{LR} Ohlweiler & Kempner

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Dom 13 Dez 2015 - 21:21

I know what it feels like

A postagem ocorre entre Skylar Marie G-Kempner e Dianna Graeff Ohlweiler e está fechada para qualquer um que não tenha sido convidado. Passando-se esta em 13 de dezembro de 2015, na Lincoln Road. O conteúdo é livre. A postagem está em andamento.
Meet me under shining lights. I've been waiting right here all my life, feelings you can't deny.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Convidado em Dom 13 Dez 2015 - 22:18

excuse me

Nice to meet you, where you been? I could show you incredible things. Magic, madness, heaven, sin. Saw you there and I thought: Oh my God, look at that face, you look like my next mistake. Love's a game, wanna play?

Com toda certeza que voltar para Miami fora uma das decisões mais difíceis da vida que tive que fazer. Amsterdã era incrível. A população era educada, o clima sempre ameno e cultura algo realmente de se apreciar. Eu amava aquilo lá. Mas, claro, a vida não era algo que dava certo para mim. Havia acabado de – finalmente – me formar em Medicina e papai dera o veredicto no dia seguinte a entrega do diploma: ou volta para Miami ou seu consultório não será feito. E sem contar que Shannon precisava de mim. Era uma faca de dois gumes. Não que eu precisasse do dinheiro do velho Kempner, claro que não. O que me maltratava era saber que minha irmã mais nova andava numa fase complicada e precisava de uma figura feminina que a compreendesse. Haviam se passado cinco anos, aliás. Cinco anos com telefonemas, conversas no Skype e e-mails. Cinco anos de desculpas de “não poderei ir para a Ação de Graças e Natal.” Então não pensei duas vezes em fechar minhas coisas em caixas e malas e atravessar o oceano, indo de encontro à família “perfeita” – só que não – que eu chamava de minha.

- Cristo! Eu preciso do chá gelado pra ontem! – Exclamei num tom beirado a grosseria para a atendente do pequeno café na Lincoln Road. Estava em território americano há duas horas e tudo que eu queria era a merda de um chá gelado! Havia me desacostumado – e esquecido - totalmente com o clima quente e úmido da cidade litorânea. Se tivesse me lembrado, talvez não tivesse optado por vestir couro para viajar. Batucava o pé – que estava revestido por um lido salto quinze - de uma forma impaciente, aguardado o bendito momento que meu pedido chegaria. Olhei por cima do ombro, apenas para checar se estava tudo bem com o Lexus que havia alugado. Nunca se sabe o que pode acontecer em dez minutos, afinal. A figura morena que saia de uma academia não estava em meus planos. Abri um sorriso que poderia ser classificado como predador. Voltei à atenção para a garota que me atendia, soltando a respiração de uma forma exagerada quando a vi com meu copo. – Finalmente. – Saquei vinte dólares da carteira em um gesto rápido, deixando a nota em cima do balcão e caminhei para fora do recinto.


- Uma informação, por favor. – Abusei do meu sotaque holandês para chamar atenção dela. Estava reencostada no capô do meu carro, dando pequenos goles na bebida que tinha acabado de comprar. Estiquei os lábios para o lado, abrindo um sorriso ladino que eu sabia que mexia com qualquer ser que tivesse um pouco de hormônio no corpo. Desencostei-me do automóvel preto, dando um passo em direção à morena de corpo escultural. – Pode me ajudar? 

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Dom 13 Dez 2015 - 22:54


appetite
Words like a loaded gun, shot out from a fire tongue. Love lost from a fight that was won and I can see you breaking down, the end to a falling out.
Depois de três horas exaustantes dentro da academia de boxe, finalmente me dei o prazer de ter um pouco de ar puro. Cada músculo doía, mas, aquela dor era o resultado que eu esperaria mais tarde. Músculos fortes e tonificados. A fina camada de suor causava-me uma pequena repulsa, deixando um tipo de pressa eminente em meus sentidos. Eu precisava de um banho. Os cabelos grudavam na nuca, o que não era - de fato - algo agradável. A vantagem de ser um tanto que vaidosa, era: Ainda que estivesse suada daquela forma, o aroma de avelã com cereja era notável, vindo de minha pele, como cheiro natural. As luvas douradas, mas não chamativas, dadas por Hanna estavam penduradas em torno de meu pescoço, sendo afastadas para que pudesse enxugar o suor com a toalhinha que Shannon tinha deixado para mim. Como sempre, se não fosse por ela, eu estaria agoniada com aquele suor todo.

Ao deixar o recinto, parei logo em frente a um senhor, o qual vendia água. Tinha esquecido minha garrafinha em casa, e como não tinha o costume de tomar muito, acabava lembrando apenas quando saia da academia, como se tivesse atravessado o Saara. — A mais gelada, por favor. — pedi, entregando-lhe três dólares. Abri a garrafinha assim que tinha me afastado alguns passos, indo em direção do meu carro, quando fui abordada por uma mulher, que Shannon não saiba disso, divinamente bela. Portava um sorrisinho que ativara algo dentro de mim, claro, tratei de não demonstrar nada. Girei a tampa na rosca de encaixe, fechando a garrafa d'água, dando-lhe total atenção. — Pois não? — entoei a melhor voz prestativa, apesar de não deixar nenhuma liberdade explícita.


I don't bite, but I heard you might.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Convidado em Ter 15 Dez 2015 - 18:59

excuse me

Nice to meet you, where you been? I could show you incredible things. Magic, madness, heaven, sin. Saw you there and I thought: Oh my God, look at that face, you look like my next mistake. Love's a game, wanna play?

Avelã. Esse era, a partir de agora, a minha fragrância favorita. Tomei uma respiração profunda, captando ao máximo aquele cheiro que atingia minhas narinas. Concentre-se, você está parecendo uma adolescente com hormônios sexuais em alta. Retirei o Ray Ban dos olhos, revelando olhos azuis com um toque malicioso. Não me levem a mal, mas era impossível estar a alguns passos de uma morena daquelas – que tinha o abdômen definido à mostra – e não encarar. Deixei meus olhos escapulirem do bom comportamento por alguns segundos e dei uma boa olhada no corpo esguio. Definitivamente ela tinha uma boa anatomia. Pigarreei, sorrindo-lhe daquela forma mais uma vez. - Wat is de snelste manier om uw hart? – Entoei em holandês sem me dar conta, caindo na real apenas quando belos olhos castanhos me olharam em confusão. – Perdão, fiquei um bom tempo sem usar o inglês. – Dei de ombros, bebericando o que sobrara do chá gelado. Eu precisava acalmar meu lado atacado para conseguir o que queria. Quem sabe eu não sairia dali com o número dela? - Mas, enfim, eu preciso muito te fazer uma pergunta. – Disse após um suspiro e mais uma olhada. – Como faço para chegar a Baía de Biscayne? Eu sei que não fica muito longe daqui, porém não me lembro de quais ruas eu devo seguir para chegar ao acesso. – Encolhi os ombros de uma forma automática, enganchando meu celular no bolso traseiro e olhando-o, brevemente, para ver se alguma mensagem de Shannon havia chegado. Nada. Voltei a encará-la, mostrando o conjunto de dentes brancos que compunham minha boca em um sorriso simpático.

  

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qui 17 Dez 2015 - 15:31


appetite
Words like a loaded gun, shot out from a fire tongue. Love lost from a fight that was won and I can see you breaking down, the end to a falling out.
Com toda certeza, ela estava me encarando, e não de uma forma... Comum.

Talvez eu devesse ter trago uma camiseta, e coberto as partes expostas de meu corpo. Certa de que aquela loura era uma afronta para meus hormônios, tratei de recobrar a consciência, antes que alguém despertasse, e uma situação vergonhosa se acometesse ao momento. Até sua presença parecia irradiar um certo de tipo de calor... Ou seria fogo? Podia ouvir as sonoras batidas de Braveheart ecoarem de dentro da academia, fazendo cada célula do meu corpo palpitar em animação. Uma que não deveria existir, aliás. Tomei mais um gole da água, prestando atenção em suas palavras. Aquele sotaque me era familiar, porém, não entendi bulhufas do que era dito pela belíssima loura. Observando bem seus traços, poderia identificar uma coisa ou outra, como se já os tivesse visto em outro alguém, ou talvez fosse apenas impressão. — É só pegar a avenida, dobrar a direita e a direita outra vez, e ir direto no próximo cruzamento. Você está de carro? — apertei o botão do alarme de minha Land Rover, abrindo a porta do motorista, deixando a toalhinha no banco, tomando toda a água do copo de uma vez, jogando-o na lata de lixo próxima da mulher a minha frente. — Coincidência ou não, estou indo ver alguém lá, e posso te guiar. Ou... Te dar uma carona, talvez? — questionei, arqueando uma sobrancelha.


I don't bite, but I heard you might.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Convidado em Dom 20 Dez 2015 - 18:00

excuse me

Nice to meet you, where you been? I could show you incredible things. Magic, madness, heaven, sin. Saw you there and I thought: Oh my God, look at that face, you look like my next mistake. Love's a game, wanna play?

Pela primeira vez na vida eu não sabia interpretar alguém. A morena continha uma expressão indecifrável, porém hesitava algumas vezes, como se estivesse controlando o próprio corpo para não falar ou fazer algo. Arquei uma sobrancelha, abrindo um sorriso ladino com certo pensamento que me correra: será que minha presença afetava a até então desconhecida? – Você costuma oferecer carona para desconhecidos assim mesmo? – Indaguei com um tom divertido, entretanto curiosa, enquanto a encarava. – Eu poderia ser uma assassina ou, sei lá, uma distração para que meus comparsas roubassem seu lindo carro. – Deixei o sorriso se alargar. Ajeitei meus fios dourados, jogando-os para o lado em um movimento propositalmente lento. Poucos sabiam, mas aquele jogar de cabelo era mais um de meus métodos de flerte. – Posso te assegurar que não sou nada disso que te disse, mas continuo sendo perigosa. Cuidado com seus hormônios, huh? Consigo de acender em um estalar de dedos. – Pisquei um olho, dando uma risadinha ao final. Ela entenderia o que eu havia acabado de dizer. Tomei uma respiração, aproveitando para olhar a paisagem ao redor. Voltei a encará-la. – Voltando ao assunto, estou de carro. Acabei de chegar da Holanda e minha irmã mais nova aparentemente esqueceu-se de ir me buscar no aeroporto, então tive que alugar um. – Dei de ombros, apontando para o Lexus preto estacionado logo atrás do dela. – Eu posso te seguir até lá. Pode ser? – Estiquei meu corpo para o lado, no intuito de jogar o copo de chá gelado fora. Lembrei-me de algo. – A propósito, eu sou Skylar. Skylar Kempner.

  

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Dom 20 Dez 2015 - 18:19


appetite
Words like a loaded gun, shot out from a fire tongue. Love lost from a fight that was won and I can see you breaking down, the end to a falling out.
Sabe aquele tipo de sorriso que você abre, apenas para esconder uma fala ou ocultar um pensamento impróprio? Aquela mulher certamente era mais velha, mais isso não significava que ela era melhor em certos tipos de atitude. Claramente ela estava jogando seu charme, e estaria mentindo caso dissesse que não tinha caído - ao menos um pouco - em seus encantos de mulher. — Uhn, não. Não costumo oferecer caronas para desconhecidos. — respondi-lhe no melhor tom pacífico, adquirindo um sorriso tão poderoso quanto o olhar penetrante que lhe dirigia. Atrevi-me a dar um passo a frente, pondo ambos os braços para trás de meu corpo. — Já fui oficial da FBI, creio que se fosse alguma coisa além de uma mulher charmosa, eu saberia. — inclinei um pouco o rosto de lado. Agora, lá estava ela, falando sobre controle e hormônios. De imediato, um momento se apossara de minha mente. Uma aula sobre controle. Ela estava por fora, mas era a pessoa mais propícia para se falar disso. Se aquela mulher pensava que não teria uma resposta digna a sua altura, ela estava enganada. — Oh, eu estou sob controle. Não que suas tentativas de flerte estejam falhando, mas, eu sou comprometida, e controle não é uma opção neste caso. — o sorriso maroto aparecera, alargando-se aos poucos pelos meus lábios.

Skylar Kempner. Certo, isto sim era uma surpresa, porém tratei de não demonstrar o quanto estava intrigada. Shannon e Dean não mencionavam a dita cuja, estava descobrindo sua existência por mim mesma, em uma feliz coincidência. Qual seria o motivo de esconde-la? — Dianna Ohlweiler, muito prazer. E, sim. Vamos lá, Skylar. Não me perca de vista. — pisquei-lhe um olho, jogando um sorriso sacana, entrando no meu carro, sem deixar-lhe tempo de uma resposta.



I don't bite, but I heard you might.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Convidado em Dom 20 Dez 2015 - 22:46

excuse me

Nice to meet you, where you been? I could show you incredible things. Magic, madness, heaven, sin. Saw you there and I thought: Oh my God, look at that face, you look like my next mistake. Love's a game, wanna play?

Por que diabos aquele nome não me era estranho? Era como se eu já tivesse ouvido – e muito – aqueles dois substantivos, entretanto não conseguia assimilar onde e como. Sites? Entrevistas? Fazia parte do meio de negócios? Agitei a cabeça levemente, espantando todas as tentativas de me lembrar de onde raios a conhecia e adentrando o Lexus rapidamente. Não queria perder a morena de vista.

Dianna Ohlweiler, você definitivamente acabou de entrar para minha lista de próxima conquista. O sorriso que estava estampado em minha face não era algo conhecido. Era algo novo, como se eu precisasse provar dela. Pisei um pouco mais no acelerador, deixando o carro a poucos metros do Land Rover. A mulher não aparentava ser mais que dois anos mais nova que eu, mas a forma que agia e a segurança que apresentava... Oh, aquilo me deu água na boca. Sem contar o corpo. Céus! Que corpo era aquele? Fui arrancada de meus devaneios quando o carro virou uma esquina um tanto que conhecida. Franzi a testa. Pelo que eu me lembrava, a mansão que papai havia projetado ocupava uma grande área dali, deixando espaço para apenas mais duas ou três construções.

Minha boca se escancarou quando o carro parou na entrada da casa que era, também, minha. “Dianna é incrível, Sky! Estamos noivas, sabia?” a voz de Shannon atingiu minha cabeça como se a loira mais nova estivesse ao meu lado do carro. Não, não seria possível. Eu havia me interessado pela noiva de minha irmã?! Um balde água fria me atingiu, espantando todo o interesse que havia se formado nos poucos minutos que ficara em presença da morena. Desci do carro, batendo a porta com um pouco mais de força que o preciso. Caminhei até a Oficial do FBI com passos confiantes. Cheguei incrivelmente perto, diminuindo o tom de voz para parecer, pelo menos um pouco, ameaçadora. – Dianna Graeff Olweiler. Namorada da minha irmã desde os quinze. – Afirmei com uma certeza inabalável. – Você tirou a virgindade dela! Como ousa sorrir para mim da forma que sorriu? Eu considerei aquilo um flerte, sabia? EU ESTAVA PLANEJANDO COMO IA JOGAR VOCÊ CONTRA A PAREDE E... – Parei de falar quando uma Shannon um tanto que crescida apareceu na porta e arqueou a sobrancelha para mim. – Perguntar onde você comprou essa roupa incrível de malhar. Não se acha isso na Holanda, sabia? – Dei um passo para trás, afastando-me daquele pedaço de mau caminho que pertencia a minha irmã.

  

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Dom 20 Dez 2015 - 23:13


appetite
Words like a loaded gun, shot out from a fire tongue. Love lost from a fight that was won and I can see you breaking down, the end to a falling out.
Depois de alcançar a até então residência de minha noiva, tratei de estacionar o carro na entrada da mansão, ainda a tempo de ouvir a porta do Lexus ser batida com certa violência. A sobrancelha esquerda fora arqueada com aquele gesto, o que só aumentara a proeza de sentir-me confusa com o fato de tê-la tão próxima. Então suas palavras atingiram-me de uma forma complexa e abrangente. Skylar não poderia mexer comigo daquela forma. Ela era irmã da minha noiva, e eu devia-lhe respeito, apesar de não ter sido a única a jogar.

Shannon tinha-lhe dito sobre a perca de sua virgindade? Céus, isso sim era algo um tanto que aterrorizante. Nunca soubera o quão bom ou ruim tinha sido para ela. Me jogar na parede? Antes que eu pudesse ao menos reagir, Skylar mudara o assunto, e tratei de entrar em concordância, antes que minha noiva percebesse aquele comportamento, apesar de que já sabia de que a estranheza havia lhe atingido ao ver-nos ali, e tão próximas. — Ahn, você sabe, a Nike costuma vender muitas dessas. — apontei o logo da marca no cós da calça que usava, me arrependendo de imediato. Logo naquela direção, Dianna? Puni-me mentalmente, mas abrindo um sorriso curto, sem dentes, direcionado para a minha, recém descoberta, cunhada. — Hey. — um tanto que desnorteada com o que a loura mais velha havia revelado, cumprimentei minha noiva da melhor maneira que pude. — Eu estou verdadeiramente curiosa... Por que nunca citaram Skylar? Quer dizer, estamos juntas a o que? 6 anos? Acho que um irmão não é algo que você se esquece de mencionar ao seu namorado ou namorada. — permaneci com o olhar firme sobre Skylar, mesmo tendo me dirigido a Shannon. A loura ainda não havia entendido que eu não ficaria por baixo em conversas ou jogos? Mesmo com aquela conversa toda, minha segurança sobre meus atos não seria abalada tão facilmente.


I don't bite, but I heard you might.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Convidado em Seg 21 Dez 2015 - 0:18

Mine.
i'm a lost river that'll never reach the sea when you're not here with me when you're



Ela estava indo para a piscina quando o interfone tocou e uma das empregadas a chamou, falando algo sobre um carro estranho seguindo Dianna. De imediato estranhou. A noiva não traria alguém totalmente desconhecido a sua casa sem avisar. Deu de ombros, permitindo que Clara abrisse o portão.

Skylar estava muito perto de sua noiva quando abriu a porta da sala. Skylar! Bateu na própria testa, lembrando-se, ao ver a loira mais velha, que ela chegaria hoje. Ela havia mudado. Da última vez que a vira, a irmã estava na delegacia, algemada na cadeira e com um relatório de desacato a autoridade. Roupas de malhar? Conta outra. Conhecia bem a irmã para cair naquilo. E conhecia bem a morena para saber distinguir uma reação um pouco forçada de uma natural. Olhava da noiva para a mais velha com uma expressão neutra. Suspirou, tentando ignorar os milhares de palpites que pipocavam em sua mente, descendo os degraus que separava a entrada da sala para o local onde, normalmente, os carros ficavam parados. Mas, ao ver o brilho ainda estampado nos olhos azuis como os seus, teve uma certeza. Malícia. Ela deu em cima de você, não é? E você cedeu por um tempinho até retomar os sentidos. – De primeiro ignorou as perguntas provindas da garota que amava, parando entre as duas. Uma Shannon totalmente enciumada tomava conta dela. Os olhos vagueavam da morena para a mais clara, captando qualquer reação vindo delas. A outra loira abriu a boca para rebater, mas a mais nova estendeu um dedo, mandando-a parar. – Você sabe que não tem necessidade de dar em cima de qualquer pessoa atraente que vê, não é? Você é tão igual à mamãe nesse ponto que chega a me dar nojo! – Exclamou controlando a voz para não gritar. Girou no calcanhar, parando de frente para a noiva. – E, sim, você sabia da existência dela. Lembra-se daquela nossa saída onde Nate estava junto? No shopping? Que te dei nossa primeira aliança e depois tive que sair correndo por conta da “eu ruim”? Era ela. – Abriu um sorriso de lado, um tanto que cínico, dando um passo para trás. – Skylar, essa é minha noiva, Dianna. Minha, entendeu? Minha. – Pontuou como se estivesse falando com uma pessoa que tinha dificuldade de entendimento. - Dianna, essa é minha irmã mais velha, Skylar. Mas creio que já se conhecem. – Olhou, mais uma vez, de uma para outra e negou com a cabeça. – Eu vou para a piscina. – Tornou a se afastar, indo em direção a casa sem olhar para trás. – Papai me ensinou a atirar, Skylar. Tome cuidado com suas próximas ações! – Gritou antes de desaparecer da vista de ambas.



WHAT KATY DID
Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Convidado em Seg 21 Dez 2015 - 0:58

excuse me

Nice to meet you, where you been? I could show you incredible things. Magic, madness, heaven, sin. Saw you there and I thought: Oh my God, look at that face, you look like my next mistake. Love's a game, wanna play?

Eu estava um tanto que surpresa com a reação que havia acabado de ver. Eu sabia que Shannon era ciumenta, mas possessiva era uma novidade. Soltei um assovio baixo, desviando o olhar da porta, que continuava aberta, para a minha cunhada. – Ela ficou um tanto que arisca com o tempo. – Comentei baixo, dando outro passo para trás. Eu podia ser uma conquistadora sem vergonha, porém não faria uma coisa daquelas com minha irmã. Por mais gostosa que a garota em questão fosse. Pigarreei, tentando sair daquela situação um tanto que constrangedora. Em vão, pois aquele meu lado continuava ali, obrigando-me flertar com ela. Qual é! Eu flertava com a minha sombra! – Então quer dizer que você realmente ficou mexida? É sempre bom saber que meus métodos descarados funcionam. – Prendi o cabelo em um coque frouxo, umedecendo o lábio inferior com a ponta da língua em seguida.

Sentia-me um pouco... Magoada? Saber que Dean e Shannon não falavam muito de mim era um pouco ruim de saber. Soltei uma risadinha baixa. – Ser a ovelha negra da família tem lá suas desvantagens. Eu amo Dean e Shannon com minha vida, sabe? Mas não sou do tipo... Afetiva. E parece que eles não entenderam isso. Ela deve ter evitado falar sobre mim porque sempre causei os problemas da perfeita família Kempner, então... – Deixei meus ombros caírem. Aquele assunto era um tanto que delicado para mim e, para ser sincera, estava totalmente disposta a mudar aquela imagem de filha problema e ser exemplo para os dois mais novos. Eu tinha conseguido formar em medicina, afinal! Agitei a cabeça, parando de regurgitar aquela quantidade de informação pra cima da recém – formalmente – conhecida. – Bem. – Pela primeira vez no dia abri um sorriso que não apresentava malícia. – Como não quero morrer antes dos quarenta, é melhor me manter longe de vossa senhoria. Você sabe, você é totalmente quente, então vista a porra de uma camiseta quando sair da academia ou quando for ficar próxima de mim. Preciso me acostumar com a ideia. – Comecei a me afastar da morena, indo em direção ao carro alugado. – E se eu fosse você, ia atrás da fera. Conhecemos bem a loirinha pra saber que ela está puta.

  

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Seg 21 Dez 2015 - 17:05


appetite
Words like a loaded gun, shot out from a fire tongue. Love lost from a fight that was won and I can see you breaking down, the end to a falling out.
De verdade? Para um começo, eu estava achando graça daquela postura toda rígida que nada combinava com a pureza estampada na face, e em cada célula, de minha noiva. Eu não faria objeções contra suas palavras, até porque foram verídicas. Eu havia cedido, mas não é como se eu fosse agarrar a Kempner mais velha, recém conhecida, e transar como se o amanhã não fosse chegar. Apenas respirei fundo, afim de manter-me sã diante de tanto ciúmes. Shannon quase nunca agira assim, exceto uma vez, quando as coisas desandaram a ponto de terminarmos o relacionamento. — O mesmo se dá a você, certo? Já que esta me achando tão quente. Só.. Cuidado. Eu costumo andar com peças de roupa faltando pela casa, pode ser que me encontre assim por algum momento. — murmurei, vendo-a se afastar.

Dei as costas assim que a perdi de meu campo de visão, percorrendo o caminho até a piscina, encontrando uma Shannon de cara fechada. Por mais engraçado que tivesse achado a situação, no início, agora sabia que tinha de falar com ela, e deixar as coisas bem claras. — Não adianta ficar ai bicuda desse jeito. — aproximei-me, olhando ao redor. Sabia que não havia mais ninguém na mansão, já era perita no quesito horário, desde a época que pulava a cerca do quintal, nas horas em que via o carro de seu pai partir em direção de algum lugar. Tirei a calça de corrida, ficando apenas com uma boxer azul marinho justa. Sentei-me atrás de seu corpo, prendendo os braços ao seu redor, ignorando suas tentativas de afastamento. Eu era mais forte, de qualquer forma. Rocei a ponta do nariz por sua nuca, sabendo que aquilo era um forte gesto de desarme. — Ninguém me interessa além de você, Shannon. Isso não vai mudar porque Skylar se mostrou ao meu dispor. — sussurrei contra seu ouvido, mordiscando seu lóbulo enquanto colava o quadril em sua traseira, fazendo questão de provocar. Não me importaria em jogar sujo para que ela entendesse. — É só você que eu quero. — disse-lhe, em um tom firme, decidido.


I don't bite, but I heard you might.

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {LR} Ohlweiler & Kempner

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum