{OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Seg 25 Maio 2015 - 20:37


Sunlight comes creeping in

A postagem se inicia entre Shannon B. Gould Kempner e Tiberius Bellflower Shull e está fechada para qualquer um que não tenha sido convidado. Passando-se esta no início de Janeiro, dia vinte e três de manhã, cerca de oito horas, na praia em frente a Ocean Drive. O conteúdo é livre. A postagem está finalizada.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Seg 25 Maio 2015 - 21:07

Oh, people help the people


And if you're homesick Give me your hand and I'll hold it People help the people Nothing will drag you down Oh, and if I had a brain I'd be cold as a stone and rich as the fool That turned all those good hearts away
▲ O novo dia estava começando. As férias de verão estavam mais entediantes do que nunca. Tiberius nunca teve muitos amigos, então era raro o ver fora de casa. Os olhos do garoto abriam de forma lenta, ainda eram sete horas e Tibers não sentia ânimo algum de se levantar. Um bocejo saiu de sua boca, enquanto calçava pantufas. Com um olhar desanimador o menino arriscou dar alguns passos até a cozinha e sentou-se na cadeira mais próxima, não havia nada de interessante na superfície da mesa, então pegou uma maça de cor brilhosa. Tiberius deu uma mordida forte no fruto e saboreou seu gosto doce que descia garganta a baixo.

Os passos do menino eram lerdos e preguiçosos e a vontade de sair era a miníma possível. Caminhou até o banheiro para tomar um banho longo, este que seria o suficiente para o deixar limpo. De baixo o do chuveiro o garoto se ensaboou e deixou a água gelada percorrer sua pele, o líquido conseguia deixar os pelos corporais de Tiberius arrepiados e o mesmo tentava conter o frio que sentia. Mordiscou o lábio quando a ducha terminou e foi se trocar. Sua camiseta era escura, num tom preto e possuía a estampa de um desenho animado, além de um calção azul e um chinelo braco acompanhavam em sua vestimenta.

Saiu de casa as pressas, queria chegar logo em Ocean Drive, de manhã o local não era tão movimentado e isso permitia que Tiberius pudesse fazer uma caminhada na calçada a beira da areia da praia. Os passos eram largos e o garoto tentava se exercitar daquela forma. Passou a mão sobre sua testa, esta que começava a escorrer uma gota de suor durante o trajeto que o rapaz fazia. O tempo passava de forma lenta e o sol começava a se manifestar no lugar.


thanks, ♛ and ▲

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Convidado em Seg 25 Maio 2015 - 22:04

Hey, there!!
Somewhere to run.
Não foi uma surpresa quando acordou às seis da manhã com a camisa de pijama empapada de suor. As palavras escutadas há alguns verões atrás ainda batiam em sua cabeça. Tratou de levantar rapidamente da cama, tomando uma ducha extremamente rápida – e gelada – e vestindo-se da forma mais fitness que podia. A camiseta branca neutralizava o colorido do short de tactel e combinava detalhadamente com o tênis confortável nos pés. O boné foi colocado para prender o chamativo cabelo louro e impedir que o suor, que viesse cair, atingisse seus olhos. Saiu de casa antes de qualquer um acordar, com uma pera e seu inseparável iPod em mãos em direção a Ocean Drive.

-x-x-x-

O suor que escorria pela sua nuca informava que, naquele momento, a corrida finalmente estava fazendo efeito. A respiração já estava devidamente controlada, para não perder o ritmo do exercício e causar algumas dores próximas aos rins por falta de oxigênio. A batida forte e rápida da versão estendida de Body Talk a fazia correr em sua velocidade máxima, dando-lhe a deliciosa sensação de queimação nos músculos das pernas e garganta seca. Tivera uma noite difícil. Bem difícil. Aquele maldito pesadelo voltou a assombrar e o único jeito de fazê-la esquecer das imagens perfeitamente nítidas era cansando o corpo daquela forma.

O vento fresco batia em sua face corada e um pouco úmida, lhe dando a sensação de liberdade. Ela amava Miami e seus dias perfeitos pela manhã! Principalmente quando estava no verão e era cedo o suficiente para apenas crianças e pessoas de mais idade estarem ocupando a areia branca. O cheiro salgado do ar e o barulho das ondas quebrando lhe davam conforto; ela realmente se sentia em casa ali. Fechou os olhos por alguns segundos, aumentando um pouco mais os movimentos das pernas: agora sim estava correndo rápido. Muito rápido. Tão rápido que não viu o momento exato que o garoto duas vezes mais alto que ela “surgiu” em sua frente, chocando-se de frente com o mesmo. – Ah, merda. – Disse ao cair com a bunda no chão. Quedas não eram novidades para ela, mas cair na Ocean Drive – por mais vazia que estivesse -, era vergonhoso. – De onde você saiu? – Indagou enquanto levantava-se rapidamente para não atrair olhares curiosos. Arrancou os fones para conseguir escutar qualquer coisa que viesse a ser dita pelo cidadão e bufou ao reconhecer o garoto.  – Bela forma de começar o dia, huh? Não é todo dia que se tem um baita de um encontrão, assim, com uma gata feito eu. – Piscando os olhos, espalmou um pouco da areia que havia ficado preso em seu short. – Bom dia para você também, Tibs.


Perfect
No one knows what its like to feel these feelings like I do

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Ter 26 Maio 2015 - 16:27

Oh, people help the people


And if you're homesick Give me your hand and I'll hold it People help the people Nothing will drag you down Oh, and if I had a brain I'd be cold as a stone and rich as the fool That turned all those good hearts away
▲ O percurso estava quase completo e Tiberius se sentia com uma vontade enorme de descansar, não era tão acostumado a fazer caminhadas de longo trajeto. Um suspiro saiu de sua boca a medida em que continuava com seus largos passos. Num instante não esperado, Tibers se chocou com uma garota loura e acabou dando alguns passos para trás, passando a mão sobre seu peito, local onde foi atingido pelo rosto da menina. - Me desculpe, não a vi se aproximar. - Comentou esticando a mão para ajuda-la a levantar, mas a garota foi mais rápida e levantou-se sozinha. Tiberius tentou disfarçar coçando a cabeça.

Chegava até ser engraçada a situação, Shannon era uma daquelas meninas populares do colégio, ninguém se atrevia a mexer com ela, mas no caso do garoto, foi um acidente. - Não olhei por onde estava andando. - Comentou passando a mão sobre sua testa, nela continha algumas gotículas de suor e isso seria vergonhoso em frente a moça. - Eu devo estar com muita sorte hoje, encontrar você a uma hora destas. Já de manhã. - Tiberius se aproximou um pouco e deu um riso baixo. - Aproposito, bom dia. - Falou bocejando, tampando com uma das mãos a boca aberta.

- Posso me desculpar pagando um sorvete a você? - Disse Tiberius a analisando dos pés a cabeça, ela estava toda ajeitada e muito bem apresentável naquele dia, na verdade em quase todos ela chamava bastante atenção. Era uma garota de beleza inconfundível.


thanks, ♛ and ▲

____________________


Got me looking so crazy right now
I look and stare so deep in your eyes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Convidado em Ter 26 Maio 2015 - 20:09

Coffee time.
I'm feeling good.
O arquear da sobrancelha esquerda foi puro reflexo: ela fazia isso quando achava uma situação um pouco... Estranha. Tiberius parecia um pouco sem graça a sua frente, a maneira como se comportava a lembrava o modo que alguns colegas de classe a tratavam no colégio. Isso era bizarro. – Acho que você deveria parar de se desculpar. – Comentou após dar uma respiração mais profunda, tentando acalmar as batidas ainda rápidas do coração devido ao esforço que estava fazendo até segundos atrás. – Quero dizer, fui eu quem bateu com tudo em você. Eu tinha acabado de fechar os olhos, se quer saber. – Encolheu um pouco os ombros, olhando, durante alguns segundos, em direção ao mar azul. – Acredite, teria sido pior se você fosse uma velhinha de oitenta e quatro anos ou não fosse tão – Fez uns gestos exagerados com as mãos, indicando o tamanho do garoto e os músculos que o mesmo tinha. – Grande. – Finalizou, lançando-lhe um sorriso gentil. Retirou o boné, o elástico do acessório começava a incomodar. – Então, caro Tibers, eu que lhe devo desculpas. Sabe como é, uma pessoa, com dois pés esquerdos, correndo em uma velocidade um pouco acima do normal causa alguns transtornos. Sinto muito que tenha sido o escolhido a passar por eles. – Alcançou a toalhinha no bolso de trás do short e secou o suor da nuca, fazendo o mesmo com a testa em seguida.

Tornando a prestar atenção no moreno, prensou os lábios para não rir. – Você está mesmo oferecendo sorvete a uma menina que estava em seu ápice na corrida? Às – Olhou o relógio de pulso – Oito e vinte quatro da manhã? – Indagou com a testa franzida. Observou o menino bocejar e desviou os olhos rapidamente: sempre que alguém bocejava perto dela, o mesmo acontecia com a garota em seguida. – Se bem que eu aceitaria um café. Talvez um muffin com gotas de chocolate também. – Piscou os olhos voltando a atenção ao mais alto, animada com a ideia de ir a sua cafeteria preferida. – E acho que café seria uma boa pedida pra você também. Caiu da cama hoje? Não me parece muito animado. – Parou de falar quando percebeu a cara da sua companhia. – Desculpe, eu posso ser uma tagarela de vez em quando. – Corou um pouco, ajeitando o rabo de cavalo na cabeça. Deu um passo a frente, entrelaçando o braço no musculoso do rapaz e começou a puxá-lo em direção ao Nespresso Café. – Vou te apresentar ao melhor café da cidade. – Comentou andando a passos largos em direção à lojinha quase escondida da Ocean Drive. Naquele momento, ela já havia esquecido do sonho ruim que tivera durante a noite e começava a se sentir bem com a companhia do garoto bonito ao seu lado.



Perfect
No one knows what its like to feel these feelings like I do

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Ter 26 Maio 2015 - 20:38

Oh, people help the people


And if you're homesick Give me your hand and I'll hold it People help the people Nothing will drag you down Oh, and if I had a brain I'd be cold as a stone and rich as the fool That turned all those good hearts away
▲ Num piscar de olhos, Tiberius tentou não ficar envergonhado em frente a moça, se sentia culpado pelo acontecido. O garoto se manteve calado por um período grande de tempo, até o silêncio ser quebrado por algumas palavras vindo de Shannon que parecia estar animada naquela manhã, talvez caminhar fizesse bem a ela. - Acredite ou não, sorte minha ter sido eu. Como você disse, uma velhinha de oitenta e poucos anos acabaria não conseguindo levantar caso caísse. - Pronunciou de forma compreensiva enquanto prestava atenção nas palavras que vinham de sua companhia. - Desculpas aceitas. - Falou dando um riso baixo enquanto tentava decidir o que fazer posteriormente. - Café? Ótima ideia. Estou precisando tomar um bom e delicioso cappuccino. - Falou escutando seu estômago roncar enquanto imaginava o líquido descer por sua garganta. - Acredite ou não, dormi muito mal. Acho que isso foi o motivo de eu ter vindo caminhar para cá. - Coçou a cabeça, confuso com o que pronunciava. Tiberius não tinha certeza do que dizia, então tentava disfarçar olhando para baixo.

Em poucos minutos Shannon estava segurando o braço do rapaz que a acompanhava curioso com o que estava por vir. Movimentou a cabeça positivamente quando a garota comentou sobre o melhor café da cidade. - Vindo de você, acredito que seja muito bom mesmo. - Opinou enquanto se aproximava do estabelecimento. Tiberius observou as ondas quebrarem na areia da praia e sentiu um aperto no peito, estava contente com a situação em que estava vivenciando naquele ano. - Vamos sentar aqui. - Sugeriu para a garota, apontando para uma mesa próxima. O ambiente era extremamente agradável, possuía um aroma de café pronto para ser servido e diversas decorações em volta. Ambos sentaram numa mesa ao lado da que a garçonete do local estava atendendo, então Tibers pediu para que a mulher os atendesse. - Por favor, um cappuccino de baunilha e uma fatia de torta de limão. - Tiberius olhou para Shannon com um largo sorriso no rosto enquanto comentava sobre o pedido da garota. - E para ela um muffin com gotas de chocolate junto de um café. - O garoto observou a mulher se afastar com o pedido, então a esperou escutando seu estômago suplicar para ser saciado.


thanks, ♛ and ▲

____________________


Got me looking so crazy right now
I look and stare so deep in your eyes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Convidado em Sex 29 Maio 2015 - 20:57

Coffee time.
I'm feeling good.
Assim que adentrou a lojinha, cada célula do seu corpo “acordou” com o cheiro de café fresco e gritaram desesperadamente por um pouco do líquido quente. Ela era viciada em café e essa era sua reação toda vez que se via prestes a degustar a bebida. Acompanhou Tiberius até a mesa que o mesmo havia sugerido e sentou-se na frente do garoto, pousando seus poucos objetos na mesa. Sorriu para o moreno quando o mesmo fez seu pedido, aquilo havia sido realmente gentil a seu ver. – Sabe, se eu não tivesse um gaydar tão bom, diria que você está tentando me impressionar. – Soltou sem perceber. Ao notar o que tinha dito, corou levemente e pigarreou em seguida. – Desculpe, falei sem pensar direito. – Desviou o olhar para a bancada, agradecendo o fato de que seus pedidos já estavam a caminho. Aguardou a mulher repousar a comida na mesa para olhar o garoto novamente. – Por meio das dúvidas, você não está tentando me impressionar, está? – Indagou pegando a xícara com a elegância que havia sido criada e tomou um pequeno gole, suspirando ao sentir o sabor forte e um pouco doce. Exatamente do jeito que gostava. – Quero dizer, posso estar sujeita a cometer erros quanto a isso. – Explicou-se enquanto movimentava-se um pouco na cadeira para arrumar uma melhor posição. Esticou as costas, deixando a postura ereta e o queixo um pouco erguido. Sorriu.

Encarou o garoto, absorvendo as características que o mesmo possuía. Ele era bonito, chamava a atenção e tinha alguns traços fortes. Sem contar a barba que o deixava extremamente atraente. Acenou com a cabeça, aprovando a imagem que via. Ela sabia que não era certo julgar assim, mas era mais forte que ela. – Voltando ao assunto de dormir mal, acho que estamos quites. – Suspirou, encolhendo um pouco os ombros em seguida. – Tive um pesadelo terrível e vim correr para tentar esquecer. – Sorriu de lado, de forma triste, colando as costas no encosto da cadeira. – Mas creio que só começarei a esquecer agora, com sua companhia. – Disse sincera, com um pequeno brilho surgindo em seus olhos. – Que tal me contar mais sobre você? Quero dizer, tecnicamente eu te conheço apenas de vista. Então vamos lá: quais seus hobbys, cor favorita, banda que mais gosta? Tem gato? Cachorro, talvez? Papai não me deixa ter animais, diz que não sei cuidar nem de mim direito. Sabia que eu já tive um hamster? Ele morreu porque eu sem querer sentei em cima dele e... – Parou de falar de repente, se dando conta que estava tagarelando de novo. – Argh, desculpe. – Alcançou seu bolinho, dando uma mordida pequena no mesmo. – Ok, pode começar. – Deu mais uma mordida e aguardou o menino contar sua história, fazendo um movimento com a mão para incentivá-lo a falar.



Perfect
No one knows what its like to feel these feelings like I do

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Sex 29 Maio 2015 - 23:12

Oh, people help the people


And if you're homesick Give me your hand and I'll hold it People help the people Nothing will drag you down Oh, and if I had a brain I'd be cold as a stone and rich as the fool That turned all those good hearts away
▲ O silêncio predominava naquela mesa, Shannon e Tiberius pareciam não estar tão a vontade. A boca do menino se abriu, soltando um suspiro leve, estava um tanto quanto entediado naquele dia. Minutos vem, minutos iam, o tempo não parava e Shannon arriscava puxar assunto, ela comentava sobre gaydar e sobre Tiberius estar querendo a impressionar. O garoto sorriu sozinho, achando a situação engraçada, mal sabia a garota que o rapaz gostava da mesma fruta que ela, mas para não perder a oportunidade, fingiu parecer hétero naquela mesa, tentando ver qual seria a reação da menina que o acompanhava. - E se eu estiver realmente querendo te impressionar? - Pronunciou Tibers se levantando da cadeira e esticando corpo sobre a mesma e então fingiu dar um beijo em Shannon, mas quando se aproximou de seus lábios, movimentou a cabeça um pouco para o lado e deu um beijo estalado em sua bochecha, voltando a se comportar na mesa e dando algumas risadas com a reação e a expressão facial que a garota fazia. - Acredite, eu sou só gentil. - Comentou o menino observando a comida chegar. O mesmo pegou um garfo de sobremesa e começou a saborear a deliciosa torta que havia pedido.

Shannon era uma menina que gostava de falar, ela se demonstrava empolgado com as histórias que aconteciam com ela, mas o negócio é que ela queria conhecer Tiberius, que não deixava o sorriso escapar. - Gosto de você assim, tagarela. - Falou mostrando os dentes brancos duma forma exagerada, mas tentava disfarçar quando percebeu que estava se passando de idiota. - Gosto de ver filmes, principalmente aqueles de comédia romântica, são meus preferidos. - O rapaz começou a contar seus gostos, estava contente com a situação que estava presente. - Animais não entram lá em casa, minha mãe disse que eu não tenho tempo para cuidar deles, preciso me dedicar com os estudos e tudo mais. - Continuou se ajeitando na cadeira e a observando, ela parecia atenciosa e curiosa com suas histórias. - Sou apaixonado pela cor azul marinha, me identifico. Banda favorita? Não tenho nenhuma em especial. - Disse o menino ficando um tempo pensativo, então arriscou se pronunciar. - Eu tenho uma voz bonita, acredito que meu principal hobby seja cantar. - Falou Tiberius pegando a xícara de cappuccino e tomando um gole do líquido quente, que adocicava sua boca e garganta. - Mas e você? Conte-me mais sobre seus gostos. - Pediu delicadamente para a garota que estava ali presentes, sem dúvidas Tiberius acreditava que ali surgiria uma amizade forte. O rapaz disfarçava um sorriso torto, pensando no que Shannon imaginava sobre ele e se realmente ele estava querendo a impressionar, coisa que estava longe de acontecer. Riu sozinho.


thanks, ♛ and ▲

____________________


Got me looking so crazy right now
I look and stare so deep in your eyes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Convidado em Sab 30 Maio 2015 - 16:36

Coffee time.
I'm feeling good.
Ok, o que havia sido aquilo? Por um breve momento Shannon realmente acreditou que seria beijada pelo menino. Não que houvesse algo que a impedisse; Tiberius era uma pessoa legal e atraente, mas definitivamente não fazia o tipo dela. E, bem, já existia uma pessoa na vida dela – por mais que essa pessoa ainda não soubesse de seus sentimentos - e ela não conseguia ver outrem com outros olhos. Piscou os olhos um pouco assustada. – Certo, não faça mais isso, garotão. – Comentou se referindo a brincadeira que havia se passado. – Você é bonito e certamente eu mataria alguma menina pra ficar com você, mas aparentemente não estou interessada em meninos no momento. – Arqueou uma sobrancelha, forçando sua companhia a entender o que estava implícito. Sorriu um pouco maliciosa. – Embora eu continue achando que você torça por outro time. – Deu mais uma mordida em seu muffim, suspirando com a explosão deliciosa de sabor que acontecia em sua boca.

Tiberius era divertido, tinha um sorriso contagiante e parecia divagar em seus próprios pensamentos, assim como ela. E, claro, gentil. Muito gentil. A loura já estava considerando chamar o garoto para uma daquelas festinhas que fazia em sua casa de vez em quando, para pessoas realmente próximas, em uma ocasião propicia. Talvez uma amizade legal surgisse ali. – Você não deveria ter dito que gosta de mim tagarela. Há boatos de que fico mais tagarela ainda quando isso é dito em voz alta. Daqui a pouco você não vai aguentar escutar minha voz. – Piscou um olho, dizendo, de forma muda, que era uma brincadeira. Parou de falar quando, finalmente, o moreno começou a contar sobre si. Ela adorava isso! Digo, ela adorava quando as pessoas contavam sobre si e, em algum momento, se identificava com ela. Sorria em determinadas partes, dando apoio para ele continuar a contando mais histórias. – Comédia romântica? Sério? – Isso era incomum. Normalmente garotos gostavam de ação, terror, suspense e esses filmes de luta que ela realmente não entendia bulhufas. Não, sério, qual é a graça de ver um homem seminu em cima de outro dando socos e mais socos na cara dele? Bizarro. – Ponto para você. Aparentemente é um dos meus estilos favoritos, também. Junto com suspense, musicais e filmes antigos. – Mostrou os dentes brancos, simpatizando ainda mais com o homem a sua frente. Tomou o último gole de café antes de fazer uma cara pensativa. – Huh.. Contar sobre mim é um pouco difícil. Faço mais o estilo “conheça por si só”. Mas vou tentar. – Aprumou mais ainda a postura, apoiando os cotovelos na mesa de madeira entre eles e repousando o queixo na mão. – Eu gosto de Artes e tudo que está envolvido nela. Atuar é minha paixão. Vejo-me, daqui uns anos, tomando isso como minha forma de ganhar a vida. – Pausa para o sorriso bobo que dava toda vez que falava sobre atuação. – Música? Definitivamente eclética. Mas digamos que tenho um precipício por eletrônica e Lifehouse. Vá entender. – Bateu o dedo indicador no queixo, mostrando que tentava lembrar todas as perguntas que havia feito a ele. – Cor, acho que branco. Não, branco não. Azul. Todos os tons de azul. Rosa também seria uma opção, mas não gosto daquele Pink. Ou verde. Eu acho que verde água uma cor incrível. Ah, e tem o preto. Preto combina com qualquer coisa. – Franziu o cenho, reparando que não tinha uma cor favorita porque gostava de todas. – Ignore isso, apenas fique sabendo que amo todas as cores. – Sorriu pela quinta vez no dia, erguendo a mão e pedindo por mais café.

Sabe aquela sensação de bem estar que apenas a companhia de alguém oferecia? Ela se sentia assim no momento. Leve. Estava apreciando a companhia do garoto. – Você gosta de cantar? Acho que teria um papel em uma peça que estou pensando em colocar no McKinley. – Comentou mais para si mesma do que para o garoto, fato que explicou o tom baixo usado. Desviou o olhar da mesa lustrada ao ver a mulher se aproximando com seu segundo café. - Normalmente eu não saio contando sobre mim dessa forma. Sinta-se privilegiado, Tibs. – Comentou pegando a xícara fumegante e tomando mais um gole. – Sabe, eu gosto de escrever também. Mas não gosto das coisas que escrevo, por isso as deixo guardas a cinco chaves debaixo da minha cama. E sobre animais? Incrivelmente apaixonada. Queria eu saber amar como eles. O mundo seria um lugar melhor se todos fossem fieis como o cachorro; amigável como uma girava e sábia como a águia. – Terminou seu pequeno discurso com um sorriso suave nos lábios, encarando os olhos escuros do garoto. – E, me tire uma dúvida, isso ai é bom? – Indagou apontando para a torta que ainda tinha no prato do seu acompanhante. – Anda, não seja egoísta e me dê um pouco. – Abriu a boca, aguardando o pedaço que havia pedido.

Perfect
No one knows what its like to feel these feelings like I do

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Sab 30 Maio 2015 - 22:25

Oh, people help the people


And if you're homesick Give me your hand and I'll hold it People help the people Nothing will drag you down Oh, and if I had a brain I'd be cold as a stone and rich as the fool That turned all those good hearts away
▲ Tiberius estava com um largo sorriso estampado no rosto, seu coração estava batendo normalmente a medida que o tempo percorria. O gosto adocicado do cappuccino era deliciosamente prazeroso, ele degustava com muita paixão o líquido escuro que o fazia despertar melhor naquela manhã. - Não farei. - Comentou o menino quando a garota pediu para que ele não tentasse a beijar novamente, se bem que foi na bochecha, nada demais. Ficou em silêncio por um longo tempo, estava a escuta de uma explicação deliciosa de se ouvir, Shannon era uma garota interessante e sem dúvidas, se Tiberius fosse hétero, a chamaria para um passeio mais reservado. - Sim, comédias românticas são as melhores. - Falou Tibers piscando um de seus olhos para a moça que o acompanhava. Minutos pareciam segundos com a notável ótima companhia que o garoto havia, então nem percebeu a hora passar. O sol já estava se instalando em meio as nuvens e clareando o ambiente. - Cantar é ótimo, atuar é divertido e escrever mágico. Eu sou um rapaz diferente, não gosto de esportes. - Confessou enquanto coçava a cabeça e prestava atenção na garota que tinha os olhos brilhantes para sua torta de limão. - Tudo bem, está aqui. - Falou enquanto pegou um pedaço do doce que havia em seu prato e levou até a boca da garota que já estava aberta para receber o delicioso gosto azedo do limão.  - Vai dizer que não é delicioso. - Disse o menino analisando a expressão facial que Shannon fazia.

Pensativo por um momento, Tiberius decidiu contar seu "não tão segredo". Com os olhos desviados para a mesa ao lado, o menino esticou seu corpo para trás, estalando suas costas a medida que ficava mais curvado. Num suspiro rápido ele a olhou diretamente nos olhos e voltou ao assunto passado. - Quer saber a real? - Perguntou enquanto pegava o cappuccino e tomava o último gole que havia na xícara. Uma expressão de decepção se instalou em seu rosto quando percebeu que havia acabado o delicioso líquido. - Eu sou gay. - Cochichou enquanto deu um riso baixo e corou por um leve momento. - Não se preocupe, última coisa que faria era te impressionar para te pegar para mim. - Brincou Tibers soltando um largo sorriso no rosto enquanto apoiava seus cotovelos sobre a superfície de madeira. - Esperava por isso já? - Perguntou curioso pela resposta que a menina daria.


thanks, ♛ and ▲

____________________


Got me looking so crazy right now
I look and stare so deep in your eyes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Convidado em Dom 31 Maio 2015 - 16:34





gone.
i'm a lost river that'll never reach the sea when you're not here with me when you're



Certo, a torta era deliciosa. Talvez – apenas talvez -, ela começasse a pedir algo diferente de muffim e brownie quando fosse àquele estabelecimento. Saboreou o máximo a sobremesa nem tão doce, sentindo a boca salivar devido ao gosto um pouco azedo do limão. – Ta bom, admito que seja deliciosa. O azedinho do recheio não deixa ficar muito doce. Perfeito. – Sorriu ao final da frase, bebericando mais um pouco do café quente. O tempo lá fora já havia mudado. O sol, nesse momento, estava quase no meio do céu. Quanto tempo havia se passado desde o pequeno ocorrido lá fora, que os levaram para um – não literal – encontro de café da manhã? Ela não sabia dizer.

A conversa com Tiberius fluía normalmente, como se eles fossem acostumados a fazer isso desde... Sempre. A loura apreciava isso; fazer amizades espontâneas era algo raro e, cá entre nós, delicioso. Passando a mãos pelos fios um pouco desgrenhados do cabelo, prestou o máximo de atenção quando o mesmo se inclinou, diminuindo o tom de voz para falar algo que, aparentemente, era segredo. “Eu sou gay”. A risada que saiu dos lábios rosados foi instantânea, quase impossível de segurar. Não que a cofissão do garoto (e o fato dele ter corado ao admitir) fosse engraçada, mas, mais uma vez, seu gaydar fora certeiro. As palavras ditas por ele a seguir fez uma enorme vontade de girar os olhos surgir, mas ela repreendeu. Fingiu-se de ofendida. – Primeiro: eu sou totalmente namorável e não me surpreenderia caso você quisesse sair daqui para um altar e manter uma relação saudável e duradora comigo. – Disse colocando a mão sobre o peito, para dramatizar ainda mais a situação. – E segundo, eu totalmente esperava por isso. – Desfez a falsa pose e se inclinou também, diminuindo o tom de voz assim como ele havia feito. – Vamos lá, você não consegue enxergar nada sobre mim? Talvez uma bandeira gay acima da minha cabeça ou uma placa de “namoro outra garota” na minha testa? – Arqueou uma sobrancelha, um sorriso divertido surgindo em seus lábios. Bebeu o resto do café que tinha na xícara, dando um tempinho para o garoto digerir as informações recém-recebidas. – Hey, terá um luau hoje à noite. Você vai? – Indagou rapidamente ao lembrar-se do fato. Voltou para a posição inicial, esperando alguma reação de sua companhia.

WHAT KATY DID
Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Tiberius Bellflower Shull em Dom 31 Maio 2015 - 19:02

Oh, people help the people


And if you're homesick Give me your hand and I'll hold it People help the people Nothing will drag you down Oh, and if I had a brain I'd be cold as a stone and rich as the fool That turned all those good hearts away
▲ O silêncio predominava naquele instante, Tiberius observava a moça saborear a torta de limão, ela dizia que realmente era algo gostoso e o menino apenas movia a cabeça concordando. - Não disse? - Falou soltando um breve sorriso maroto no rosto enquanto a analisava. Shannon era uma garota incrivelmente divertida e sem dúvidas, uma ótima companhia. Em certos momentos Tibers até se sentiu mais a vontade com ela e percebeu o quão confiável ela estava sendo. O menino ainda tentava tentando entender por que os risos vindo da parte da moça que estava a sua frente. - Não pode ser tão engraçado assim. - Disse tentando ficar sério, mas acabou dando risada com a situação e disfarçou virando os olhos para o lado. A garota conseguia dramatizar de forma incrível e Tiberius entrava na onda da mesma, tentando interpretar. - Você é linda, se tivesse barba eu pegava para casar. - Brincou percebendo que a menina estava contente com sua companhia. Uma segunda revelação acontece, mas esta vem de Shannon e Tibers fica surpreso com o que ouvia. - Você está brincando. Sério? - Desacreditou apoiando a cabeça sobre uma de suas mãos que estava com o cotovelo na superfície da mesa. - Droga, você tem namorada. Perdi minha chance. - Falou cheio de graça enquanto terminava de comer os vestígios do doce que havia no prato. - Luau? Hoje? Eu vou tentar aparecer, não garanto nada. - Respondeu enquanto levantava-se devagar da cadeira observando seu redor e percebeu o clarão que o sol já estava fazendo lá fora.

- Céus, olha o horário. - Tiberius pronunciando mostrando o relógio para a garota e aproximando-se da mesma. Encostou sua bochecha na dela e se despediu. - Até mais tarde, caso apareça no luau. - Disse acenando para a garota andando com pressa para fora dali. - Foi um prazer te conhecer. - Gritou da porta do estabelecimento dando uma gargalhada baixa enquanto seguia seu rumo.

thanks, ♛ and ▲

____________________


Got me looking so crazy right now
I look and stare so deep in your eyes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {OD} Shannon B. Gould Kempner & Tiberius Bellflower Shull

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum