviu um grito da porta aberta. -Senhorita Flume, no centro do palco. A respiração estava até falhando quando a garota passou pela porta, pegou o microfone e fora até o meio do palco como mandado. -Olá... eu sou Taylor Mya Flume e irei cantar a música Eternal Flame dos The Bangles. Taylor olhou para sua direita onde encontrava-se a banda e deu um sorriso para eles, começou a estalar os dedos da mão direita para que soubesse quando começar a cantar. -Close your eyes, give me your hand, Darling. O começo era o que fazia Tay mais se emocionar e a menina ficava feliz, contente por conseguir não chorar  Do you feel my heart beating? Do you understand? Do you feel the same? A garota colocava a mão sobre o coração, como se imitasse o próprio coração. Com um movimento de cabeça rápido, a mesma colocava o cabelo cumprido para trás. -Am I only Dreaming? Is this burning an eternal flame? O primeiro trecho da música tinha acabado e Taylor não tinha corrido porta a fora, o que era um bom sinal. A garota percebeu que tinha ficado muito tempo parada no mesmo lugar e começou a andar no ritmo da música enquanto levava o microfone de volta para perto da boca: -I believe it's meant to be, darling. I watch you when you're sleeping... You belong with me, do you feel the same? Am I only Dreaming? Nessa hora, Taylor se aproximou da beirada e aumentou a agressividade. -Or is this burning an eternal flame? Sorria enquanto dava passos para trás e já começou a emplacar a próxima parte da música enquanto os olhos não desgrudavam da figura da avaliadora -Say my name sunshine through the rain... A whole life so lonely and then you come and ease this pain... I don't wanna lose this feeling. Taylor cruzou uma ponta à outra do palco girando, fazendo o vestido levemente rodado preto subir poucos centímetros e parou a uma distância segura do baterista. -Oh... A cabeça da adolescente balançava de leve enquanto curtia o solo. Um pouco antes dele acabar, fez o caminho de volta girando novamente. -Say my name, sunshine through the rain... A whole life so lonely and then you come and ease this pain... I don't wanna lose this feeling. Os passos, o quadril e a cabeça de Taylor se movimentavam com a delicadeza que a música pedia. A menina descia do palco pela escada e se aproximava da avaliadora. -Close your eyes, give me your hand... Do you feel my heart beating, Do you understand? Do you feel the same... E a agressividade na voz de Taylor voltava a atuar. -Am I only dreaming? O tom de voz foi aumentando até quase se transformar num grito mas era muito delicado para ser um grito de verdade. -Or is this burning... an eternal flame? A jovem foi voltando para cima do palco quando percebeu que alguém mais cantava, era tão ruim assim que chamaram outro quando estava fazendo seu melhor? Logo percebeu que era a banda que cantava. -Close your eyes, give me your hand darling... Do you feel my heart beating? Do you feel the same? Após se recuperar do susto momentâneo, começou a acompanhar a banda. -Am I only dreaming? Is this burning... an eternal flame? O gatinho que estava sentado na bateria dava um sorriso e isso fez Taylor corar, jogou o cabelo para trás de novo e seguiu cantando com a banda, que cantavam com a sincronia que fazia a audição parecer um dueto. -Close your eyes, give me your hand... -Darlin... -Do you feel my heart beating? -Do you understand? -Do you feel the same? Am I only dreaming? -Dreaming... Ahhh, an eternal flame. O "dueto" com a banda terminava com Taylor cantando olhando para avaliadora enquanto o grupo de garotos continuava. -Close your eyes, give me your hand, darlin' -Ohh ohh ohh... -Do you feel my heart beating? -Do you understand? -Do you feel the same?  -Am I only Dreaming? -Dreaming... -Is this burning a eternal flame... Os meninos terminavam o solo e então Taylor olhou para mulher que avaliava, deu um sorriso para ela e... -Obrigada pela consideração... vou esperar algum contato...  E simplesmente começou a caminhar para sair. Já sabia que se não passasse pro coral, iria para banda.





"money, power and glory. sisters breast of madness".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Taylor Mya Flume

Mensagem por Convidado em Ter 24 Fev 2015 - 16:50



Aprovado!
De laatste tijd kreeg me kijken, zo gek, mijn baby, ik ben niet mezelf, ik ben dom, ik doe dit ik heb mezelf, baby I don't care niet gespeeld ' cuz uw liefde got het beste van mij en u bent het maken van een gek van mij je me hebt baby ontstaan en kan me niet schelen wie ' cuz baby u got mij, je hebt me, zo gek baby ------------------------------

Well, well... O que temos aqui? Acho que ouvi falar sobre você, mas deixemos isso para lá. Vamos as considerações:
Primeiro: Para qual coral, exatamente, você fez teste? Temos dois no McKinley e não me lembro de ter visto algo referente a isso.
Você posta bem. Sua história é bem contada e seu português bom. Observei que houve muitas repetições de nomes, o que me deixou um pouco confusa em certas partes e me fez chegar a conclusão que você realmente gosta de nomes com a letra inicial T. Procure usar mais pronomes, irá aumentar ainda mais a qualidade de sua história e fazer com que pessoas lerdas como eu não se percam. (-q)
Sua audição foi interessante, embora tenha tido um término diferente do que é indicado na ficha modelo. Você tem um bom desenvolvimento das ações e isso é um bom ponto.
Então, é isso. Seja oficialmente bem-vinda e tente manter sua heterossexualidade por mais de dois meses.



THANK YOU BRIDE!







Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum