BELLFLOWER, Tiberius

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

BELLFLOWER, Tiberius

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Dom 24 Maio 2015 - 21:06


Tiberius

─ Nome Completo:
Tiberius Bellflower Shull

─ Idade:
17 anos.

─ Escola:
Newtt Mckinley High School

─ Grupo:
Cantores

Personalidade:

Tiberius tem uma personalidade confusa, as vezes é difícil de definir algo concreto para a maneira com que ele age, dias ou outros até mesmo ele se perde nos próprios pensamentos. Tímido é uma das principais características do garoto, quem sabe algum dia ele perca aquele problema de corar na frente dos outros por vergonha de algo. Ele não tem muitos amigos, mas não por que ele quer, mas por que não consegue fazer, dificilmente esta com outras pessoas, já que prefere ficar sozinho, é uma mania desde pequeno. É quieto e não gosta de se misturar com pessoas que ele ache que são más influências, embora tenha dificuldade para dizer não a um pedido.

Simpático e sorridente, consegue conquistar as pessoas pelo seu jeito carinhoso e quase sempre compreensivo. Pode se dizer que ele tem um pequeno problema, é ingênuo e cai na tentação de qualquer um, as pessoas conseguem o manipular por ser fácil fazer. É um garoto que confia em qualquer pessoa, mesmo não tendo certeza se essa é confiável. Sua sensibilidade também é um fator marcante, se magoa facilmente com os outros.

História:

Num passado não tão distante, esse trecho é contado quando Tiberius possuía catorze anos de idade.

-Você está atrasado Tiberius! Tome logo esse banho.- Falou o homem velho que havia adotado o garoto alguns anos atrás. Sua voz era grossa e impaciente, não conseguia ficar esperando. O tempo estava passando lentamente na cabeça do pobre menino, que tentava acordar da realidade que estava vivenciando por esses meses. -Até que enfim saiu! Ande logo, já são vinte e duas horas da noite. É bom que volte com bastante dinheiro dessa vez.- Comunicou coçando sua barriga gorda e cabeluda. Olhando debochadamente para Tiberius, que tentava se apressar.

Os passos apurados para sair da residência eram notados de longe. Seu ponto final era numa esquina escura, onde haviam mulheres e transsexuais em busca de dinheiro. Tiberius era o único garoto que tinha a mesma função delas, sentia-se inseguro e com muito medo. Era algo estranho para o menino, mesmo já tendo feito aquilo várias outras vezes, estava cansado de ser usado daquela forma. Houve dias que ficou sem comer, por ter recusado em vir ao seu "local de trabalho". As horas foram passando e um carro parou em sua frente, convidando o garoto para entrar. -Venha rapaz, vamos brincar um pouco.- Sorriu de canto, enquanto Tiberius se aproximava com um grande aperto no peito.

Trecho contendo conteúdo +18, homossexualidade.:
Naquela mesma noite, o garoto foi levado para um Motel da cidade, escondido no banco de trás. O quarto era luxuoso, possuía móveis modernos, hidromassagem, mastro de pole dance e vários preservativos de sabor. -Me mostre do que é capaz garotinho.- Sem se pronunciar o garoto se aproximou do homem, levantando sua camisa de forma rápida e a jogando ao lado da cama, enquanto subia sobre seu corpo e dava alguns leves beijos sobre seu peito. O menino descia devagar, aumentando o ânimo do homem que fechava os olhos e aproveitava o momento.

Mordiscou seu mamilo e continuou com seu "serviço". Tiberius abriu seu zíper e abaixou sua calça de forma lenta, enquanto abocanhava o membro do homem, ainda dentro da cueca. Um gemido baixo saiu de sua boca. -Isso é muito bom.- Comentou enquanto retirava sua cueca e esperava que o menino continuasse com aquilo. -Vai lá seu puto.- Falou grosseiramente enquanto o garoto movimentava o pênis do rapaz para cima e para baixo, aumentando a intensidade que fazia aquilo com o tempo.

Num movimento rápido, o homem pegou a cabeça de Tiberius e forçou o mesmo a colocar seu membro em sua boca. Por alguns minutos, o garoto teve que lamber e dar prazer daquela forma a ele. O sexo oral durou alguns minutos e o menino se engasgou uma vez ou outra ao tentar abocanhar o pênis do homem por inteiro. -Não sabia que garotos da sua idade faziam tão bem.- Comentou pegando Tiberius e o jogando sobre a cama, enquanto colocava um preservativo de morango.

Ficando de quatro, o garoto tentava não gemer com a velocidade em que o homem o penetrava, era algo que o machucava em determinadas vezes. Tiberius se entristecia, toda vez que aquilo acontecia, ele era novo e já fazia alguns meses que era obrigado a fazer sexo forçado. Com o tempo, várias posições aconteciam e o menino tentava não chorar em determinadas situações. -Deita aí, vou gozar.- Pronunciou retirando o pênis do garoto e removendo o preservativo. O homem começou a se masturbar até a ejaculação acontecer, está que sujou e lambuzou o peito do garoto por completo.


-Foi bom.- Falou jogando uma nota de cem dólares sobre a cama, vestindo-se saindo do ambiente. Tiberius estava calado, caminhando nu até o banheiro do motel. Tomou um banho longo para se limpar de toda aquela sujeira.

O trecho passado aconteceu mais algumas vezes naquela mesma madrugada, mas com outras pessoas. Quando o garoto voltou para casa, teve que entregar todo o dinheiro para aquele homem, que deveria ter a imagem de um pai para Tiberius. O menino deitou-se na cama de seu quarto e tentou dormir, mas as imagens sempre o assombravam, mesmo tentando ser forte, ele sabia que no dia seguinte teria que fazer a mesma coisa.

Naquele ano, o velho foi preso e Tiberius foi adotado pela policial que cuidou do caso. Uma nova vida estava começando.

Alguns anos depois, quando Tiberius possuía seus dezessete anos.

Caminhando com um sorriso torto na boca, o menino estava feliz enquanto se sentava na mesa. Sua nova mãe o observava. -Sabe mãe, depois que aquele velho imundo foi preso. Eu mudei muito, graças a você, que conseguiu uma bolsa naquela escola. Agora eu sou um jovem feliz, livre e eu posso cantar sem ter medo de ficar sem refeição no dia.- Comentou Tiberius abraçando e dando um beijo na bochecha da mulher que o cuidou por três anos e o retirou de uma vida sofrida.

Tudo mudou, todo o passado ficou para trás. Tiberius estava pronto para por em prática seu sonho: ser um cantor.
"People help the people".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum