New Directions Performancee

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

New Directions Performancee

Mensagem por Stalker em Qua 7 Ago 2013 - 21:41



New Directions



New Directions,grupo misto,também do William McKinley High School.

____________________



The your ghost, the ur image. I'm the stalker!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Convidado em Seg 26 Ago 2013 - 16:51

My Heart Will Go On
Com: New Directions; humor: Animada; vestindo; isto.


Finalmente chegou o dia das seletivas. Eu estava arrumando a faixa vermelha do meu vestido e conferindo seu meu cabelo estava ondulado e bagunçado propositalmente o bastante. Minhas mãos soavam, eu sentia um frio na espinha, meu estomago revirava e eu sentia uma vontade estranho de rir. Nunca estive tão nervosa. Pela primeira vez eu estava responsável por algo, se eu errasse uma nota de meu solo, eu poderia por tudo a perder, pensar nisso era nada confortante, às vezes eu queria sair correndo dali, mas nunca deixaria o ND na mão, e eu não parecia a única nessa situação, o New Diretions todo estava tenso, ansioso, animados e esperançosos. Principalmente a Mercedes, ela parecia tão dedicada ao coral, e no fundo sei que ela queria está com o solo no meu lugar, e eu sinceramente acreditava que ela deveria. Eu deveria deixar minha insegurança de lado e vê Dianna se arrumando ao meu lado me fez ficar mais tranqüila, era estranho tudo que ela me causava, ficar ao seu lado me fazia uma pessoa tímida mas melhor. Sorri para ela, um sorriso torto, daqueles que damos quando nos sentimos sem jeito. Corro até Dianna rapidamente e lhe dou um forte abraço. _Estou com medo, vou precisar de sorte. Assim escuto um breve boa sorte e volto para o meu lugar, me sentindo mais relaxada, no fundo eu sabia que iria dar tudo certo.

Todos do New directions estavam de costas para a platéia, separados e espalhados por casais pelo palco, posicionada de costas. Meu coração estava a mil, a garota que nunca cantou para ninguém antes, e agora, estou diante de centenas de pessoas. Eu, ao contrário dos casais estava virada de frente para os publico, mas com a cabeça baixa. A ansiedade é inevitável no momento, sinto meu coração quase sair pela boca, mas estou feliz. Dou um sorriso leve para Dianna e rapidamente volto para a posição que eu estava. As cortinas abrem e sinto uma adrenalina correr pelo meu corpo, mesmo assim mantenho toda a calma necessária. Luzes vermelhas se ascendem gradativamente por todo palco, antes de vagarosamente se direcionarem a mim. Os casais ficam de frente para seus pares e os garotos se ajoelham em somente um joelho, enquanto as garotas erguem suas mãos para acariciarem delicadamente o rosto de seus parceiros. Assim que começo a cantar, ergo minha cabeça para a platéia. Minha voz é doce, suave e calma, mantenho assim todo seu começo. Meu olhar ele percorre o rosto de cada um ali nos assistindo, tentando passar pelo meu olhar a paixão decorrida na musica.

Every night in my dreams I see you, I feel you
That is how I know you go on
Far across the distance and spaces between us
You have come to show you go on

Os garotos colocam uma de suas mãos sobre a da garota antes de se levantarem e seguram sua parceira pela cintura, as levantando no ar e as girando devagar e graciosamente pelo palco nos dois primeiros versos. Minha voz permanece estável e segura, e eu sinto como se ela também estivesse apaixonada. Parecia ironia, apesar de não ser o estilo de musica que canto, eu estava gostando, me sentia levada pela musica. As garotas voltam ao chão e colocam uma mão sobre o ombro dos garotos que se afastam sendo puxados para longe, como se tivesse algo lhe obrigando a se afastarem das garotas. E por um simples giro, eles se posicionam por trás da garotas enquanto luzes azuis aparecem para complementar à apresentação.

Near, far, wherever you are
I believe that the heart does go on
Once more, you open the door
And you're here in my heart
And my heart will go on and on

Os garotos abraçam as garotas por trás, de forma apertada e aconchegante, como se as tivessem protegendo e nunca mais fossem solta-las. Elas então se soltam rapidamente num impulso, e assim as luzes azuis se concentrarão somente nelas nos dois primeiros versos. Dou passos leves para frente, só o bastante para que e fique a frente de todos os outros, me destacando ainda mais e assim, as luzes vermelhas me seguem. Minha foz se intensifica um pouco, mas continua suave, tudo em sua certa medida para que eu cantasse o refrão. Caminhando levemente, os garotos apoiam as próprias costas contra as das meninas, e assim os casais, juntos, seguram a mão um do outro, enquanto a outra irá de encontro a seus corações como se estivessem expressando seus sentimentos, as meninas em seguida rodeiam os garotos, ainda segurando a mão um do outro. As luzes antes azuis, agora passeiam pelo palco em um tom de verde, movimentando-se mais rapidamente.

Love can touch us one time and last for a lifetime
And never let go till we’re gone
Love was when I loved you, one true time I hold to
In my life we’ll always go on

Os casais num impulso colam seus corpos. Os garotos segurarão as garotas pela cintura, lhes sustentandos, enquanto elas inclinam o corpo para trás. Após se reerguerem, começam uma dança lenta e romântica pelo palco. Então começo a me aproximar da beirada do palco de forma lenta, cantando intensamente, movimentando os braços de forma sutil de acordo com a musica, minha expressão é de admiração como o momento e nisso as mais luzes vermelhas pelo mesmo se acenderão e irão em direção a ela. Nisso as luzes dançam lentamente em uma mistura de verde e azul E os casais encostam suas testas nas de seu parceiro, encarando um ao outro, e discretamente seguem um caminho onde ser aproximo vagarosamente para mim.

Near, far, wherever you are
I believe that the heart does go on
]Once more, you open the door
And you’re here in my heart
And my heart will go on and on

Nesse momento, todas as luzes se tornarão vermelhas como as sobre mim. Cruzando as mãos sobre o coração em “Near”, as meninas abraçam os seus parceiros, mas em “Far” se afastam cada um para um para o meu lado. As luzes vermelhas fazem uma “barreira” em meio aos casais. Mas aos poucos enquanto vou andando de costas, gradativamente as luzes se apagam rompendo a barreira ali existente antes. Correndo um ao outro, os garotos pegam as meninas em estilo de noiva, indo até a beirada do palco. De mesma frente para a platéia, com luzes azuis sobre eles, os garotos seguram as mãos das meninas, por trás das mesmas, e erguerão aos seus lados. Todas as garotas fecham os olhos, e os meninos apoiarão o queixo sobre o ombro das mesmas, como se tivessem refletindo e aproveitando cada segundo do momento, parecendo casais apaixonados. Minha voz é mais alta e intensa. Sinto como se todos meus sentimentos se libertassem. E rapidamente penso em Dianna e nossa história ou quase história, por segundos pensei que o tempo todo era nela que eu estava pensando cantando.

You're here, there's nothing I fear
And I know that my heart will go on
We'll stay forever this way
You are safe in my heart
And my heart will go on and on

Novamente ganho o foco, com uma luz rosada e ao fundo aparecesso com meu par, na mesma posição que os outros casais. Com os braços ainda erguidos, outro garoto apareceu vindo do fundo do palco, e com a ajuda do outro me erguer ao alto, levando-me até a frente do palco. Separo vagarosamente de meus parceiros, novamente cada grupo vai para um lado do palco assim chego à frente e sou colocada ao chão terminando a musica em um agudo profundo e intenso no “will go on and on”. Com as mãos erguidas em direção a seus pares, mas ainda assim se afastando dos mesmos, andando de costas, todos se ajoelham ao chão rapidamente. Sou a única em pé e abaixo somente minha face, assim como no começo da música. E num simples segundo todas as luzes ficam vermelhas e se focando em mim novamente antes de se apagarem completamente.




Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Kurt Hummel em Seg 26 Ago 2013 - 21:21

The Queen
Seletivas!

Localização; Palco das Seletivas Humor; Normal Vestindo; Aqui Escutando; Melodia da musica Tempo; Bom Observações; Nenhuma




Okay, eu estava maravilhoso! Eu me olhava perante um grande espelho, posto nas coxias do palco. Todos os membros do New Directions que iriam se apresentar, estavam por ali, e pareciam aflitos. Eu estava um pouco nervoso, posso admitir. Mais essa era de fato, a minha chance de brilhar. De mostrar que não sou só uma sombra da Berry. Olhei para o lado e vi Mercedes sorrindo. Ela também era uma grande concorrente para mim, mais nessa, estávamos trabalhando juntos. E a música, definia perfeitamente o que éramos. Rainhas! Comecei a dar alguns gritinhos, aumentando e baixando meu tom de voz, e pude ouvir alguns “Cale a boca, gazela” vindo de alguém, e pelo que conheço da voz, foi Dianna. Argh. Eu estava apenas aperfeiçoando minha graciosa voz, mais esses cabeças de vento não sabem o que é talento, e eu fico sujeito ao bullying. Até porque, se eu fosse um animalzinho, eu seria um pavão e sairia por aí, esbanjando minha graciosidade esplêndida. Ouvi Quinn sorrir com o comentário feito por Dianna, e isso fez com que eu revirasse meus olhos. Passei a mão pela parte da frente dos meus cabelos uma última vez, ignorando-as. Sorri de lado para Mercedes, eu não sabia explicar, mais aquele sorriso que ela me direcionava, estava me passando uma grande confiança. Respirei fundo, já estava na hora de brilhar!



Oh tonight I'm gonna show
Them what I'm made of, oh
The killer queen inside me's coming to say hello


Numa perfeita fileira, um ao lado do outro e de costas para o palco e na beirada do mesmo estarão todos os membros do New Directions, um menino seguido de uma menina e assim por diante, mas exatamente no meio da formação estará Mercedes e eu. Ao começo da música, ao ritmo dos sinos, luzes de cores variadas começarão a acender por todo o palco, antes de desligarem e somente ao fundo do mesmo, luzes amarelas e laranjas apareceram e rapidamente foram até as pessoas do coral, somente duas luzes laranjas sobre Mercedes e eu respectivamente, e as amarelas nos outros componentes do grupo. Mercedes e eu viramos a cabeça de lado para encarar a platéia, e assim, num efeito dominó os que estão ao nosso lado, fazem o mesmo, imitando seus movimentos. Erguendo uma das mãos ao alto no primeiro verso, descemos o braço devagar até que estamos apontando para a platéia. No segundo verso apontamos para nós mesmos, antes de somente Mercedes e eu darmos um giro para frente, olhando perfeitamente para o publico.




Template By Flying Away from TDN

____________________


Kurt {Porcelain} Hummel

Star of Two Worlds ★ Sweet and Beautiful Guy ★ Popular  ★ Blaine, My Problem
The Killjoy Never Die! @ CG!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Convidado em Seg 26 Ago 2013 - 21:22

 
I can be the queen that's inside of me!

Finalmente o grande dia havia chegado. Eu, Miss Jones, finalmente seria coroada a rainha de Lima, Ohio. Ok, não tanto assim, era só mais uma simples competição escolar. Mas para mim e pros meus amigos, valia muito mais que isso. Se agente falhasse, nosso coral poderia ser fechado e alguns de nós nunca mais olharíamos nas caras uns dos outros, pois o muro invisivel da popularidade voltaria a nos separar. Um tremor passou pela minha espinha só de imaginar a possível separação. Havia algumas pessoas que dividiam a sala comigo, que eu realmente amava e seria difícil voltar a desviar o olhar toda vez que eu as avistar. Respirei fundo e me juntei aos meus amigos, formando a nossa tradicional roda, loga após um pequeno discurso do Mr. Schue. Mary seria a primeira a cantar e, depois de me olhar no espelho arrumando a faixa vermelha que ficava em volta da minha cintura, sobre o vestido preto de tecido lixo, me dirigir a lateral do palco, me aquecendo para a coreografia. Normalmente desejaria que a solista fosse muito mal, só pra poder dizer ao Mr. Schue "Se Miss Jones tivesse solado, isso não teria acontecido", mas considerando que nossos rivais tinham ido muito bem, uma falha agora não seria nada legal. Pois perder a competição não era uma opção, sem contar que costumava reservar esse tipo de pensamento negativo exclusivamente para Berry, então apenas tentei relaxar minha voz para o meu dueto com o Kurt e mandar energia positiva para à novata.

Assim como os outros, adentrei o palco e me posicionei em meu lugar, ao lado do Puck, para a minha coreografia durante o solo do garota. Todos nós dançamos a coreografia de forma harmônica e sincronizada e Mary havia sido impecável, o que não foi nenhuma surpresa para mim. A garota sempre arrasou em todos os seus solos na sala do coral, não teria porque ser diferente nas seletivas. Alias, ela havia cantado melhor que das outras vezes. O que fez meu coração se encher de esperança, sempre achei que só eu e a Berry teríamos chance de derrubar a plateia em um solo, mas a Mary provou que eu estava completamente errada. O que não quer dizer que eu não faria melhor... Eu, definitivamente, faria. Assim que ela terminou, o publico se levantou batendo palmas de pé e as luzes se apagaram.

Ainda com as luzes apagadas, nós nos arrumamos em fileira. Kurt iria começar nosso dueto. Cantaríamos uma musica da diva Gaga chamada "The Queen", era exatamente dessa forma que eu me sentia naquele momento. Uma rainha pronta para reivindicar sua coroa. Tomar posse de seu trono. Olhei de canto de olho para Kurt e movi os lábios, gesticulando para ele. - Somos as rainhas da noite! - pisquei para o mesmo e fechei os olhos buscando concentração. Logo a batida da introdução da musica começou a ser tocada e eu pude sentir meu coração batendo no ritmo da mesma. Momento depois, ouvir a voz de Kurt dando inicio a canção e me coloquei a fazer a coreografia.                    

Oh tonight I will return
The fame and riches earned
With you I'd watch them all be burned
Woah woah


Os meninos, juntamente com Kurt, foram para trás do palco com luzes em tom amarelo os seguindo. Assim dando espaço para eu passar, sendo seguida por uma fileira de meninas. Comecei a cantar a estrofe, com a minha voz alta e firme, passando confiança e mostrando toda minha alto estima para o publico e os jurados. Coloquei uma de minhas mãos na cintura, sendo imitada pelas garotas. Logo elas andaram em torno de mim, ainda com as mãos nas cinturas, dando alguns giros enquanto completavam o circulo. Aumentei um pouco mais o tom de minha voz deixando ela um pouco rouca, mas ainda assim, afinada. Quando cantei "Burned" ergui as mãos para o alto, ao lado do meu corpo e as garotas caíram no chão a minha volta. Sentir meu coração disparar pela a emoção e  soltei o ar do meu diafragma ao cantar "Woah woah". Nesse momento as luzes amarelas adquirem um tom vermelho e Kurt volta a entrar em cena, circulando as garotas.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Kurt Hummel em Seg 26 Ago 2013 - 21:29

The Queen
Seletivas!

Localização; Palco das Seletivas Humor; Normal Vestindo; Aqui Escutando; Melodia da musica Tempo; Bom Observações; Nenhuma




Whenever I start feeling strong I'm called a bitch in the night
But I don't need these 14 karat guns to win
I am a warrior, I insist, it's my life



As meninas se levantaram e as luzes se apagaram sobre elas, enquanto as mesmas vão para trás do palco, agora é a vez dos meninos entrarem em formação na frente minha frente. Sou o único a ficar na beirada do palco, com o grande foco, luzes verdes sobre o mim e azuis circulando por todo o palco. Também com uma fileira formada atrás de mim, passo pelos meninos, passando a ponta do dedo pelo queixo dos mesmos, como em um transe os meninos um por um seguem-me pelo palco, antes que de eu parar e somente estender o punho para eles em “Warrior”, fazendo-os irem num impulso para trás, como se tivessem acabado de ser fortemente golpeados.




I can be the queen that's inside of me
This is my chance to release
And be brave for you
You'll see
I can be the queen you need me to be
This is my chance to be the dance
I've dreamed it's happening
I can be the queen


No primeiro verso todas as luzes se voltarão para mim, e todos os meninos me fazem uma reverência. Dois meninos vem para o meu lado, então pego os dois pela gravata e os puxo para perto do mim, antes de empurrá-los em seguida para longe. Os dois meninos então colocaram uma das mãos nas minhas costas, e outra numa das minhas pernas, levantando-me no ar e ajudando-me a dar um mortal de costas. Correndo para o fundo do palco em seguida enquanto todos abrem passagem, sendo seguido pelos garotos, deixo os joelhos deslizarem pelo palco no último verso com uma luz vermelha sobre o mim, antes dela se desligar e novamente o foco parar nas garotas que já estarão na frente.
[/blur]



Template By Flying Away from TDN

____________________


Kurt {Porcelain} Hummel

Star of Two Worlds ★ Sweet and Beautiful Guy ★ Popular  ★ Blaine, My Problem
The Killjoy Never Die! @ CG!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Convidado em Seg 26 Ago 2013 - 21:34

 
I can be the queen that's inside of me!


I am wind and hurricane
The stormy sky and rain
When you run dry I'll flood your pain
Woah woah
Whenever I start feeling strong I'm called a bitch in the night
But I don't need these 14 karat guns to win
I am a woman I insist, it's my life
Assim que Kurt deslizou de joelhos pelo chão, as luzes vermelhas que o focavam se apagaram e outras azuis se acenderam, rodando em torno de mim e das minhas garotas. Assim que começa a estrofe, bato a mão do peito ao cantar "I" e balanço a cabeça afirmativamente, como se confirmasse o que dizia durante o verso. As garotas, ainda no chão, giram e em seguida deslizam um dos pés pelo chão. Em um movimento simples, voltam a sua posição inicial. No "Woah woah" volto a subir o tom de minha voz, como na minha primeira estrofe, e sigo cantando a musica com um tom de voz mais firma, mas ainda assim delicada. A batida da musica ganha um pouco mais de velocidade e eu giro em torno de mim mesma, parando de frente para o publico ao cantar "strong" erguendo um pouco a mão esquerda, fazendo meu braço se curvar em uma demonstração de força e poder. Logo em seguida, as garotas colocam ambas as mãos em suas cinturas e deslizam com ambos os pés pelo palco, dessa vez luzes brancas iluminavam uma por uma e elas finalmente se levantam e voltam a girar em torno de mim, fazendo uma longa reverencia no final, assim como os meninos fizeram com Kurt, momento antes. Finalizo a estrofe cantando o ultimo verso com mais firmeza, aumentando aos poucos meu tom de voz, de forma que ao cantar "it's my life", minha voz soou algumas oitavas mais algo do que o normal, sem desafinar, mostrando um pouco do meu controle vocal.

I can be the queen that's inside of me
This is my chance to release
And be brave for you
You'll see
I can be the queen you need me to be
This is my chance to be the dance
I've dreamed it's happening
The que ee-ee-ee-ee-ee-eeen
The queen queeen queeeen
Queen queeen queeeen
Queen queeen queeeen
Logo no começo da estrofe, virei de costas e, novamente, luzes amarelas e laranjas apareceram no palco. Sendo que, uma única laranja caia sobre mim e as bolas de luzes amareladas corriam pelo palco, algumas vezes sendo substituídas pelas vermelhas. Ergui um pouco minha voz e movi, meu quadril ao dar alguns para para o centro do palco. Seguia virada de costas e duas meninas vieram para o meu lado. Chegou uma parte da coreografia que me dava um pouco de medo, eu realmente não fazia o tipo fácil de se carregar, mas nós tínhamos ensaiado muito e eu confiança em minha companheiras de coral. Por tanto, me enchi de corarem e deixei meu corpo cair para trás e as garotas me seguram e me erguem do chão, de modo que minha cabeça caísse pra trás, fazendo eu voltar a encarar a plateia, só que dessa vez de cabeça pra baixo, por conta do movimento de minha cabeça. As outras meninas se aproxima e ficam de costas para o publico, colocando as duas mãos sobre os ombros das companheiras. Agora abaixo meu tom de voz e nossas vozes começam a soar em uníssono. Logo, eu volto a ser colocada no chão e elas se ajoelham aos poucos em meus pés, sendo seguidas pelas outras meninas, que haviam se aproximado. Fitei o publico com confiança, erguendo uma sobrancelha, mostrando a eles o quão determinada eu estava. A cada menina que se ajoelha, mais uma luz se acende sobre mim, numa forma de mostrar que no momento eu era a soberana, enquanto as meninas aos meus pés se mostravam submissas a mim, como sendo a rainha delas. A rainha da noite, A diva que vivia dentro de mim. A cada "queen" uma a uma das garotas voltam a se erguer e vão para trás de mim, formando uma fila indiana. Nos calamos e permitimos que Kurt der continuidade a musica.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Kurt Hummel em Seg 26 Ago 2013 - 21:43

The Queen
Seletivas!

Localização; Palco das Seletivas Humor; Normal Vestindo; Aqui Escutando; Melodia da musica Tempo; Bom Observações; Nenhuma






Starry night
Come inside me like never before
Don't forget me when I come crying to heaven's door
I will fly
On a challenger across the sky
Like a phoenix
So you can remind them of the dream I bore
Woah, Woah, Woah...


Nesse momento os meninos foram em direção a beirada do palco, trazendo consigo luzes enquanto andam, das mais diversas cores. Vou para o lado de Mercedes, e passo um de meus braços pela cintura da mesma, enquanto Mercedes passa o braço pelos meus ombros. Abraçados lado a lado, as meninas correm para retomarem seus lugares ao lado dos meninos, na mesma fileira do inicio, posicionada atrás de nós dois. Todas as luzes aos pouco começarão a se focar em mim e Mercedes. Em “Fly” todos erguerão os braços para o alto, e por um momento todas as luzes serão azuis. Mercedes grita, a nota saindo perfeitamente alta e estável. Todos ficam a olhar para o alto, como se imaginando um sonho que parece estar distante, lá no alto do céu. Quando todas as luzes ficarem focadas em mim e Mercedes, elas se tornam novamente laranja. Todos se voltarão para nós em sinal de reverencia enquanto a música acaba, e nós somos os únicos a continuar na mesma posição, como se tivessemos sido os únicos a conseguirem alcançar o que tanto desejavam. A música acabou, e as luzes se apagaram. Aproveitamos e saímos do palco assim que as cortinas se fecharam.




Template By Flying Away from TDN

____________________


Kurt {Porcelain} Hummel

Star of Two Worlds ★ Sweet and Beautiful Guy ★ Popular  ★ Blaine, My Problem
The Killjoy Never Die! @ CG!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Artie Abrams em Seg 26 Ago 2013 - 21:47

Carry On
O garoto estava nervoso, suas mãos tremiam de nervosismo, assim que ele visualizou o grande público da competição ele havia ficado nervoso a ponto de tremer, ele não conseguia imaginar o que Mary havia sentido cantando um solo na frente de toda aquela plateia, ele só podia agradecer que não era ele, pois ele não teria certeza se conseguiria. O dueto de Kurt e Mercedes havia sido fantástico, os seus amigos de longo tempo realmente haviam se superado e a voz dos dois soavam bem juntos. Já era hora da última canção e Artie agora tentava deixar o nervosismo de lado, afinal ele começaria cantando essa canção e realmente era uma canção vocalmente complicada. Ao pensar nos corais que haviam se apresentado anteriormente ele ficou um pouco tenso, o Aural e as Troubletones haviam sido fantásticos, o Aural realmente havia surpreendido com tantas vozes incríveis e as Troubletones estavam fantásticas como sempre, SanClair realmente estava linda com aquele vestido e com as luzes sobre o seu corpo... Ele realmente gostava daquela garota, se havia alguma dúvida, ela tinha acabado de sumir.

Ele tentou afastar aqueles pensamentos da cabeça e olhou para os seus companheiros de clube, eles eram como sua família, depois de um breve sorriso para Mercedes enquanto a melodia de Carry On começava a soar no local, ele respirou fundo quando um holofote se acendeu sobre sua cabeça se preparando para cantar. - Well I woke up to the sound of silence , the cars were cutting like knives in a fist fight... And I found you with a bottle of wine , your head in the curtains and heart like the fourth of July. - A voz do rapaz era suave e melódica, ele havia tido alguns problemas com o ritmo da canção, mas depois de muitos ensaios ele finalmente havia se acostumado com o ritmo um pouco estranho, mas agradável de se cantar. Ele observou a plateia com os olhos azuis e sua feição era um pouco melancólica, como o necessário para aquela parte da canção. - You swore and said... We are not , we are not shining stars... This I know, I never said we are. - Sua voz se intensificou um pouco quando cantou "we are not shining stars", mas logo suavizou novamente e ele deixou ela desaparecer no final dos versos como se fosse simplesmente uma história perdida ao vento.

____________________

Artie Abrams
^.^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Dianna E. Voss-Ohlweiler em Seg 26 Ago 2013 - 21:49


Look for mirrors
Tears stream down your face, when you lose something you couldn't replace
Minha primeira competição em um coral. Os nervos estavam a flor da pele, e tudo o que eu poderia pensar, era em como eu ia entrar no palco. Eu estava a ponto de enlouquecer, afinal, tinha gente com mais expectativas por ali. Eu tinha que admitir, era uma boa dançarina, e Will havia me posto em uma música dançante em certa parte. Porém, o começo era extremamente lento, e eu tinha uma parte nisso. Mary veio até mim, e isso fez com que o meu nervosismo passasse momentaneamente. Ela havia sorrido para mim, mesmo que discreta e levemente algumas vezes em seu solo. Pensei se ela estava cantando para mim, mais deveria ser coisa da minha mente. Suspirei, Artie já estava atrás das cortinas, posicionando-se em seu lugar. Todos nós deveríamos ir para onde ele estava, mais cada um em um lugar. Eu estava um pouco mais atrás dele, do lado direito. Puck mais atrás dele, porém do lado esquerdo. E Quinn mais atrás de mim, porém no meio, ficando de frente para as costas de Artie, mais nas escadas mais a cima. Formávamos um tipo de escada na vertical, ou pelo menos, era isso que os espectadores viam. Suspirei, ouvindo o barulho irritante de quando se abrem as cortinas. O pessoal do New Directions estavam todos ao lado do palco, nas coxias. Sorriam para nós, e até murmuravam um “Quebrem a perna!” em um típico “Boa sorte” dramático. As cortinas estavam completamente abertas, e Artie já estava cantando. O refletor que estava sobre ele logo passou para cima de mim, indicando que era a minha deixa.

Though I've never been through hell like that
I've closed enough windows
To know you can never look back

Com um tom levemente amargurado, comecei a cantar. Artie fazia uma segunda voz, acompanhando-me na música. Logo depois, Puck nos acompanhou. Os olhos presos a multidão, os corpos parados, os semblantes sérios. Na última linha, apontamos para trás com o polegar, indicando que nunca se deveria olhar para trás.  

If you're lost and alone
Or you're sinking like a stone
Carry on
May your past be the sound
Of your feet upon the ground
Carry on
Carry on, carry on

Aumentei um pouco o tom de voz, ao cantar o “lost and alone”, prolongando um pouco a nota. Prossegui com a parte seguinte, ainda com a batida meio lenta da canção. A parte seguinte era a que a canção passava a ser um pouco menos lenta. E assim que pronunciei o “Carry on”, a batida mais forte da música ecoou por ali, e logo fomos para a frente do palco, caminhando agora com sorrisos, no ritmo da música. Era a vez de Puck continuar.



® Credits to Lux

____________________

Climb on board
We'll go slow and high tempo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Noah Puckerman em Seg 26 Ago 2013 - 22:19


have patience
everyone has bad days

LOCAL: Seletivas || COMPANHIA: New Directions || HUMOR: Aflito


Meu estado espiritual não era um dos melhores, o nervosismo junto com a ansiedade se mesclou deixando-me aflito com o que estava por vim. Questionei-me porque não prestei a devida atenção nos ensaios, acredito que de certa forma estaria mais seguro das minhas atitudes no palco. A organização de cada indivíduo foi perfeitamente colocada já que todos nós nos posicionamos da maneira correta, bem era o que eu acreditava. Antes das cortinas se abriram murmuramos boa sorte uns para outros, precisaríamos disso. Fechei meus olhos pouco antes da cortina se abrir, e finalmente pude escutar a voz firme de Artie. Procurei me manter sereno mesmo que a minha vontade fosse sair do palco e ir atrás de uma senhora gostosa, porém tinha uma responsabilidade a cumprir e não deixaria o pessoal na mão.

Após Artie terminar sua parte da música, foi à vez de Dianna a acompanhei brevemente em uma das partes que precisavam de auxilio. Conforme a coreografia indicou, com um dos polegares os gesticulamos para trás dando sentido o trecho da música. Aguardei a garota terminar sua parte, me preparando psicologicamente para minha, evitando o nervosismo que parecia dominar-me a cada segundo. Evitei transparecer minha crise de pânico em minha expressão facial, afinal os jurados notariam isso e provavelmente avaliariam o grupo por meu ato.

Quando a melodia da música agitou-se avançamos em passos largos e breves pelo palco esboçando um sorriso nos lábios. Era a minha vez de cantar e tinha de manter minha voz firme, porém acompanhando o ritmo da música. Comecei a cantar de forma animada, avançando mais a frente dos outros, mantendo minha voz nítida. Cerrei os punhos movendo-o para baixo conforme pronunciava os trechos.

So I met up with some friends
At the edge of the night
At a bar off 75
And we talked and talked
About how our parents will die
All our neighbours and wives

Seguir com a estrofe, ficando cada vez mais empolgado, mas ainda sim mantendo o controle, gradualmente, aumentei minha voz ao som da batida da música cantando, ainda, com uma animação visível. Me movi de um lado para o outro do palco, e rodei em um de seus limites perto da beira, mas logo deslizei um de meus pés, para trás e apontei para frente, como se minha mão fosse uma pistola, piscando de forma um tanto atrevida para uma das juradas que parecia ser a senhora mais madura que estaria julgando os corais. Sentir a batida da musica ganhando mais vibração e tratei de passar o sentimento de querer vencer em minha voz. Gesticulei carismaticamente para o publico e continuei a cantar, sempre afinado e fazendo algumas brincadeiras que estavam no alcance de minha extensão vocal, com o intuito de deixar a musica mais animada.

But I like to think
I can cheat it all
To make up for the times I've been cheated on
And it's nice to know
When I was left for dead
I was found and now I don't roam these streets
I am not the ghost you want of me

Sorri brevemente, satisfeito com a resposta positiva do publico e recuei alguns passos, trocando os pés rapidamente, para em seguida me encontrar formando uma fileira com os meus companheiros e logo em seguida voltar para minha posição de inicial. Um a um giramos em torno de nós mesmo, causando um efeito dominó no ritmo da musica. Aumentei minha voz, que beirava um pouco para o Jazz clássico e soquei o ar rapidamente ao chegar aos versos finais da minha parte da musica. Agora era a vez de Quinn, me contive em não fitá-la, ainda temendo a avaliação dos jurados. Me perguntava se havia feito a minha parte corretamente, mas agora não era o momento para pensar nisso. Já estávamos em 45 minutos do segundo tempo, porem ainda falta os acrescemos. Mantendo o profissionalismo, segurei a mão da loira e a rodei em torno dela mesma, como nos ensaios, deixando-a no centro do palco e voltei para o meu lugar.










____________________




Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Quinn Fabray em Ter 27 Ago 2013 - 0:40



Carry on, carry on!

○ Gravida · Emotiva · Seletivas! · New Directions ○

Está grávida, com o futuro destruído e ter que mentir sobre sua vida para sua família e para sua igreja, não é uma coisa legal. Deus, sei que não fiz o certo, mas estou tentando ajeitar tudo, arrumar um futuro melhor para o meu filho e até tentar me manter viva após a humilhação que passo na escola por ser mais uma adolescente gravida. Ora deixar a situação pior, ou um pouco melhor - quem sabe? - eu iria cantar no Glee Club, Distritais. Eu conhecia a música, eu sabia canta-la, mas não sabia se estava pronta pra cantá-la na frente de tanta gente... Artie, Dianna e Puck estavam comigo e iríamos subir ao palco, juntos com meus outros companheiros de grupo. Eu estava nervosa e, apesar das náuseas, eu me mantive ali, sem que ninguém percebesse meu mal estar. Eu olhava para os lados de forma pensativa, de um lado estava Puck, e do outro Finn, mordisquei meu lábio inferior levemente e logo, com as ordens de Mr. Schue, me posicionei um pouco afastada de todas, mas perto de Dianna.

Um nervoso me dominou mas não poderia sair dali correndo, então orei em meus pensamentos para que o enjoou passasse, para que tudo desse certo e para que a desconfortável sensação do meu ventre tremendo passasse. Parece que tinha um vibrador em meu útero e não, isso não é legal!
Artie começou a cantar, então eu comecei a seguir mecanicamente a coreografia ensaiada e em olhares disfarçados eu olhava Puck e continha um sorriso, apesar da barriga ainda estar pequena, parecia que todos me olhavam de forma estranha. Ok, eu definitivamente estava ficando paranoica.

Respirei fundo, mordiscando meu lábio levemente. Dianna iniciou a parte dela, e junto com Artie e Puck começamos também, com o back vocal para ajudar a garota na harmonia de fundo, ela era boa, não poderia negar, e além de ser boa ela era bonita. Senti meu rosto queimar ao perceber que a garota cruzou o olhar com Puck, sem deixar transparecer eu segui o ritmo e a coreografia ensaiada, até a parte em que Puck começava a cantar. Com o jeito Bad Boy dele, o garoto de moicano cantava com o jeito bruto dele, eu tentava manter meu olhar longe dele para que ninguém percebesse e então encontrei o olhar de um juiz, sorri levemente e dominando a coreografia, cheguei a trocar sorrisos em um forma de ganhar pontos com o mesmo. Finalmente havia chegado a minha vez de cantar, meu corpo se esquentou e uma súbita vontade de ir ao banheiro me fez tremer, Dianna, Puck, Artie e os outros do ND, fizeram uma roda assim me deixando no meio, tomei fôlego e então continuei a música.

ause we are
We are shining stars
We are invincible
We are who we are...

Dianna, Puck e Artie fizeram um coro simples enquanto formamos uma fileira bem alinhada, a música continuou e então eu e as garotas do ND demos dois passos para frente e logo em seguida os garotos nos seguiram, de lado para a plateia, de forma sincronizada. Puck que estava na ponta, ergueu a mão direita, logo em sequência eu, depois Artie e Dianna. Ao voltarmos, me virei para Artie e Puck se afastou, Dianna com uma breve corrida encaixou o braço no dele e com o impulso a garota passou por cima dele no momento exato da virada de ritmo da música. Eu fazia uma sequência simples de passos com as mãos junto com os meus companheiros de coral. Eu havia tratado de manter minha voz firme e afinada, apesar dos problemas eu tinha que me focar no agora. E agora tínhamos uma competição para ganhar. Levar esse coral para o topo da cadeia alimentar do colégio era a única forma de eu conseguir recuperar minha dignidade. Por isso, apesar de não ser a melhor cantora do ND, eu usei toda a minha força de vontade para que tudo saísse perfeito. E fiquei satisfeita ao notar que minha voz havia soado suave, delicada e afinada. Do jeito que ocorreu nos ensaios.  

-If you're lost and alone
Or you're sinking like a stone
Carry on
May your past be the sound
Of your feet upon the ground
Carry on

Nessa estrofe eu e meus companheiros começamos a cantar juntos em uníssono, as meninas se espalharam a esquerda do palco e os garotos a direita. Logo os dois grupos correram em direção ao centro e se encontrarão do mesmo. Cada garoto girou uma garota no ar, de uma forma diferente. Puck que era o mais forte, fez o passo com Mercedes, não preciso dizer o motivo, não é mesmo?... Assim que a sequencia de levantamento terminou, voltamos a nos separar e as meninas ergueram as mãos, acima do nível da cabeça e desceram elas lentamente. A banda ao fundo parou de tocar, deixando apenas a bateria, como programado, e nós todos nos reunimos no centro do palco repetindo o refrão apenas nos vocais. O Publico ficou em pé e seguia a batida da bateria com aplausos, nós nos espalhamos pelo palco, também aplaudindo ao ritmo da batida. Mercedes mais a frente, alcançava alguma notas e vazia vocalizações, assim como Rachel, apesar de fazerem sons diferentes ambas estavam em perfeita harmonia uma com a outra. Por fim, em uma ultima nota de Mercedes, a musica acabou e as luzes se apagaram lentamente. Ouvir publico aplaudindo animadamente no final da musica, foi como um premio pra mim. fazia todo o esforço fazer a pena. Saímos do palco todos juntos e seguimos para a coxia. Mr. Schue se aproximou de nós e formou um abraço grupal, murmurando palavras de congratulação. Não vou dizer que passei a amar todos que estavam a minha volta. Mas admito que aquele abraço me fez sentir uma sensação estranhamente deliciosa, de dever cumprido.

copyright · lumsx


____________________


Lucy Quinn Fabray
I can taste the tension like a cloud of smoke in the air
Be the good girl you always had to be.Conceal, don't feel, don't let them know.Well now they knowTHANKS, LU.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: New Directions Performancee

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum