[HK] Last Night What a Blur

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Aimée Le'Blanc Bouwknecht em Seg 9 Nov 2015 - 18:37

Last Night What a Blur

A postagem ocorre entre Aimée Garniër Bertrand e Möa Gustaw Walter e está aberta para qualquer um que não tenha sido convidado(mas é preciso conhecer Aimée e/ou Möa em on). Passando-se esta em em 01/11 ás 9:00 am, na Cozinha de Aimée. O conteúdo é LIVRE. A postagem está em encerrada.
A postagem se passa na manhã pós festa de Halloween

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Aimée Le'Blanc Bouwknecht em Seg 9 Nov 2015 - 20:03




There's a pounding in my head, glitter all over the room


Möa parecia acabada (achou que ia falar de mim e eu ia ficar quieta?) ela se sentou a minha frente falando coisas que eu realmente não lembrava suspirei engolindo o delicioso brigadeiro, estendendo a mão com uma colher para Möa. – Selvagem?  Como assim, nega? - comentei tentando puxar lado funda da memória o que havia acontecido, mas era como se um borram tivesse tomado conta do espaço entre eu ir para a festa e acordar na escada. Cada palavra de Möa era absorvida, mas realmente ela devia estar fazendo drama, eu nem devia ter dado trabalho – Pera, o que aconteceu? Seu pé esta legal? – Murmurei pegando mais uma colher de brigadeiro, passando a língua no doce grudado ainda nela. Franzi o cenho quando Möa comentou sobre os estudos, é serio isso? – Me conte tudo, e neguinha eu nem tenho ideia do que estudar - Comentei logo colocando o brigadeiro na boca. Como eu estaria preparada para estudar se dava graças a Deus por lembrar meu nome? Não né.


Enquanto ficava cada vez mais boquiaberta com o que Möa me contava, ouvimos Maria gritando enquanto descia as escadas, ela parou na porta da cozinha com uma cara que parecia que havia visto um fantasma, ela segurava um treco rosa com o papel higiênico. “Chicas, o que é isso?” Não pude acreditar no que Maria havia achado uma camisinha rosa, que com certeza não era minha, eu acho. Cai na gargalhada já sabendo que deveria ser de Möa que me olhou com ar de riso, mas com a face vermelha – Nega você me deixou jogada na escada e foi se divertir com o mano?! Que feio - Comentei ofegante por conta da risada que já estava me fazendo ter dores na barriga. – Maria, coloca isso no lixo - Falei tentando recuperar o fôlego.

Realmente eu não lembrava o que havia acontecido, olhava para Möa depois do episódio com Maria e a camisinha rosa e tudo que pensava era “Quer merda rolou ontem?” se eu nem ao menos notei que ela e omano transavam lá em cima é por bebi ate ficar em coma, por que eles nunca eram discretos, imagina podre de bêbados? Coloquei uma das mãos sobre minha face, apoiando minha cabeça nela fazendo um puta esforço pra lembrar, suspirei mexendo com a colher no brigadeiro – Eu trouxe alguém pra cá? - falei lembrando do carinha que me ofereceu bebida, não lembrava nada sobre ele, exceto que me abordou com a bebida. 

valeu @ carol!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Möa Gustaw Walter em Seg 9 Nov 2015 - 21:21



friend in me
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Some other folks might be a little bit smarter than I am. Bigger and stronger too. Maybe, but none of them will ever love you the way I do, It's me and you, girl. And as the years go by, Our friendship will never die.


Fechei a porta do quarto que Nicole ia ficar dormindo e dei um sorriso. Era bom ter minha amiga de volta. Mas agora, eu não sabia quanto tempo levaria para ela descansar de sua viagem. Eu não podia culpá-la, eu era um dos tipos de pessoa que se não tomasse um remédio para acabar com sua vida no avião, não conseguia dormir. Nunca tive medo do meio de transporte, mas alguma coisa me deixava acordada mesmo que o voo durasse horas e horas a fio. Passei pela sala e olhei para a grande janela que dava vista para a praia e os prédios ao lado do meu, que começavam a ser desenhados pelo sol que estava nascendo atrás de si. Eu amava essa cidade. Não me entenda mal, os pôr do sol da Austrália não tinham comparação, mas Miami era o pedaço de território que mais me lembrava minha cidade natal, e isso já era o suficiente.

Entrei no meu quarto e olhei para o relógio: sete horas da manhã. Minha cabeça voltou para Aimée mais cedo e como ela tinha se jogado na escada e feito um escândalo quando eu e Michael tentamos tirá-la de lá. Eu apenas pude colocar um travesseiro em sua cabeça e subir para o quarto que eu tinha passado a noite. Olhei meu reflexo no espelho e dei um sorriso fraco com a roupa. Era hora de pelo menos tomar um banho e trocar do meu vestuário que Nicole tanto tinha falado mal.

A água morna bateu em minha cabeça e tirou um gemido relaxante de mim. Enquanto o banho começava, meus devaneios começaram a aparecer para mim mais uma vez. Eu pensava o que diabos Nicole estava fazendo se mudando sem seu namorado chiclete. Eu pensava na probabilidade de Aimée ter escorregado das escadas e batido com a cabeça e eu chegar lá e Maria me pedir para levá-la ao hospital. Pela primeira vez em meses, meus pais passaram pela minha cabeça. Eu tinha saudade dos meu parentes, por mais quebrada que minha família era. Eu tinha saudade de sair para tomar sorvete e fazer compras com minha mãe, e eu sentia falta de dirigir pela praia com meu pai, parando para surfar perto das pedras que nós tínhamos como perigosas. E pela primeira vez eu percebi: eu sentia falta deles.


***
Maria?! Ela está viva?! A mexicana baixinha abriu a porta e me deu um largo sorriso, me puxando pelo braço e abraçando forte minha cintura. Soltei uma risada e abracei seus ombros, sentindo o cheiro de lavanda impecável que sempre exalava da morena. Maria! Que saudades que eu estava de você!

"Saudades também, pequenina. O que tem feito? Está cada vez mais alta, Dios mio!" Uma risada saiu de mim e eu agarrei seu rosto, dando um beijo em sua bochecha. Ouvi a voz de Aimée me chamando da cozinha, e eu e Maria seguimos para o recinto. Eu odiava dizer aquilo, mas minha amiga estava acabada. Eu tinha noção que em baixo dos meus olhos tinham olheiras pela falta de sono, e que meu cabelo molhado me fazia parecer um cachorro molhado, mas ela estava com um completo semblante de ressaca. Tomei a loira em meus braços e a abracei, enquanto Maria já colocava seu delicioso café em minha caneca do Batman que eu tinha deixado na grande mansão.

Você foi bem selvagem ontem, nega. Comentei com um sorriso e sentei de frente para a magra menina que já enfiava mais uma colher de brigadeiro na boca. Quantas vezes eu já não fiz o doce para curar a ressaca da loira? Maria, você achou ela ainda jogada na escada? A mexicana começou a resmungar e me entregou a caneca, depositando um beijo em minha testa. Era bom voltar para a casa que me acolheu, mesmo que eu tivesse as visitado dois dias atrás. Você me deu um super trabalho ontem. Quase quebrei o pé por sua causa. Tomei um gole do líquido preto e peguei uma torrada de cima da mesa, enquanto sentava no alto banco e subia as pernas para perto de mim. Como está essa cabecinha hoje? Pronta para os estudos? Talvez eu tenha que tirar uma soneca antes, já estou vendo estrelas de tanto sono que eu estou.



###

2nd home ≡
with mée ≡
clothes ≡

You've got your troubles, I got 'em too

____________________

Bodies, our baby making bodies We just use for fun... Bodies, let's use them
up unTill every little piece is gone On and on and on
it won't take you long

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Aimée Le'Blanc Bouwknecht em Qua 11 Nov 2015 - 0:54




There's a pounding in my head, glitter all over the room


Möa parecia acabada (achou que ia falar de mim e eu ia ficar quieta?) ela se sentou a minha frente falando coisas que eu realmente não lembrava suspirei engolindo o delicioso brigadeiro, estendendo a mão com uma colher para Möa. – Selvagem?  Como assim, nega? - comentei tentando puxar lado funda da memória o que havia acontecido, mas era como se um borram tivesse tomado conta do espaço entre eu ir para a festa e acordar na escada. Cada palavra de Möa era absorvida, mas realmente ela devia estar fazendo drama, eu nem devia ter dado trabalho – Pera, o que aconteceu? Seu pé esta legal? – Murmurei pegando mais uma colher de brigadeiro, passando a língua no doce grudado ainda nela. Franzi o cenho quando Möa comentou sobre os estudos, é serio isso? – Me conte tudo, e neguinha eu nem tenho ideia do que estudar - Comentei logo colocando o brigadeiro na boca. Como eu estaria preparada para estudar se dava graças a Deus por lembrar meu nome? Não né.


Enquanto ficava cada vez mais boquiaberta com o que Möa me contava, ouvimos Maria gritando enquanto descia as escadas, ela parou na porta da cozinha com uma cara que parecia que havia visto um fantasma, ela segurava um treco rosa com o papel higiênico. “Chicas, o que é isso?” Não pude acreditar no que Maria havia achado uma camisinha rosa, que com certeza não era minha, eu acho. Cai na gargalhada já sabendo que deveria ser de Möa que me olhou com ar de riso, mas com a face vermelha – Nega você me deixou jogada na escada e foi se divertir com o mano?! Que feio - Comentei ofegante por conta da risada que já estava me fazendo ter dores na barriga. – Maria, coloca isso no lixo - Falei tentando recuperar o fôlego. 

Realmente eu não lembrava o que havia acontecido, olhava para Möa depois do episódio com Maria e a camisinha rosa e tudo que pensava era “Quer merda rolou ontem?” se eu nem ao menos notei que ela e omano transavam lá em cima é por bebi ate ficar em coma, por que eles nunca eram discretos, imagina podre de bêbados? Coloquei uma das mãos sobre minha face, apoiando minha cabeça nela fazendo um puta esforço pra lembrar, suspirei mexendo com a colher no brigadeiro – Eu trouxe alguém pra cá? - falei lembrando do carinha que me ofereceu bebida, não lembrava nada sobre ele, exceto que me abordou com a bebida. 

valeu @ carol!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Möa Gustaw Walter em Qui 12 Nov 2015 - 21:30



friend in me
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Some other folks might be a little bit smarter than I am. Bigger and stronger too. Maybe, but none of them will ever love you the way I do, It's me and you, girl. And as the years go by, Our friendship will never die.


O que aconteceu, cara nega, é que você deu trabalho para vir para casa e quase quebrei o pé duas vezes tentando te colocar no carro para voltarmos por causa dos saltos enormes.

Revirei os olhos colocando a caneca mais uma vez em meus lábios. Aimée geralmente não me dava muito trabalho, a não ser hoje que eu tinha certeza que nós não íamos acabar estudando nada, mesmo com uma prova de química fodida na segunda-feira. Recusei a colher de brigadeiro com a cabeça e corri até a geladeira, pegando a lata de chantilly que estava na porta. Olhei bem para o doce e eu rezava para os deuses que Aimée não tivesse usado isso com outra coisa, e coloquei em cima do café quente, mexendo a espuma com a colher e dando outro gole.

Ah, você tem uma prova de literatura que você me pediu ajuda, e eu tenho uma de química. Eu não sei pra que diabos peguei essa matéria, sério. Olhei para minha amiga que parecia mais querer morrer do que a ideia de estudar literatura hoje. Levantei uma sobrancelha e revirei os olhos para a loira. E nós vamos estudar.

Meus olhos se arregalaram e um sorriso tomou conta do meu rosto. Segurei a caneca contra minha boca e mordi a peça de louça, sentindo minhas bochechas esquentarem levemente. Eu não tinha vergonha de Aimée, pelo contrário. Ela era a pessoa que se eu precisasse, ia ser a primeira a pedir uma camisinha. Mas eu sentia no olhar de Maria que ela reprovava minhas ações, como ela mesma já tinha dito que tem que se guardar pro casamento. A pequena empregada tirou a luva que segurava a camisinha e a jogou no lixo, resmungando em espanhol tudo o que ela não queria que eu entendesse.

Eu não te larguei! Fiz uma cara surpresa para a minha amiga. Eu sempre tomo conta de você, mimosa! Você que não quis sair do chão porque ele estava gelado! O Mike tentou te pegar no colo pra a gente te levar pro quarto e você fez o maior escândalo da sua vida. Cruzei as pernas em cima do banco que eu estava sentada e olhei para Aimée com um ar de dúvida. Ele ainda está ai? Achei que já tinha ido embora.

Terminei minha xícara de café e deitei a cabeça na mesa, soltando um suspiro. Flashs levemente tontos da noite passada passaram pela trigésima vez pela minha cabeça. Minha vontade era apenas subir para aquele quarto de novo e começar um novo round. Para ser sincera, eu não deveria nem ter ido embora. A voz da loira chamou minha atenção e eu levantei minha cabeça, dando um leve riso.

Não, nega, não trouxe ninguém para casa. Apesar de você querer muito cometer uma zoofilia ontem, com um menino que você nem sabe qual é a cara dele. Comentei com uma risada e olhei para minha amiga, que comia o brigadeiro como se não quisesse mais viver nenhum minuto ali. Eu realmente vou precisar de um cochilo antes dos estudos. Eu aconselho que você tome uma aspirina e um banho, porque o romantismo te espera, pequena discípula.



###

2nd home ≡
with mée ≡
clothes ≡

You've got your troubles, I got 'em too

____________________

Bodies, our baby making bodies We just use for fun... Bodies, let's use them
up unTill every little piece is gone On and on and on
it won't take you long

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Aimée Le'Blanc Bouwknecht em Seg 16 Nov 2015 - 23:42




There's a pounding in my head, glitter all over the room


Möa me contava coisas que eu não lembrava, parecia que estava com amnésia e talvez fosse bom não lembrar de certas coisas que fiz — Sinto muito nega. — Falei tentando me redimir de algo que não lembrava  ter feito. Sério que ela iria me fazer estudar, eu só queria terminar com o brigadeiro e talvez sei lá, morrer? Era uma boa ideia. — Quem sabe nós deitamos na cama e olhamos filmes em preto e branco ate adormecer? . — Murmurei com um sorriso tipo de criança, estava sem saco nenhum pra prova e estudos, não hoje.

Mike esta aqui? . — Franzi o cenho sem entender mais nada, minha casa havia virado um motel pros dois, no fundo eu não ligava, antes eles transarem aqui do que em alguma espelunca nojenta. Dei graças a Deus que não trouxe ninguém pra minha casa, vai que fosse um ladrão? Meus pais me matariam — Zoofilia? Ainda bem que não deixou que eu ficasse com esse cara, obrigada (?) — Agradeci, por bem ou mal, Möa e Mike sempre me ajudavam a não cometer coisas piores do que eu já cometi (ficou confuso, eu sei) Suspirei  e a olhei largando a colher — Vai lá com Mike vai, eu já tomei banho, graças a Maria — Resmunguei levantando da mesa.

Ainda sentia os efeitos da bebedeira, e me sentia ferida por não ter pegado ninguém na porcaria da festa, cruzei os braços parando em frente a Möa — Varemos um trato, você vai lá com o Mike, e me deixa dormir, certo? —  Resmunguei saindo da cozinha, indo para as escadas — Só não façam barulho, eu vou tomar algo pra capotar again. — Falei indo direto para meu quarto e procurando um dos meus remédios pra dormir, o enjerindo assim que o achei, deitando na minha cama. — Fiquem ate a hora que quiserem, só tranquem a porta, Maria pode invadir....Buenas — Gritei do meu quarto logo adormecendo.
 


valeu @ carol!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HK] Last Night What a Blur

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum