[FP] DIBORD, Samantha A. B. G.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] DIBORD, Samantha A. B. G.

Mensagem por Savannah M. White em Dom 31 Maio 2015 - 21:12


Samantha

─ Nome Completo:
Samantha Ackard Bittencourt Gardenr DiBord

─ Idade:
17 anos

─ Escola:
Winterfield Academy

─ Grupo:
Cheerios

Personalidade:

bastante solidária e ingênua, ao ponto de ser considerada burra. Ela é muito sensível com a palavra burra ao ponto de algumas vezes ficar um pouco agressiva, por considerar isso como bullying algo que ela é completamente contra. Ela é muito querida e amada por quase todos, justamente por ser extramamente doce com as pessoas, ao ponto de pagar um cupcake para alguém que está sem dinheiro. Sua bondade e inocência já foi muitas vezes usada contra ela.
Consegue ser bastante atraente e rude quando quer, Ela se preocupa muito com o que as pessoas pensam dela, Ela é extremamente emocional em determinados momentos, Ela está disposta a fazer quase tudo para realizar os seus objetivos.
O maior medo dela é que alguém rompa seu coração.

História:

Samantha sempre foi uma criança animada e divertida, conseguia fazer amigos por onde passava e sempre viveu com a mãe, Sabrina Dibord e o pai, Felipe Ackard mas como sempre em sua vida, nem tudo era flores. sempre que podia, seu pai a machucava, batia ou então somente a humilhava com palavras mas nem mesmo com tamanha humilhação, ela se deixava abalar e continuava sendo a criança feliz que sempre foi. o tempo foi passando e a pequena criança ia se transformando em uma linda adolescente de 15 anos que, por onde andava, chamava muita atenção tanto de garotos como de garotas e com isso, a atenção de seu pai no pacote. em uma noite, enquanto sua mãe estava trabalhando, seu pai a atacou em seu quarto e a contou a verdade antes mesmo de fazer o que havia planejado: ele a havia contado que a mesma era adotada e com isso a estuprou ali mesmo, enquanto a menina gritava e se debatia pedindo a seu pai que parasse, o mesmo a ignorava e continuou com os atos, ao acabar, deixou a menina em seu quarto no chão, chorando sem parar enquanto tentava processar tudo que havia acontecido naquela noite.
quando sua mãe chegou aquela noite, a garota estava encolhida no quarto tentando se recuperar do que havia acontecido mas tudo estava embaralhado em sua cabeça. naquela mesma noite, sua mãe adentrou o quarto e estranhou a mesma estar encolhida quando se aproximou e perguntou a sua filha o ocorrido, a mulher não soube se acreditava em tudo que lhe era contado, cada vez que escutava mais, ela queria não acreditar e foi o que fez. quando a menina terminou de contar, o que recebeu foi pior que uma bronca de sua mãe, ela havia lhe dado um tapa na cara e a olhava com ódio por acreditar que tudo que lhe dizia era mentira só não mentiu sobre ser adotada e a morena só podia chorar com tanta tristeza. embora essa noite tenha sido terrível para Sam, ela tentava esquecer a todo custo e continuar sua vida, bom, em uma parte conseguia mas em outra... sempre que dormia, sonhava com aquilo tudo e só conseguia acordar gritando e gritando... em um determinado momento de sua vida na França, seus pais adotivos haviam ficado sem dinheiro e estavam começando a passar fome foi quando tiveram a grande ideia de suas vidas: vender a garota para a frança e então conseguiriam continuar a vida que tanto gostavam. 
E então em uma noite, a morena tinha sido arrancada de sua cama enquanto sua mãe a mandava arrumar suas coisas que ela iria para outro lugar e não os veria mais. a garota começou a chorar enquanto arrumava por não ter outra opção e em uma parte estava feliz em se ver livre dessa família em outra, já sabia o que iria acontecer, ela sabia que essas viagens sem volta para pessoas como ela significariam ir para um orfanato ou algo assim e tinha medo do que a obrigariam a fazer e não teve muito o que pensar porque no exato momento, abriram sua porta e a puxavam para onde seria seu novo lugar, ou melhor, onde não teria aonde morar. Após alguns meses que tinha sido expulsa de seu lar adotivo, ela trabalhava para poder conseguir informações sobre seus pais. Após um tempo, conseguiu informações da onde seus pais estavam, em Miami... Para onde continuaria sua outra jornada.
Ao passar um tempo na nova cidade, Samantha não sabia o que tinha acontecido com seus pais mas em um dia, encontrou alguém que sabia algo sobre sua mãe e foi revelado que sua mãe estava morta... Mas existia alguém que era amiga de longa data da mesma. Quando, enfim, havia encontrado a mulher, a mesma a convidou para morar com a mesma e desde então a garota vive lá e estuda na mesma escola que mulher trabalha.
Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela - Paulo Coelho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum