CRAWFORD, Tessa B.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

CRAWFORD, Tessa B.

Mensagem por Tessa Burkhard Crawford em Qui 23 Jul 2015 - 1:20


Teresa

─ Nome Completo:
Teresa Burkhard Crawford

─ Idade:
44 anos

─ Escola:
Adulta

─ Grupo:
Estilista

Personalidade:

Tessa é uma mulher ambiciosa. Sempre quer mais e mais, o que a impede de ter sentimentos pelas pessoas que estão ao seu redor. Possui uma personalidade difícil de identificar, apresentando um jeito dúbio. Às vezes feliz ou às vezes irritada e entre outras emoções. Nunca se sabe qual será o humor da bela Teresa. Considerada uma janota pela mídia americana e europeia, afinal, vive ajeitada e completamente chique. Uma narcisista de carteirinha, podendo ficar horas e horas se olhando num espelho. Seu maior medo é acabar velha e toda enrugada, o que a faz passar por vários tratamentos que auxiliam o seu corpo, como massagem, pilates, além do uso de vários cremes para a pele.

O orgulho é um defeito marcante nessa mulher. Adora ter mais coisas para esfregar na cara daqueles que possuem poucas coisas. É uma criatura ímpia e por causa disso acaba sendo muito criticada por algumas pessoas que possuem religião. Teresa odeia pensar num ser superior, o que a faz falar coisas terríveis sobre comunidades não ateias. É uma mulher tenebrosa, assustando alguns assistentes quando está próxima. Muitos acreditam que a bela americana não possui salvação, porém ela não se importa. É completamente confiante e ignora o que os outros pensam. É culta e dedicada ao mundo dos estudos, sendo uma bela advogada quando necessário. Possui argumentos contra tudo e todos, portanto, muitos possuem medo de conversar com a estilista.

Manipuladora e esperta, características que a permitem ter tudo o que anseia. Seu corpo é uma das maneiras de alcançar seus objetivos. Sincera demais, acaba falando a verdade sem hesitar. Odeia falsidade, por isso fala tudo da boca pra fora. Não pensa antes de dar a sua opinião, porém não se importa em perder as poucas amizades que possui. É desapegada de todos, o que a torna uma mulher nada emotiva. Normalmente, foca a sua atenção na vida material. Impassível em relação ao psicológico dos outros, sempre acaba machucando as pessoas por causa disso.

História:

Filha de Hugh Crawford e Teresa Crawford. Irmã mais velha de Michael Crawford. Seus pais se conheceram durante um show hippie em New York. Ambos transaram no primeiro encontro, e eis aí que surge um bebê. Hugh e Teresa não tinham condição financeira, mas arranjaram trabalhos para que pudessem sustentar a criança. Não pensaram em casamento no início, porque pensavam somente na primeira criança. O pai da pequena criaturinha acabou ganhando muito dinheiro num torneio e assim, aproveitou a sorte para construir algumas casas e alugou-as. A fortuna dos Crawford foi aumentando aos poucos, porém se tornaram milionários no nascimento do pequeno Michael Crawford. A irmã do bebê, Teresa – recebeu o mesmo nome da mãe – tinha apenas dois anos de diferença, por isso não sentiu ciúmes ou qualquer coisa do mundo.

Foi tratada da mesma forma que o seu irmão. Recebeu a melhor educação possível em Washington, mas tudo acabou quando seus pais morreram. Os herdeiros eram apenas crianças e acabaram morando com a avó materna, Ashley. A idosa era meio grossa, mas tratava os herdeiros de forma cuidadosa. Via-os como uma maneira de conseguir dinheiro, por isso a mulher mais velha ia ficando cada vez mais rica. Jogava Michael e Teresa para o lado, dando-lhes o básico, como roupas e comida. Os dois foram jogados numa escola pública. Uma assistente social acabou descobrindo e acabou adotando as duas crianças. Teresa já tinha 10 anos e seu irmão apenas oito. A assistente, cujo nome era Laura, cuidou dos dois como se fossem filhos. Tratou-os da melhor forma possível e só usava a fortuna em caso de emergência. Colocou ambos na melhor escola particular de Washington e assim, a vida dos três ficou mais tranquila.

A adolescência chegou e começou os problemas com Teresa. A rebeldia vivia em seu corpo. A jovem respondia sua mãe adotiva e batia muitas vezes em seu irmão. Fugia de casa constantemente e começou a utilizar maconha. Quando não concordava com alguma regra, simplesmente desaparecia e só a encontrava quando queria. Escondia-se num galpão ao norte da cidade, e foi nesse local que se apaixonou pela moda. Manequins, tecidos e entre outros. Acabou conhecendo uma idosa, cujo nome era Ivy. Durante as vezes que se escondia, aprendeu tudo com ela. Quando completou 15 anos, Laura resolveu mandá-la para um internato em Bristol, afastando a adolescente de todas as más influências. Teve uma educação de luxo e completamente perfeita, fazendo-a esquecer de todos os problemas na América. Sua mãe adotiva queria que a adolescente fosse uma cirurgiã, mas não era o que Teresa queria.

Aos 17 anos, acabou se apaixonando por Lysandra von Stoickvich. As duas tiveram um caso rápido, mas a sua amante acabou sendo levada durante um festival. Como Lys morreu? Pisoteada por vários cavalos que haviam fugido da jaula. Esse trauma perseguiu (e ainda persegue) Teresa. Acabou indo para psiquiatras ingleses, tomando vários remédios durante sua estadia na Inglaterra.

Quando se formou, acabou voltando para Washington. Laura tratou-a com todo carinho possível, afinal, sabia da situação que sua filha passara. Apesar de sua mãe ser um pouco preconceituosa, preocupara-se mais com o psicológico de Teresa. A mesma acabou entrando em vários cursos de moda, mas somente aos 23 anos acabou indo para uma faculdade em Chicago. Lá aprendeu coisas incríveis e então, aproveitou da herança que tia e montou uma pequena empresa de moda. Aos poucos seus negócios cresciam, e então, deixou boa parte de sua fortuna para seu irmão Michael. Descobriu que seu dinheiro havia formado uma empresa onde seu irmão governava, e então, acabou se tornando uma sócia, mas logo saiu, focando apenas no mundo da moda. Estilos exóticos surgiam toda vez que suas modelos apareciam na passarela. A mulher fria surgia por causa das lembranças do trauma, e então, Teresa havia mudado. Uma criatura chique e impassível tomava seu corpo, permitindo o crescimento de sua empresa. Os sentimentos haviam sumido.

Quando tinha 24 anos, teve um caso com Aaron, um prostituto. Acabou tendo um filho chamado Bennett, com quem se afeiçoou desde o nascimento. Aos 28 teve outra filha, porém, de outro homem, Edward, um estilista desconhecido. Uma garotinha nasceu e ela recebeu o nome de Effy. Não abandonou seus filhos de jeito nenhum, mas fez o oposto: cuida deles até os dias atuais, sendo considerada uma mãe completamente protetora, apesar de ter uma personalidade complicada.

"Don’t fall down, cause angels should never touch the Earth".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum