Quarto de hospedes [nº2]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Ter 11 Set 2012 - 20:25



Quarto de hospedes nº2


Saudações, Convidado.
Bem-vindo a Mansão Overwhelming.



Você está na suíte de hospedes número 2. O lugar também é amplo e confortável, com tons mais escuros. É um dos lugares mais escuros da mansão, pois fica no final do corredor esquerdo, onde a iluminação é baixa. É mais simples que o primeiro, mais ainda sim, confortável. Sinta-se a vontade!


____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Ter 21 Jan 2014 - 16:05




All was well



I wanna party and bullshit, and party!

Liam tinha me procurado para levar Mary até um dos quartos, afirmando que a cunhada não estava nada bem, depois da demonstração sexy que tinha feito de Fergalícius, criando sua própria versão. Ainda estava perdida, depois de ter a baixinha quase se esfregando em meu corpo. Ela tinha ganho o jogo de provocações, e aquilo tinha me deixado um pouco estressada. Eu nunca perdia. Mary parecia emburrada, enquanto Liam me acompanhava quase carregando-a nos braços. Isso me fez rir, mais tive que me concentrar em não bater em nada, já que estava meia tonta. O corredor estava escuro, tinha uma baixa iluminação, apenas. O garoto deixou Mary do meu lado, e afirmou que seu celular estava vibrando. Precisava ir até o salão, onde a festa ainda rolava. Olhei para Mary, arqueando a sobrancelha.

Meus olhos foram até seu decote, e o tecido do vestido ainda um pouco levantado, mostrando as coxas dela. Estavam mais grossas? Se não fosse o álcool correndo pelas veias, diria que sim. E mesmo com ele percorrendo o corpo, também afirmava. Sorri involuntariamente, mais disfarcei para que ela não visse. Peguei sua mão assim que abri a porta do quarto, puxando-a cuidadosamente para dentro. Tudo estava devidamente arrumado, então suspirei aliviada. Tinha dormido a última noite ali, por ser bem mais arejado que o meu próprio quarto.

"Tem um frigobar ali no canto, sinta-se a vontade." Falei, coçando a nuca.

Fui até a grande abertura do quarto, que tinha uma varanda ampla, que estava fechada por uma porta de vidro. Fui até lá e abri, checando tudo. Mary estava bêbada, e eu tinha medo de que ela pudesse correr e bater por ali e cair, mais acho que ela ainda tinha um pouco de noção do que fazia. Virei para olhá-la, e ela parecia ainda ter uma expressão engraçada no rosto.

"Quer que eu chame a Milena ou Liam para ficar aqui até que durma? Eles vão dormir aqui também." Cruzei os braços, me recostando na madeira brilhosa da varanda.










© Modificado por [url=theprettyodd.forumeiros.com/u776]Wolford[/url]


____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Convidado em Qua 29 Jan 2014 - 0:48

Quarto da Dih
Tuts tuts tuts
-q

It’s Party

Eu definitivamente estava bêbada, depois de um tempo ao chegar ao quarto de hospede da casa, já sem reclamar. Via Dianna verificando tudo para ver se eu ficava no mínimo confortável. Eu fiquei observando a garota pelo quarto, olhe brevemente as suas pernas mas depois desviei, olhando para o lado, coloco meu cabelo atrás da orelha e começo a chorar de forma calma ainda. Eu não sabia o que estava fazendo eu não bebo e aquela nunca fui eu, do nada senti um vazio dentro de mim. Senhor, esse álcool todo é horrível.

_Me desculpa Dih... Eu não devia ter feito aquilo, aquela não sou eu. Digo chorando ainda. Meu olhar era baixo, mas era totalmente direcionado a garota. As lágrimas escorriam pelo meu rosto quente já. De repente me de levantei e fui abraçar a garota, ainda olho pra ela, limpo as lágrimas do meu olho e continuo a olhar diretamente nos seus olhos e digo de forma calma e rouca.

_Eu não sei o que deu em mim... Passo uma das mãos acariciando o rosto dela. De alguma forma, eu estava bastante mexida por dentro e eu não sabia se era ela ou o álcool, apesar de que ela era o mais provável.

code by ITZEL

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qua 29 Jan 2014 - 1:06


and we can't stop!

Can't you see it's we who own the night?
Mary começou a chorar de repente, e eu me vi totalmente sem graça e completamente sem ação. Cruzei os braços, mudando o peso de uma perna para a outra. Nunca tinha visto Mary tão... Diferente. Primeiro ela dá uma de Fergie e faz sua própria versão, cantando Marylicius e praticamente se esfregando em meu corpo. Cocei minha nuca, lembrando do momento a poucos minutos atrás. Ouvi o que ela tinha dito, porém, não tive tempo de responder. Seus pequenos braços estavam em volta do meu corpo, e sua mão acariciava meu rosto.

"
Ahn... Tudo bem, ér." Senti minhas bochechas corarem.

Corando, Dianna? Sério? Que ridículo! Essa daí não deveria te causar mais isso. Uma vozinha começou a me perturbar. Era verdade em parte, mais a quantidade de álcool no meu corpo ignorava tudo, inclusive isso.

"
Você... Mostrou um lado bem provocativo." Sorri ligeiramente. "Vai ficar bem aqui? Vou mandar uma mensagem pra Milena e dizer que você está aqui." Peguei o celular do bolso.

Usava só uma mão, já que a outra estava na cintura de Mary, retribuindo o abraço em que ainda nos encontrávamos. Tentava não olhar muito pra ela, ou faria alguma besteira. Com a mão trêmula, tentei digitar alguma mensagem de texto pra Milena, mais não estava conseguindo, minha mão tremia de mais.

© Criado por Dih para Glee Light Up The World

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Convidado em Qua 29 Jan 2014 - 18:53

Quarto da Dih
Tuts tuts tuts
-q

It’s Party

Enquanto abraçava Dianna sentir o mundo girar sobre meus pés e perco um pouco do equilíbrio, tombando brevemente para o lado, mas logo me recomponho, não estava me sentindo muito bem, coloco a mão na cabeça pensativa com a aquela sensação e olha para o lado vendo as imagens ficarem embaçadas, de repente corei, por está na frente da garota e por me sentir uma bêbada.

_Dih... Acho que eu preciso de café. Digo me sentando em uma cadeira ali perto e olho pra garota, dando um sorriso sem jeito, não acreditava que estava passando por aquele tipo de situação e ficava muito feliz de passar a noite ali, não gostaria que meus pais me vissem nesse estado.

_Muito obrigado por m deixar ficar aqui e desculpa por tudo isso, ainda mais por ter te deixado nessa situação em publico, sei que gosta de manter sua privacidade. Desvio o olhar da moça, ainda me apoiando em algo para não tombar para o lado da cadeira.

code by ITZEL

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Qua 29 Jan 2014 - 20:00


and we can't stop!

Can't you see it's we who own the night?
Assenti ao ouvir o que era dito. Segurei Mary pela cintura, levando-a até a beira da cama. Ajudei-a a se sentar, e passei uma das mãos pelos cabelos, tentando me acalmar. Eu não estava muito melhor que ela, então não tinha direitos a dar sermão ou coisa do tipo. Esperei alguns minutos, e finalmente estava mais calma. Digitei uma mensagem para Milena, informando o quarto onde sua irmã estava, mas provavelmente ela estaria com Liam, dançando ou quem sabe, bebendo também. Fui até a tela no criado mudo ao lado da cama, e selecionei a opção “café forte.” Eu estava evitando olhar para ela, não estava pensando bem, e agarrá-la naquele estado, poderia causar algo mais sério por dois motivos. O primeiro, tínhamos terminado. O segundo, ela estava bêbada, e não queria me sair como aproveitadora, por mais vontade que tivesse.

Fui até o banheiro, e não tinha noção de como ele poderia ser grande. Ou talvez fosse apenas o álcool me induzindo a pensar que nunca tinha notado isso. Vi a banheira, então fui até lá, e liguei. Esperei encher, o que não demorou muito, apenas um minuto. Toquei a água, e a temperatura fria me assustou. Recolhi a mão com pressa, e deixei uma toalha com um roupão dobrado próximos dali. Voltei para o quarto, e vi Mary um pouco... Alheia. Era engraçado vê-la naquele estado. Era tão bonita, e hoje tinha conhecido um lado em que a muito tempo, eu já quisera saber como seria.


“Não tem problema, Mary. Acho que todos passaram dos limites, hoje.” Cruzei os braços, encostada no batente da porta. “Tem água na banheira, fria. Vai te despertar, se quiser tomar um banho. Seu café chega em poucos instantes, e pedi torta de chocolate, não sei se vai gostar, mas acho que tem que comer algo. Vou pegar uma roupa que pode dar em você, e achar a Milena, certo? Mais alguma coisa, madame?” Dei um meio sorriso.

Estava tentando fazer o meu melhor.

© Criado por Dih para Glee Light Up The World

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Convidado em Sab 1 Fev 2014 - 23:12

Quarto da Dih
Tuts tuts tuts
-q

It’s Party

Me levantei da cama, escutando as palavras da moça, não entendia o certo o que ela falava mas concordava com tudo. A sensação de estar bêbada me deixava de um modo que nunca fiquei antes, animada demais, triste demais, emburrada demais, no começo era tudo bom, agora era um tormento. Chego à porta do banheiro, mas paro e me viro para Dianna e sorrio de uma forma misteriosa. _Eu ia te chamar para me ajuda... Mas creio que a ideia não seja tão boa assim. Depois dessas exatas palavras me viro novamente e vou até a banheira, coloco a mão na água para medir a temperatura, mas não reclamo. Tiro minha roupa sem me preocupar, eu sabia que Dianna não estava olhando, apesar de bêbada, ela ainda estava consciente o bastante pra não ficar me espiando no banheiro.

Então entro na banheira e me sento, sentindo a água entrar em contato com a minha pele, me relaxando e acordando. Senti como se o banho estivesse recolocando todas minhas energia no lugar e me fazendo ter mais consciência do que havia feito naquela noite, pensando nisso mergulho minha cabeça na água para molhar o cabelo e refrescar a mente depois volto sussurrando. _Depois dessa eu posso perder o meu cabelo, relaxo meu corpo sobre a banheira e fico ali pensando incontáveis minutos até que eu me sentisse bem o bastante pra sair. Saio da banheira rapidamente, me enxugo e coloco o roupão imediatamente.

Quando volto para o quarto, tinha roupas em cima da cama e sorrio, sem duvidas não seria confortável dormir com aquele vestido. Pego as peças de roupa no colo e me viro para Dianna e nisso noto que o café que eu havia pedido também estava ali. Dianna estava sendo tão prestativa, protetora e cuidadosa, iria ficar devendo essa a ela, até porque eu sabia que ela também não estava muito bem.

_Obrigada pelas roupas e do café e acho que você também deveria se cuidar. Quero dizer, não fui a única que bebi bastante aqui. Digo sem jeito lembrando da cena da noite, o morango e a dança que completamente me esfreguei na Dianna, eu estava torcendo para ter uma amnésia pós bebedeira, mas já vi que não iria ter, não que eu não tivesse gostado de dançar para Dianna, mas não na frente de todo mundo como um show e no fundo isso me deixava incrivelmente tímida.

code by ITZEL

Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Sab 1 Fev 2014 - 23:30


and we can't stop!

Can't you see it's we who own the night?
Depois de ver tudo em ordem para Mary, relaxei um pouco. Meu corpo estava tenso, o álcool estava dominando toda parte. Fechei um pouco os olhos, sentindo uma leve tontura. Ignorei de imediato, abrindo-os tão rapidamente, que por alguns segundos, tudo não passou de um mero borrão. Aproveitei o momento, e disse a Mary que iria no meu quarto, tomar um banho e arrumar as coisas para Liam. Fui, e em média de 30 minutos, estava de volta. Me locomovi até o painel no criado mudo, e selecionei a climatização do quarto. Fechei a porta que dava para a varanda, o ar frio penetrando o ambiente em poucos minutos. Não estava um frio desagradável. Era aquele frio gostoso, de se tomar uma bebida quente, e ficar debaixo do cobertor, vendo TV, ou fazendo qualquer outra coisa preguiçosa.


“Pronto, estou cuidada.” Sorri fraco. Minha cabeça doía. “Ali do lado do painel tem comprimidos para dor de cabeça, se caso sentir ou estiver sentindo. É só procurar no painel a opção da água, e logo vai chegar. Não se importe com horas, certo? Amanhã é domingo, e você meio que já é de casa.” Dei um meio sorriso.

Eu estava um pouco cansada, e precisava dormir. Mas Milena não saia do meu quarto, falando ou fazendo sabe-se lá o quê com o Liam. Por alguns segundos, achei que minha cama já estivesse abrigando os dois, e algo quente estaria acontecendo. Mas, Liam não era assim. Nem Milena. Desviei os olhos para Mary, e me aproximei. Com um dos braços, rodeei sua cintura de uma forma frouxa. Beijei sua testa, murmurando um boa noite baixinho. Eu iria procurar um sofá para dormir, na segunda sala. Não queria atrapalhar o casal em meu quarto. Me afastei de Mary, e logo passei pela porta, tentando enxergar o caminho para a segunda sala, sem bater em nada e sem ser vista de pijama.

© Criado por Dih para Glee Light Up The World

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de hospedes [nº2]

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum