Midnight Madness - Tina Vs. Rachel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Midnight Madness - Tina Vs. Rachel

Mensagem por Stalker em Qui 28 Mar 2013 - 22:54



Midnight Madness


Midnight Madness, auditório de NYADA, disputa entre Tina Cohen Chang e Rachel Berry.

____________________



The your ghost, the ur image. I'm the stalker!
avatar
The Bosses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Midnight Madness - Tina Vs. Rachel

Mensagem por Tina Cohen-Chang em Ter 30 Abr 2013 - 18:31



I'm Defying Rachel



Faltavam apenas 10 minutos para a meia noite. Cerca de 50 alunos estavam em NYADA, mesmo depois do horário de aulas ter acabado a quase 7 horas. Alguns se esconderam pela escola, outros se voluntariaram como ajudantes, e outros moravam no campus da escola e, mesmo sem permissão, a maioria tinha entrado na escola. Eu tinha apenas usado minhas habilidades de ninja asiática pra me esconder junto com Grace numa sala desativada, onde ficamos jogando "Game of Life" por um tempinho. Eu estava nervosa, e tinha de admitir, eu conhecia o potencial de Rachel, mas eu também sabia quais eram suas fraquezas, e isso era um ponto para mim. Estava conversando com Grace, ontem mesmo estávamos no meu apartamento em SoHo, e ela estava me ajudando a ensaiar, agora, eu poderia cantar "Good Morning Baltimore" de olhos fechados. Depois que terminamos de ensaiar decidimos fazer uma maratona de musicais, assistimos Hair, e Hairspray, mas o que mais me chamou a atenção foi Wicked, agora que eu sabia que poderia me apresentar no Gershwin...eu tinha que conseguir isso...era meu sonho, e meu destino. Olho no relógio, faltavam cinco minutos para meia noite, então, juntas, Grace e eu vamos para o Auditório de NYADA.

[...]

Adentrei o local, todos os alunos já tinha localizado seus lugares. Como eu sabia que Rachel e eu seríamos as primeiras vou andando até o auditório, Rachel faz o mesmo. Um garoto do terceiro ano também está lá, provavelmente o mediador. Ele explica as regras novamente e então dá um aviso surpresa:
-A Canção foi alterada. - Um silencio mortal, não consigo entender, mas, meu estomago dá a impressão de ter perfurado chão abaixo de mim.
-Agora o número que deverão apresentar é "Defying Gravity" do musical Wicked. Ambas o conhecer?
Era óbvio que eu conhecia, mas mesmo assim, Rachel já tinha cantando essa música antes, e ensaiado muito mais do que eu, então, olho para o garoto e digo:
- Ok, esta canção está no meu alcance vocal...mas, isso não é just... - Paro de falar, então olho para Rachel e vejo que sua expressão é impassível, era óbvio. Ela deveria ter pedido pra ele trocar "Good Morning Baltimore" por "Defying Gravity". -Hit It. - Digo, enquanto Rachel e o garoto saem do palco para que eu começasse a cantar.

Uma fumaça leve começa a se desprender da parte de frente do palco, todas as luzes comuns se apagam, um holofote verde claro se acende sobre mim, luzes de fundo roxas e azuis desfilam pelo palco, enquanto eu olho fixamente para a plateia, começando a cantar para uma música pela qual eu não tinha sido preparada.



Something has changed within me
Something is not the same
I'm through with playing by the rules
Of someone else's game


Começo a cantar de um modo leve e harmonioso, fixando a plateia a minha frente, o som da banda atrás de mim toca minha pele como brasa, essa é uma canção realmente emotiva, e acima de tudo, difícil de ser cantada, requer muitas notas altas e agudas, porém. quase 99,9% está no meu alcance vocal.
Mantenho minha voz calma e lenta, no tom exato da música, o som do piano continua a ecoar pelo auditório. Mesmo tentando repreender meus sentimentos contra a Berry, não consigo evitar de pensar nela enquanto canto "I'm through with playing by the rules of someone else's game". Então, deixei minha indignação e frustração jorrarem do meu interior, saindo do meu corpo e se expandindo até a plateia, com emoção e devoção. As luzes se tornam mais fortes, a névoa rala que está sob meus pés começa a se tornar mais grossa e branca, os iluminadores atrás de mim começam a brilhar com mais força, e eu, então, deixo minha voz se expressar mais fortemente, porém, no mesmo tom leve e calmo.



Too late for second-guessing
Too late to go back to sleep
It's time to trust my instincts
Close my eyes and leap!


Movimento meu corpo lentamente para a frente erguendo minhas mãos deitadas a frente do meu corpo, com uma expressão confiante e forte em meu rosto, dou um passo para a frente, sendo seguida pela luz de um holofote verde, as luzes começam a se alterar, formando várias estrelas iluminadas e coloridas em roxo e azul no chão do palco, a névoa continua a "correr" pelo palco, como se fosse natural, porém, a mesma, exalava um forte brilho prateado,que se movia por meu rosto como se fosse uma mágica luz angelical.



It's time to try
Defying gravity


Mantenho minha voz suave, porém, durante a chegada do refrão, torno-a mais aguda, e seguro a nota por alguns segundos enquanto canto o primeiro verso, e uso faço o mesmo durante o segundo verso. As luzes piscam bruscamente apenas uma vez e voltam ao normal logo em seguida depois do refrão.



I think I'll try
Defying gravity
Kiss me goodbye
I'm defying gravity
And you won't bring me down


Levanto um pouco ambas as minhas mãos e coloco-as as na frente do meu corpo,e em seguida movendo-as calmamente para cada lado. Enquanto canto mantenho minha voz leve, e continuamente forte. Começo, então, a observar a plateia que estava me observando, Grace sorria para mim; Rachel parecia preocupada; Kurt olhava de mim para Rachel com um tipo de expressão triunfal no rosto.



I'm through accepting limits
'Cuz someone says they're so
Some things I cannot change
But till I try, I'll never know!
Too long I've been afraid of
Losing love I guess I've lost
Well, if that's love
It comes at much too high a cost!


Novamente, aumento o tom da minha voz, mantenho-a grave e forte. Ao chegar na segunda linha da estrofe, encosto minha mão esquerda no meu peito direito, e em seguida deixo-a cair ao lado do meu corpo ,com uma expressão feroz em meu rosto. As luzes mudam novamente em torno de mim, começam a se tornar todas verdes, enquanto a luz do holofote acima de mim acaba por se tornar de um roxo berrante.



I'd sooner buy
Defying gravity
Kiss me goodbye
I'm defying gravity
I think I'll try
Defying gravity
And you won't bring me down


Finalmente libero toda a minha voz, canto como nunca cantei em minha vida, reúno toda a emoção em meu corpo e libero-a através da minha voz, as notas são complicadas e difíceis de controlar, porém mantenho todas com habilidade, força e um tanto de delicadeza, dou alguns passos triunfais para a frente, a luz do holofote segue meu corpo, a névoa continua a exalar pelo chão do auditório.



I'd sooner buy
Defying gravity
Kiss me goodbye
I'm defying gravity
I think I'll try
Defying gravity
And you won't bring me down
Bring me down
Oooooooooooh!


Mantenho minha energia enquanto canto, fitando Rachel, olhando diretamente em seus olhos, minha expressão era desafiadora, era como se eu estivesse esnobando-a, duvidando da habilidade que eu sabia que a garota tinha, porém estava fadada a ignorar que existia, pois eu sabia que depois do momento que eu saísse daquele auditório, uma de nós seria uma vencedora, e outra nada mais do que uma perdedora fracassada. Termino a canção mantendo a última nota num fá agudo e encerro a performance.

[...]

Desço calmante do palco, sob o aplauso dos espectadores, sento em uma cadeira enquanto fito Rachel se levantar e ir em direção ao palco. Meus pensamentos voam para longe por alguns segundos, e fico pensando se eu realmente estava fazendo a coisa certa, se eu estava fazendo tudo isso para me provar ou apenas para me vingar de uma garota. Uma garota que sequer sabia o que tinha feito para mim.

Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

____________________

chang change forever

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum