Winchester, Jhonah.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Winchester, Jhonah.

Mensagem por Jhonah Ohlw. Winchester em Qua 29 Jul 2015 - 22:10


Primeiro Nome

─ Nome Completo:
Jhonah Graeff Winchester.

─ Idade:
20 anos.

─ Escola:
Formado em Newtt Mckinley.

─ Grupo:
Adultos.

Personalidade:

Muitas das vezes ninguém chega ao fundo para saber quem você realmente é, ou como você lidar com os sentimentos. Às vezes pessoas passam por um pouco período de tempo em nossas vidas, sem ao menos dar nome e sobrenome. Jhonah nunca fora de se expressar com clareza para alguém, tampouco de contar seus segredos mais pessoais. Sua personalidade permite apenas ser o cara-legal onde se da bem com todos e melhor com poucos – se é que me entende. Costuma sempre sair para se divertir nas noites, a qual o torna amante delas. Indeterminado e Impaciente, algo que ele sempre fora. Costuma fazer da maneira como acha certo e nem sempre obedece a uma ordem. Esperto, brincalhão e às vezes teimoso o torna uma de suas rotinas as mais legais possíveis. Atencioso a tudo. Sente-se meio triste por ser ciumento de mais, mas alega serem só cuidados com o que é seu e um forte carinho.

História:

Nascido em Flórida, Jhonah crescera ao lado de seus pais, porém nada como uma família normal. John o seu pai, era um bêbado que só vivia para fazer de minha mãe uma escrava dele, e que nunca estava satisfeitos com os serviços mesmo que fosse para ajudar até mesmo a si. E claro, Lucy – minha mãe – sempre o protegia, pois tinha medo de manda-lo para fora de casa, por não saber ao certo o que ele poderia ser capaz de fazer, mas o jovem alegava saber que ele de nada valeria e que não tentaria algo. Era apenas um bêbado que viva dormindo nos bares e cantos da cidade. Sempre fora dados concelhos de Jhonah para sua mãe, e ela sempr se lembrava da mesma história que usava como desculpas para fugir do assunto. Chegaram os 16 anos mais esperados do adolescente, ainda ao lado de sua mãe e.. hm. Atrapalhando a vida do meu suposto “pai”. Viveram em discursões até que um dia ele se atreveu a bater em Lucy. Jhonah dessa vez não tivera culpa, e sim por ela ter tomando uma decisão que não o aceitaria mais em casa. A mulher então deu parte na policia e ele foi preso.  

A casa logo estaria em uma harmonia só, mas arriscaria dizer que Lucy sentiria falta do homem que só saberia explorar sua boa vontade e era difícil ver a pessoa que ela tanto amou partir de sua vida pelo fato de não corresponder com o mesmo sentimento e afeto. Depois de alguns dias tiveram uma conversa que mudaria um pouco as coisas, pois seus parentes teriam ligado para casa, onde a convidaria para passar um tempo ao seu lado deles. Conseguiram organizar todos os pertences e partindo para casa dos “avós”. Era realmente um lugar lindo, e cheio de alegria. Nesse período então que novos horizontes foram surgindo na vida dos dois. Jhonah conseguira concluir os estudos, e ocupava boa parte do seu tempo com jogos esportivos. Lucy trabalhara como administradora em uma empresa de perfumes da família, assim que se formara na área - que provavelmente terá auxilio do filho. Moravam na casa da frente onde tinha espaço suficiente para os dois e mais quantos hospedes fossem preciso.

"And I ain't trying to get you into stuff.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum