[HE/QH]Walter & Corleone

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[HE/QH]Walter & Corleone

Mensagem por Möa Gustaw Walter em Dom 15 Nov 2015 - 19:24

Carry Me Home Tonight

A postagem ocorre entre Möa Gustaw Walter e Michael T. Corleone e está fechada para qualquer um que não tenha sido convidado. Passando-se esta em em 31/10 ás 4:00 am, no Hall de Entrada e mais tarde no Quarto de Hóspedes. O conteúdo é LIVRE. A postagem está em andamento.
A postagem se passa ao final da festa de Halloween

____________________

Bodies, our baby making bodies We just use for fun... Bodies, let's use them
up unTill every little piece is gone On and on and on
it won't take you long

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [HE/QH]Walter & Corleone

Mensagem por Möa Gustaw Walter em Dom 15 Nov 2015 - 21:01



to feel a little love
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
I wanna be drunk when I wake up. On the right side of the wrong bed. And never an excuse that I made up, Tell you the truth I hate: What didn't kill me, It never made me stronger at all.


Meu corpo balançava junto ao de Michael e eu tinha um sorriso em minha face. Suas mãos em minha cintura pareciam que a parte descoberta do meu corpo estava prestes a pegar fogo, e era uma sensação ótima. Tudo estava perfeito: as luzes, o ambiente, a música e o acompanhante. Olhei para Mike e abri um sorriso, aproximando nossos rostos, até que um furacão loiro se jogou em cima de mim.

"Amiga! Pelo amor de deus me tira daqui! Eu não estou passando muito bem!"

Segurei a menina em meus braços antes que ela caísse no chão e olhei para a mesma. Seus olhos mal ficavam abertos e seu corpo jogava todo o peso em cima de mim. Aimée abriu os olhos em um único movimento e virou-se para trás, agarrou uma cartola na cabeça do cara ao seu lado e vomitou seu estômago inteiro na peça de roupa. Meus olhos se arregalaram e eu olhei para Michael e dei de ombros soltando um suspiro e apontando para a saída com a cabeça.

Hora de ir para casa.


***
Pelo amor de deus, Aimée, me ajuda!

Aimée estava agarrada em meu pescoço, e mal conseguia dar três passos na mesma direção. Na verdade, ela mal conseguia dar um passo na mesma direção que eu. Michael correu para a porta de entrada da casa de minha amiga e lhe joguei meu molho de chaves. Essa festa tinha sido insana, e Aimée estava completamente fora de si. Minha amiga não falava coisa com coisa, e eu não conseguia entender uma palavra que ela colocava para fora. Michael abriu a porta e deu uma risada quando tentou segurar Aimée e a mesma não deixou, quase pulando no meu colo. Neguei levemente soltando uma risada e puxei a garota para dentro da casa.

Nem tenta.

Aimée se soltou dos meus braços e eu quase cai de bunda no chão. A garota gritava por Maria, seus pés tentando subir as escadas, de um modo completamente falho. Seu corpo se acomodou nos degraus da escada e eu parei ao lado de Michael, olhando com pena para minha amiga. Maria apareceu com vários bobs na cabeça e olhou de mim para meus amigos. Soltou um suspiro derrotado e negou levemente com a cabeça.

"Precisa de ajuda, mi hija?"

Não, Maria. Pode deixar que eu assumo daqui. Pode voltar a dormir, desculpa ter te acordado. Ela desfez de minha desculpa com a mão e saiu se balançando de um lado para o outro resmungando em espanhol alguma coisa que eu só entendi que era um absurdo. Olhei para Michael e dei de ombros, olhando mais uma vez para a menina apagada em minha frente. Ela não vai conseguir sair daí, e com certeza não vai te deixar pegar ela no colo. Eu vou pegar um travesseiro para pelo menos apoiar ela nos degraus.

Apertei seu braço e subi as escadas rapidamente para o quarto de Aimée. Eu tinha uma boa noção de como minha amiga era bêbada, e se eu não conseguia a mover, ninguém mais o faria. Peguei os dois travesseiros de sua cama e olhei para o espelho em sua parede: Eu estava um caco. A maquiagem tinha começado a sair do meu rosto, e meu cabelo estava para todos os lados. Minha blusa estava suja de algum líquido vermelho que Aimée tinha derrubado, e agora eu mal me importava em que altura estava minha saia. Corri de volta para as escadas e neguei com a cabeça, dando uma risada.

Eu vou matá-la amanhã. Desci até a sua altura na escada e me agachei ao seu lado. Levantei sua cabeça e coloquei um dos travesseiros ali embaixo dela. Tirei sua máscara e a joguei para Michael. Dei um travesseiro para a mesma abraçar. Ela parecia uma criança que nunca tinha bebido na vida, mas na verdade era só a boa e velha Aimée. Levantei mais uma vez e olhei para Michael do meio da escada, abrindo um sorriso para o ruivo. Você vai dormir aqui hoje? Eu preciso pelo menos de um banho antes de ir buscar minha amiga no aeroporto.

Me apoiei no corrimão e tirei o mini casaco que tinha meu capuz e joguei em cima da minha amiga. Voltei os olhos para Mike e abri um sorriso, esperando sua resposta.


###

after halloween ≡
with sis&mike ≡
wearing this

You know I can't change, as I began saying

____________________

Bodies, our baby making bodies We just use for fun... Bodies, let's use them
up unTill every little piece is gone On and on and on
it won't take you long

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum