[RP FECHADA] Nice to meet you

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] Nice to meet you

Mensagem por Alexander G. Kowalewski em Qui 28 Jul 2016 - 22:25

Relembrando a primeira mensagem :

We'll make it through another day

A postagem ocorre entre Alexander G. Kowalewski e Aurora M. Stafford, na ala neurológica do hospital às sete da noite e está fechada para qualquer um que não tenha sido convidado. Passando-se esta em 29/07/16, o conteúdo é livre e a postagem está em andamento.


____________________

you can't deny that you've been untrue. You lie so sweet but you love me deep. Putting out fire with your gasoline.

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: [RP FECHADA] Nice to meet you

Mensagem por Aurora M. Stafford em Dom 14 Ago 2016 - 22:28


Baby
You know how to play with fire?


M
agoada, irritada e frustrada.

Era assim que Aurora se sentia diante daquele homem. Os sentimentos a dividiam... e enlouqueciam, pois ao mesmo tempo em que precisava manter distância, ela não queria. Não que fosse a primeira vez que tivera que passar por uma situação de escolher entre suas vontades e o mais prudente a se fazer. Apesar de nova... a doutora carregava um imenso peso em seus frágeis ombros, e decisões difíceis a acompanharam durante toda a vida... desde pequena. Cada percalço contribuiu para a formação da personalidade forte e geniosa. Aurora era uma mulher forte – não tivera outra saída. Preferia a imagem de pessoa introspectiva - e até arrogante - do que se enquadrar no papel de vítima que a vida insistiu em lhe arranjar.

Herdeira de um império.

Dona de suas ações.

E agora... vinha esse francês...

Querendo... bagunçá-la? Não, não admitiria isso.

De jeito nenhum.

Acertou praticamente um tapa no botão, como se assim, pudesse apressar a descida. No entanto, logo se virou de novo para Alexander e já ostentava a sobrancelha arqueada, e de tão levantada, era possível acreditar que a mesma alcançaria a linha do couro cabeludo. A postura dele, que ficou mais relaxada, só fez com que a de Aurora se armasse ainda mais. Alex colocou-se na sua frente, a obrigando a erguer o queixo para fitá-lo nos olhos - movimento que tornava-se constante - e se os do doutor escureciam por causa da fúria, os de Aury eram tomados pelos riscos dourados, criando um efeito atordoante. No entanto, não esperava aquela resposta, e precisou endurecer a feição para não perder a firmeza das acusações. Afinal, podia não passar de uma mera desculpa.

- Se eu tivesse vis... Alexander! – Aurora exclamou quando ele a segurou pelo braço e a prendeu contra o espelho, dando tempo apenas dela esticar as mãos e pressioná-las contra o vidro gelado – O que pensa que está fazendo, doutor?!?!?! – não se importava que o tom soasse alto ou ameaçador... na verdade, era a intenção – Juro que vou... – a voz morreu no instante que o corpo de Alex encontrou o seu num encaixe naturalmente perfeito – Doutor... – ela tentou encará-lo por cima do ombro, mas não teve sucesso. Voltou a virar a cabeça conforme o rapaz falava e então... pelo reflexo de ambos, podia vê-lo e... a mão máscula dedilhou sua garganta no momento que Aurora engolia em seco. Os lábios estavam entreabertos, mas ela não demorou a crispá-los, como se os negasse para você, Alex... Ela te proibia de provar os lábios cheios e provocantes... – Que tipo de pendên...

De novo, Alexander a calou.

Apenas o giro já foi mais do que suficiente para lhe confundir os sentidos, mas nada se comparou com a pressão da boca firme e sedutoramente masculina sobre a sua. De início, as pequenas mãos encontraram o peitoral definido e o empurrou... para em seguida, as unhas se cravarem no tecido do jaleco, o puxando à medida que os lábios correspondiam o beijo intenso. Aurora fechou os olhos e entregou-se, sem forças para uma atitude diferente. Permitiu que Alex lhe sugasse o beicinho, e gemeu em resposta... um gemidinho suave e com nuances enrouquecidas. Aproveitando a brecha, ele introduziu a língua, que seria prontamente recepcionada pela da loira. Os braços envolveram-no por trás da cabeça e ela precisou ficar na ponta dos pés, sustentada pela mão que contornava a cintura. Aury arfou quando Alexander a prensou mais uma vez no espelho, mas não interrompeu o contato... Ah, não. Como punição... Aurora cravou os dentes branquinhos no lábio inferior dele, num mistura de dor e prazer... E só depois, passou a pontinha da língua na região, que parecia um pedido de desculpa. As bocas voltaram a se beijar, até Alex colocar um fim assim que o elevador chegou ao destino.

Ele saiu antes e para a sorte de ambos, o corredor estava vazio. Aurora teve que forçar os pulmões a respirarem e obrigar as pernas a pararem de tremer – o que lhe custou alguns bons segundos, os quais a inglesa aproveitou para ajeitar a trança e os cachos atrás das orelhas. Mas não adiantou muito...

Estava com a expressão de quem acabou de ser beijada!

- Maldito... Maldito... – voltou a resmungar baixinho, respirando fundo e... saiu do elevador, encontrando Alex no meio do caminho. E o sorrisinho... Dava vontade acertar uma bofetada naquela cara linda.

E de beijá-lo outra vez.

- Estou vendo que vai... E o mesmo vale para os seus olhos e suas mãos também, doutor?

Eles estavam prestes a alcançar a sala de exames, porém Aurora segurou o punho de Alexander, o impedindo de entrar.

- Não vai ficar assim, doutor Kowalewski. Pode ter certeza que não... Eu nunca, nunca... - fez questão de frisar - ...fujo de um desafio. Esteja ciente disso... Alexander.

Num momento inexplicável... Aurora desfez a carranca e sorriu. Um sorriso irônico, ameaçador... e absolutamente maravilhoso, que provocou covinhas delicadas pelos cantos e tingiu as bochechas em uma coloração rosada e que iluminava o rosto de princesa.

O tipo de sorriso que vai deixá-lo ansioso pela revanche da inglesinha.





Lorde, The Hunger Games.

____________________


Bring me home in a blinding dream
Through the secrets that I have seen...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Nice to meet you

Mensagem por Alexander G. Kowalewski em Qua 17 Ago 2016 - 14:33

all these cameras flashing, sick of being poised
Alexander apenas a olhava, ali, em frente a sala. Sentia os dedos dela através do pulso, enquanto ouvia e prestava atenção nos detalhes de seu rosto. Todo o seu corpo convulsionava internamente, já em combustão. Já estava ciente de que sua estadia naquele hospital tinha começado a ficar interessante, e visto que a inglesinha era o motivo principal, queria ver como as coisas rolariam. Ele só esperava que o mar não batesse contra a maré. – Ah, princesa Aurora... Se possível, eu pagarei para ver o seu desafio. E o aceitarei como um jogo. Se me desafiar de volta, eu tornarei a fazê-lo e não iremos parar mais. – ele moveu o braço de forma que a mão grande segurasse a da britânica, levando-a até os lábios e pressionando um beijo sutil, em sua forma cavalheiresca. – Com licença. – soltou-lhe gentilmente, entrando na sala como se nada tivesse acontecido. Logo fora cercado pelos profissionais, que esperaram Aurora entrar no ambiente para começarem uma pequena discussão do que deveria ser feito, e dos novos exames que deveriam constar para a paciente. 

Cerca de poucos minutos depois, já estava conversando com a mulher, dando-lhe dicas para evitar os desmaios. – Tenho em mente de que não será de seu agrado, mas é necessário que afaste-se ao menos três dias por semana de seu ateliê. Retomares este mesmo exame logo após duas semanas seguindo este procedimento, e uma nova leva será posta em papel para que leia e fique ciente de tudo o que farems no decorrer do próximo mês, enquanto estivermos acompanhando o caso. – informou, com as mãos unidas em frente ao quadril. Era um gesto de postura profissional, mas havia algo mais deixado ali... Que só ele e Aurora saberiam. Com um suspiro, olhou para a enfermeira, pedindo-lhe para fazer a troca de roupa com Katherine. – Assinei sua alta, falta apenas a da doutora Stafford para que finalmente vá. Passar bem, senhora Bohen. Até a próxima consulta. – depois dos cumprimentos, Alexander passou por Aurora, olhando-a fixamente enquanto parecia ir em sua direção, quando na verdade estava indo até a porta da sala, encaminhando-se para seu próprio consultório. Ao passar por ela, parou, notando que a atenção de todos estavam no equipamento. – Achei um ótimo lugar para guardar minha língua. – disse, baixo, encostando o mindinho ao dela. Nada mais fora feito, o homem apenas continuou o seu caminho portando um pequeno sorrisinho.



____________________

you can't deny that you've been untrue. You lie so sweet but you love me deep. Putting out fire with your gasoline.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Nice to meet you

Mensagem por Aurora M. Stafford em Seg 22 Ago 2016 - 21:39


Baby
You know how to play with fire?


O
s olhos da médica se estreitavam à medida que Alexander a respondia de maneira provocante demais para ela não se sentir atiçada... de novo. Porém, por mais afetada que estivesse, Aurora redobrava o esforço para não cair no charme do francês, mesmo que já fosse tarde demais, correto? Logo, o sorriso não estava mais presente sobre os lábios carnudos, no entanto seria uma imagem que Alex não esqueceria com facilidade. Prestes a puxar a mão, ele invertia o toque e a posição, e era quem a segurava agora, trazendo a palma até os lábios, depositando um beijo leve por cima dos nós dos dedos, num gesto cortês e galante. E... ele a tinha chamado de princesa?

Aurora apenas observou, em completo silêncio.

Porque a sensação da boca roçando num lugar aparentemente comum fazia a pele formigar e aquecer. Aquilo não podia ser normal...

Alguém colocou alguma coisa no chá dela, pois não era possível!

- Então... espero que esteja preparado, doutor - ela conseguiu sussurrar sem permitir que o timbre tremesse ou revelasse seu estado emocional abalado.

Por fim, ele a soltou e após um pedido de licença, entrou na sala, a deixando novamente para trás, sozinha com os sentimentos embaralhados e confusos. Aurora segurou a mão beijada contra o peito, e conseguia sentir a aceleração dos batimentos cardíacos. Uma dupla de enfermeiras passaram por ela, estranhando o comportamento perdido da doutora, mas a inglesa nem sequer as notou. Quase em seguida, adentrou o ambiente, ganhando todos os olhares, que pareciam curiosos pelo pequeno atraso. A loira desculpou-se e evitava fitar na direção que Alex estava parado. A equipe iniciava a discussão sobre os exames e os próximos que deveriam ser realizados, entre outros detalhes. Com o término da conversa, a sra. Bohen foi chamada e era Alexander quem lhe passava as instruções, reforçando as anteriores também. Aury gostava de vê-lo trabalhar, percebeu enquanto o admirava tratar da paciente com tranquilidade e gentileza, embora não abandonasse o profissionalismo. Todavia... as mãos, a todo instante, permaneciam posicionadas entre as pernas dele, e... Aurora demorou só um pouquinho para entender a razão.

Depois das últimas palavras e a educada despedida, Alexander passou por ela, e facilmente notaria a feição ruborizada e bicuda da jovem. Disponibilizou apenas uma sutil olhada antes de virar o rosto, fingindo prestar atenção em qualquer outro ponto, mas...

Ela o encarou de súbito, e agora, os orbes translúcidos estavam arregalados, censurando o atrevimento na fala de Alexander, apesar de ter sido pronunciada em murmúrios roucos. O toque, por mais leve, conseguiu desestabilizá-la... o que não era mais surpresa. Tanto que não o respondeu, mesmo com os lábios entreabertos, e mal escutou os chamados de Elizabeth, que até mostrava uma leve irritação pela falta de atenção da doutora. - Sinto muito.... Eu já vou assinar a sua alta - uma das ajudantes lhe entregou a prancheta com o prontuário e Aurora pegou a caneta no bolso do jaleco e escreveu a assinatura próxima da de Alex - Pronto. Está liberada, sra. Bohen. Siga as recomendações direitinho e nos vemos na consulta que vem. Qualquer problema ou dúvida, pode entrar em contato. Tenha uma boa noite...

Só saiu da sala quando a paciente acompanhou a enfermeira para trocar de roupa. Meio atordoada ainda, Aurora seguiu para o seu consultório e buscou uma garrafinha d'água. Bebeu metade da mesma em poucas goladas.

- Deus... o que eu fui fazer? - resmungou para si mesma, deixando o corpo tombar sobre uma poltrona e não se importou com o recipiente que escorregou das mãos. Aurora as entrelaçou na nuca e curvou de leve o tronco para frente.

Mas realmente...

Era tarde demais.



[RP Encerrada]




Lorde, The Hunger Games.

____________________


Bring me home in a blinding dream
Through the secrets that I have seen...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Nice to meet you

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum