MERËTSEGER, Trevor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MERËTSEGER, Trevor

Mensagem por Trevor M. Merëtseger em Qua 5 Ago 2015 - 17:49


Trevor

─ Nome Completo:
Trevor Mackenzie Merëtseger

─ Idade:
30 anos

─ Escola:
Newtt McKinley High School

─ Grupo:
Teacher - Music

Personalidade:

O moreno de olhos verdes possui um semblante sério na maior parte do tempo, possui uma fala mansa e sempre num tom baixo, mesclando mistério e educação à sua imagem. Trevor é o tipo de homem que muitas mulheres sonharam em ter; dono de uma sedução, seu tom de voz apaziguador e rouco pode ser convincente, suas intenções são sempre as melhores para com todos ao seu redor, tendo um coração maior do que deveria possuir. Apesar de sua sensibilidade fechada com sete chaves de ouro no intuito de não se machucar, o moreno possui uma bravura ímpar para com os obstáculos da vida, nunca recuando ou se assustando com qualquer tipo de problema que possa surgir, enfrentando-os corajosamente. Trevor é solitário, vive sozinho em um apartamento e apesar de ter dentro de si o ímpeto de sair mundo afora, prefere dedicar-se à profissão de professor, também como escritor, achando ser o melhor para si. Ama fielmente toda a sua família, não possuindo impasse com nenhum deles, principalmente com sua amada sobrinha, Luna, inclusive lecionando na mesma escola que ela estuda.

História:

Trevor desde sempre foi quieto, nasceu sem chorar muito e logo repousava nos braços de sua mãe calmamente, sem dar nem um pio. Bem cuidado pelos pais, o moreno recusava os mimos e preferia brincar com seu cachorro ao invés de prender-se aos videogames, aos computadores e brinquedos complicados, sendo desde que ele recorda-se simplicista e gentil. Sempre foi muito apegado aos pais, aprendendo com sua mãe a como escrever e a ler - uma antiga tradição na família Merëtseger - e só indo para a escola quando já era inteligente o suficiente para ir para as séries mais avançadas, ao invés de começar no jardim de infância como as outras crianças. A chegada de sua irmã foi ovacionada por toda a sua família, e Trevor nunca em sua vida sentiu inveja de sua irmã, muito pelo contrário; amou-a e cuidou dela ajudando sua mãe na tarefa de educá-la.

Sua adolescência nunca fora conturbada, ele sempre teve uma mente firme portanto convites para festas onde rolariam álcool e drogas nunca o tentaram, nem as garotas que todos os garotos já pegaram nunca conseguiram sequer fazer o moreno quieto e de profundos olhos verdes parar para pensar duas vezes em olhá-las ou dar-lhes sua atenção. Seu interesse pelas artes sempre foi grande, aos seus quinze anos começou a sozinho praticar no quintal pequeno de sua casa em Nova Iorque violão, logo seus pais notaram a ânsia do jovem em tocar instrumentos, inscrevendo-o em todas as aulas possíveis que envolviam instrumentos. Saxofone, piano, violão, violino, harpa, flauta e até mesmo tambor e violoncelo foram presenteados aos garotos. Sua irmã aos dezoito anos se mudou para a Filadélfia, o que deixou Trevor com um peso no coração, apesar da alegria tremenda em descobrir anos depois que tinha uma sobrinha e que sua irmã estava com o homem que amava.

Apesar de se sentir bem por sua irmã, ele já cursava artes e seria brevemente professor de música, mas algo lhe faltava. Amor? Ele não acreditava no amor, apesar de tocar instrumentos que expressavam este magnífico sentimento, apesar de ouvir o dia inteiro músicas que celebravam o amor. Seu amor surgiu por Olivia, uma ruiva de longos e encaracolados cabelos vermelhos e grandes olhos verdes, o início de namoro foi um tanto quanto complicado, ele não tinha o mínimo tato para cortejar ou expressar o que ele sentia. Para sua sorte, Olivia o compreendia, logo eles tinham encontros, se amavam e tudo ocorria bem, até um grave acidente ocorrer, que fez com que Olivia perdesse totalmente os movimentos da perna, por conta de um grave ferimento na espinha. Olivia o dispensara, então, quando soube da notícia. Trevor a amava, por que então ser dispensado por ela não poder mais andar? Ele a amava incondicionalmente, não havia motivos para dispensar alguém por um motivo desses, ele a amaria de qualquer maneira, entretanto, ele tirou aquilo como lição, e foi aí que saiu de Nova Iorque, partindo para uma escola bastante bem falada em Miami, sendo chamado para lecionar música.

Ele aceitou, de prontidão, partindo para a cidade apenas para descobrir por conta de um telefonema que sua irmã estava também na cidade, pertinho dele, e que estava grávida e sua filha, Luna, estava na escola que ele iria trabalhar. Então cá está Trevor, feliz e de malas prontas para descobrir Miami.
"It was me on that road Still you couldn't see me".

____________________


Trevor M. Merëtseger
I remember running to the sea The burning houses and the trees I remember running to the sea Alone and blinded by the fear @

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum